Poder

Jornal Nacional mostra situação precária das escolas de Bom Jardim

Estrutura das escolas da cidade a 280 km de São Luís é precária. Ex-prefeita foi acusada de desvio de dinheiro da educação e da saúde.

jn

O Jornal Nacional desta terça-feira (26) destacou a precariedade das escolas do município de Bom Jardim (MA). A reportagem de Alex Barbosa mostrou que os alunos enfrentam diversos tipos de problemas para estudar como, por exemplo, escolas funcionando de forma improvisada, estudantes e professores amontoados em cômodos apertados e muito quentes.

O esforço para estudar é rotina para quem mora em Bom Jardim, que tem 40 mil habitantes e fica a 280 km de São Luís. Até os adultos que querem retomar os estudos enfrentam muita dificuldade. Como as aulas são à noite, eles têm de usar lanternas para conseguir enxergar a lição. O lampião a gás não é suficiente para clarear a sala e cada um traz sua própria luz.

Em 2015, a cidade ficou conhecida por causa da prefeita Lidiane Leite, que foi presa, acusada de desviar dinheiro da educação e da saúde, enquanto ostentava uma rotina de luxo nas redes sociais. Na época, ela era do PP, mas foi afastada do partido.

A vice-prefeita, Malrinete Gralhada, do PMDB, que assumiu, também está sendo investigada pelo Ministério Público por suspeita de fraudar licitações.

jn1


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Jornal Nacional mostra situação precária das escolas de Bom Jardim”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Governo federal repassou mais de R$ 7,5 milhões para a Educação em Bom Jardim « Neto Ferreira – Conteúdo Inteligente

    […] O Município de Bom Jardim mais uma vez ganhou destaque nacional. A repercussão negativa desta vez, foi devido à precariedade das unidades de ensino e a péssima educação ofertada no Município, conforme divulgado no Blog (Reveja). […]

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários