Poder

PV pede que Sarney Filho se licencie do partido

decisão veio após ser divulgada uma conversa do ministro do Planejamento, Romero Jucá, em que ele sugere que seja feito um acordo para travar as investigações da operação Lava Jato.

Estadão

O líder do PV no Senado, Álvaro Dias (PR), avisou que a direção executiva do partido pede que o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, se licencie da legenda. A decisão veio após ser divulgada uma conversa do ministro do Planejamento, Romero Jucá, em que ele sugere que seja feito um acordo para travar as investigações da operação Lava Jato.

De acordo com Álvaro Dias, a direção executiva do partido se reuniu nesta terça-feira, 23, em Brasília e, entre outras determinações, colocou essa posição para Sarney Filho. Alvaro explicou que o PV não faz parte da base aliada do governo Temer e que o cargo de Sarney Filho como ministro do Meio Ambiente foi um convite do presidente, que não demonstra qualquer aliança partidária.

Dessa forma, para manter a isenção ante às ações do governo, a direção executiva do partido achou por bem orientar Sarney Filho a se licenciar, caso ele queira se manter no cargo, como ministro do governo interino de Temer.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários