Poder

Conselheiro vota pela irregularidade da gestão de desembargador

Os Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, submeteram a julgamento e um dos conselheiros considerou irregular a prestação de contas do desembargador aposentado Milson de Sousa Coutinho.

Durante a sessão, o conselheiro José de Ribamar Caldas Furtado enxergou ilícitos e votou pela reprovação das atividades financeiras da gestão de Coutinho quando presidente do Tribunal de Justiça.

O julgamento das contas do desembargador aposentado foi adiado com o pedido de vista do conselheiro Edmar Serra Cutrim. O processo deve entrar em pauta no próximo mês.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários