Poder

Detran alerta para atropelamentos na faixa de pedestres

Com o objetivo de combater casos de atropelamento na Região Metropolitana de São Luís, o Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) promove, a partir desta segunda-feira (5), a campanha “No trânsito, todo mundo é pedestre”. O objetivo é alertar a população para o respeito a faixa de pedestres.

Passagem de estudante em Faixa de pedestre perto de escola no bairro Alemanha, em São Luís

Passagem de estudante em Faixa de pedestre perto de escola no bairro Alemanha, em São Luís

A campanha, que acontece para comemorar o Dia do Pedestre (8 de agosto), será, inicialmente, realizada em escolas públicas e particulares de São Luís. Nos dois primeiros dias, acontece em quatro escolas. Na segunda-feira (5), a partir das 7h, no Centro de Ensino Médio Margarida Pires Leal, no bairro Alemanha, e a tarde, a partir das 13h, no Colégio Santa Teresa (Rua do Egito, centro da cidade). Na terça-feira (6), pela manhã, na Escola Crescimento e a tarde no Colégio Reino Infantil, no Renascença II.

A ação educativa contará com a distribuição de panfletos em forma de ventarolas para motoristas e pedestres, marcadores de texto para os alunos. O material alerta para posturas que o pedestre deve ter na travessia da faixa, os cuidados ao andar na calçada e na travessia onde não há faixa de pedestre. Na distribuição de lixocar para os motoristas haverá um trabalho de conscientização para que haja respeito por parte de quem esteja dirigindo para que tenha respeito com o pedestre que solicitar passagem na faixa.

As atividades terão a presença do mascote do Detran-MA, “Sinalito” que promete animar a ação educativa e da Companhia de Policiamento Rodoviário Independente da PMMA que dará suporte.

“Estamos aproveitando o início das aulas do segundo semestre para alertar principalmente as crianças e os idosos que são as maiores vitimas de atropelamento. A meta é criar na sociedade a cultura do respeito às leis de trânsito e a faixa de pedestre que é fundamental para que tenhamos um trânsito mais seguro. Infelizmente muitos motoristas desrespeitam as faixas e ameaçam os pedestres e a campanha é para que a faixa seja bem utilizada pelo pedestre e respeitada pelo motorista. O motorista não está fazendo favor em parar na faixa, pois é obrigação dele respeitar essa norma”, destacou o diretor geral do Detran-MA, André Campos.

“Nos atropelamentos, as lesões são mais graves porque a vítima absorve toda a energia, já que o pedestre é a parte mais frágil e vulnerável no trânsito. Os atropelamentos em adultos, quase sempre produzem fratura de membros inferiores com lesões secundárias produzidas pela 2º e 3º colisões. Em crianças, compromete bacia e tronco e ocorre impacto secundário com a cabeça. Os motoristas que está em poder do carro é a parte mais forte e deve ter muito respeito com o pedestre. Todos, pedestres e motoristas, são usuários da via, portanto têm deveres a cumprir”, ressaltou o coordenador de Educação para o Trânsito do Detran-MA, Roberval Lopes.

Acidentes

De acordo com dados do Centro Integrado de Operações de Segurança (CIOPS), da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), no primeiro semestre de 2013 foram registradas a morte de 20 pedestres por atropelamentos na ilha de São Luís. Apesar de o número parecer pequeno, diariamente acontecem inúmeros acidentes não fatais envolvendo pedestres.

Segundo informações do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foram atendidos pelos socorristas do serviço de emergência, até julho deste ano, 431 vítimas de atropelamento na Região Metropolitana de São Luís. Deste total, 253 foram atropeladas por carros de passeio, 136 por motocicletas, 29 por ônibus, 8 por caminhão e 5 por bicicleta. Em 2012, o registro de atendimentos chegou a 787 vítimas de atropelamento.

O Detran-MA apresentou dados relacionados ao número de motoristas que cometem infrações e acidentes. Em 2012, a fiscalização eletrônica registrou 35.239 notificações de motoristas que avançaram o sinal vermelho. O Código Brasileiro de Trânsito considera essa infração como gravíssima e perda de 7 pontos na CNH e mais uma multa de R$ 191,54.

Em 2013, até junho a infração mais cometida foi parar sobre a faixa de pedestre na mudança de sinal luminoso, registrando um total de 632 notificações. A infração é considerada média com perda de 4 pontos na CNH e multa de R$ 85,13. Dentre as causas de acidentes estão a falta de atenção e o uso de celular por parte de motoristas.

Vítimas de atropelamento/faixa etária (janeiro a julho 2013/São Luís)

– 0 a 19 anos: uma morte

– 20 a 30 anos: uma morte

– 31 a 50 anos: 7 mortes

– 51 a 80 anos: 7 mortes

– S/ idade revelada: 4 mortes

* Fonte: CIOPS-SSP-MA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários