Poder

Diretores são afastados por malversação

​Em uma Assembleia Geral bastante representativa, o Sindicato dos Funcionários Públicos Vigilantes do Estado do Maranhão (SFPVEMA) afastou os diretores ligados ao ex-presidente Orlando Pavão que ainda detinham espaço na entidade. Cerca de 80 associados de várias regiões do Estado fizeram-se presentes no auditório da Federação do Comércio do Maranhão, na manhã do último sábado, 17.

​Por unanimidade, a categoria aprovou a proposta encaminhada pela atual direção do sindicato após a apresentação, com base em provas documentais, feita pelo presidente Roberval Jansen, onde foram reveladas várias irregularidades cometidas na gestão do senhor Orlando Pavão. Jansen afirmou que não era mais possível manter parte da direção anterior na estrutura do SFPVEMA, já que esta foi cúmplice dos desmandos e até crimes cometidos pelo ex-presidente.

​“A decisão da Assembleia Geral de afastar diretores da antiga gestão foi acertada, pois havia cumplicidade dos mesmos nos desmandos e ações criminosas praticados pelo ex-presidente do SFPVEMA. Agora é continuar com o trabalho de reconstrução do sindicato, ouvir constantemente a nossa base e recuperar a credibilidade da entidade junto ao conjunto da categoria”, assegurou Jansen.

​Malversação – Entre as graves irregularidades mostradas por Jansen, está um empréstimo que totaliza cerca de R$ 250 mil que jamais foi prestado conta da sua aplicação. Não há registros de quais as despesas pagas com este recurso e muito menos foi submetido à apreciação do Conselho Fiscal do SFPVEMA.
​Também foi revelada na Assembleia Gera a realização de um seguro feito pelo sindicato cujo beneficiado era o próprio ex-presidente Orlando Pavão que, não bastasse tamanha aberração, teria sacado e embolsado o valor do seguro. Ou seja, mais outra operação altamente suspeita da gestão Orlando Pavão que nunca foi devidamente discutida pela base da categoria.

​“A Assembleia Geral serviu não somente para que a categoria tomasse conhecimento da malversão dos recursos financeiros do nosso sindicato, mas principalmente para que fosse exposta a indignação que toma conta da grande maioria dos funcionários públicos vigilantes do estado. A entidade foi sucateada e malversada nos últimos anos por uma direção que não tinha os associados e o conjunto dos vigilantes do estado como prioridades. A prioridades deles era seus próprios interesses pessoais”, assegurou Roberval Jansen.

​Vozes da base – Os associados tiveram participação ativa do durante toda a Assembleia Geral através de intervenções qualificadas, criticando, elogiando e propondo medidas para a melhoria da ação sindical em prol da categoria. Além de associados residentes em São Luis, estiveram presentes delegações de Imperatriz, Bacabal, São José de Ribamar, Anajatuba, Itapecuru, Nina Rodrigues, São Benedito do Rio Preto, Viana, São Bento, Palmeirândia e Cantanhede.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Diretores são afastados por malversação”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Jose de Ribamar Sousa fontenelle

    presidente por necessidade de uma aposentadoria proporcional, queria saber mediante advogado da entidade se tenho este direito,pois tenho 25 anos de contribuição e 60 anos de idade se a lei me dar este direito ok

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários