Poder

Empresa de Fortaleza faturou R$ 21,6 milhões no último ano do governo Roseana Sarney

Os diversos gestos contratuais feitos no último ano do governo Roseana Sarney (PMDB), levou empresas não somente do Maranhão, mas do estado do Ceara a um aumento patrimonial significativo.

E a empresa agraciada pela ex-governadora foi a Gestor Serviços Empresariais, que operou alto na manutenção das unidades do sistema prisional de Pedrinhas. A Gestor ganhou R$ 21,6 milhões no último ano do governo Roseana Sarney.

A gestor empresa que imigrou de Fortaleza para São Luís pelo simples objetivo: faturar cifras milionárias da Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap). Em meio aos depósitos do governo na conta da empresa, se observava em 2014 nos noticiários rebeliões, motins, cabeças decapitadas e corpos estirados no chão.

Embora fosse claro a precariedade do sistema, a Gestor continuava abocanhando uma soma fabulosa que desde 2012 teve um acréscimo exorbitante nos repasses para conta da empresa.

Os proprietário da empresa terceirizada Gestor Serviços Empresariais que residem em Fortaleza, foram acionados na Justiça a pagar R$ 30 milhões por irregularidades em presídios do Maranhão.

A empresa tem como sócios dois cearenses Lucivanio Felix, Paulo Cesar Baltazar Viana e o maranhense Erik Janson Vieira Monteiro Marinho, conhecido da classe empresarial pela relação amigável com um irmão da governadora Roseana Sarney.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

6 comentários em “Empresa de Fortaleza faturou R$ 21,6 milhões no último ano do governo Roseana Sarney”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Fla

    Neto você sabe quanto custa um preso para o governo?

  2. santos

    Neto . Cria vergonha você só quer tirar proveito desse tipo de notícia intimidando as pessoas e querer barganhar algo

  3. netoferreira

    Caro amigo Santos. Não estou tirando proveito, mas sim revelando que a empresa com sede em Fortaleza operava no Maranhão com milhões e foi levada na Justiça para pagar R$ 30 milhões de indenização devidos as péssimas condições dos trabalhadores.

    E seus contratos devem ser questionados pelo superfaturamento…

  4. Joao

    Esse Erik ta bom é de olhar pra cabeça dele que ta cheia de chifre.

  5. kleber

    quem é erik mesmo?…esse ta quebrado.” Lisim da silva”

  6. Roberto

    Na sejap é um arranca rabo que não acaba. A ex-gestoras da UGAM agora tá tramando dia e noite contra a atual gestão. Finalidade: derrubar a Camila-subsecretaria e voltar para a UGAM.
    Relembrando, trata-se de ELITANIA Mendes Pereira, acusada de várias condutas duvidosas ….

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários