Poder

Detran sugere mudança de comportamento no trânsito no Dia do Pedestre

É unânime a reclamação dos pedestres sobre o desrespeito a faixa de segurança por parte de motoristas e motociclistas. Desrespeito que muitas das vezes acaba em acidentes fatais.

Dados do Centro Integrado de Operações de Segurança (CIOPS), da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), revelam que somente no primeiro semestre de 2014 foram registradas a morte de 16 pedestres por atropelamentos na ilha de São Luís. Além disso, este ano, já aconteceram 70 acidentes não fatais envolvendo pedestres.

Segundo informações do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram atendidos pelos socorristas do serviço de emergência, até julho de 2013, 431 vítimas de atropelamento na Grande São Luís. Em 2012, o registro de atendimentos chegou a 787 vítimas.

Segundo o Mapa da Violência do Instituto Sangari, em 2010, 41 mil pessoas morreram vítimas de acidentes de trânsito no Brasil, deste total, 29,1% eram pedestres.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Detran sugere mudança de comportamento no trânsito no Dia do Pedestre”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Danubia

    Com tantos casos de atropelamento, desrespeito e falta de consciencia no transito ainda tem gente que critica a sinalização e redução da velocidade.

  2. joão paulo

    tem que mudar mesmo. com educação no transito daqui muitos desses acidentes nao aconteceriam e o samu nao teria toda essa demanda e estaria resolvendo outros casos. mas tipo a prefeitura ta investindo em monitoramento e sinalização e tem motorista que ainda ta achando ruim…

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários