Poder

Moradores do Jardim Renascença reclamam de abandono

A Prefeitura de São Luís, comandada por Edivaldo Holanda Júnior, e a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), que tem como titular Antônio Araújo, esqueceram que a capital maranhense precisa de cuidados e ações emergenciais que solucionem os problemas de infraestrutura, nos quais vem atingindo muitos bairros.

Como é caso do Jardim Renascença. Os moradores já estão cansados de reclamar do descaso que tomou conta da Rua das Gaivotas. No local há lixos, buracos e lamas por todos os lados.

Os dejetos acumulados em um terreno de propriedade da Prefeitura causam ainda situações piores, pois são possíveis criadouros do mosquito da dengue e de vírus e bactérias, permitindo assim que muitas doenças se proliferem.

Edivaldo Holanda Júnior e Antônio Araújo abandonaram completamente a capital maranhense. É revoltante!

WP_20160305_09_15_46_Pro

WP_20160305_09_16_02_Pro

WP_20160305_09_16_09_Pro

WP_20160305_09_16_55_Pro


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

4 comentários em “Moradores do Jardim Renascença reclamam de abandono”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Alana

    Os que reclamam do lixo devem ser os mesmos que sujam, por que ao que parece, o terreno é até cercado, mas o povo sempre dá um jeito de fazer sujeira.

  2. Mayara

    Só resto de material de reforma e lixo doméstico, os ricos reformam suas casas e jogam as sobras de material no meio da rua, tem dinheiro mais não tem educação, de que adianta?

  3. Igor

    Pelo que vejo nas fotos, isso aí são as proprias pessoas que sujam o local. Populacao reclama, mas nao contribui.

  4. Victor

    O pessoal não pode ver um pedaço de chão desabitado que acha que é lugar para colocar lixo, tá ruim viu? Se cada área livre tiver que haver imóvel para o povo respeitar o local, daqui uns dias não teremos mais chão de terra e arvores na cidade, nem todo terreno obrigatoriamente tem que virar praça ou imóvel.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários