Poder

Lobão faz com bancada do PMDB o que Stênio fez com deputados no caso babaçu

Deputado ficou com R$ 1,5 milhão para distribui entre os deputados da Assembleia

Deputado Stênio e Edison Lobão.

Deputado Stênio e Edison Lobão.

Os deputados federais que iriam receber o valor de R$ 30 milhões das mãos do ministro Edison Lobão, procuradoras por Veja, desmentiram que tenham recebido qualquer valor. Então deduz-se que o ministro de Minas e Energia ficou sozinho com o dinheiro.

O caso, se verdadeiro, se assemelha ao de um aliado canino de Edison Lobão: o deputado estadual Stênio Rezende.

No final de 2011, foi descoberto que Stênio recebeu de um grupo de empreiteiros R$ 1,5 milhão para repassar R$ 50 mil aos parlamentares que votaram a favor do projeto que autorizasse a derrubada de babaçus. Ocorre, porém, que o parlamentar não distribuiu e ficou com as cifras.

Não é a toa que Lobão e Stênio sempre foram amigos.

A família do deputado estadual, por exemplo, sempre votou no senador e em sua mulher, a deputado federal Nice Lobão. Daí a razão para que, onde Stênio Rezende tem atuação política, Edinho Lobão dê prioridade ao seu amigo e aliado, como na cidade de Alto Alegre do Pindaré.

O interessante é que o ex-prefeito Fufuca e o filho Fufuquinha ficaram em segundo plano na campanha de Edinho Lobão, mas ainda assim não romperam com o filho do ministro de Minas e Energia.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários