Poder

Aliado de Dilma, Flávio Dino ajudou a tentar barrar impeachment na Câmara

Da Folha

Dilma Rousseff e Flávio Dino.

Dilma Rousseff e Flávio Dino.

Ao ser eleito governador do Maranhão em 2014, com 63% dos votos, Flávio Dino pôs fim a quase 50 anos de domínio do grupo político do ex­presidente José Sarney sobre o Estado nordestino.

Em 2014, Dino tornou­se, também, o primeiro governador de seu partido, o PCdoB. Na eleição anterior, havia sido derrotado no primeiro turno por Roseana Sarney (PMDB).

Dino foi juiz federal e professor de direito. Aos 38 anos, decidiu ingressar na vida política e filiou­se ao PCdoB.

Antes de assumir o governo do Maranhão, foi deputado federal, candidato a prefeito de São Luís e presidente do Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) de 2011 a 2014, durante o primeiro governo de Dilma Rousseff.

Aliado da petista, Dino atuou na campanha contrária à abertura do processo de impeachment na Câmara.

Às vésperas da votação, em 15 de abril, afirmou à Folha que o então vicepresidente da Casa, Waldir Maranhão (PP­MA), votaria contra o impeachment para atender a um apelo pessoal seu.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários