Poder

Natalino Salgado implanta ‘ditadura’ na UFMA

Alunos reclamam que acessos à reitoria foram todos bloqueados.

Universitários dizem que só saírão do prédio após serem recebidos pela reitoria da UFMA (Foto: Divulgação/Tamires Morais)

Universitários dizem que só saírão do prédio após serem recebidos pela reitoria da UFMA (Foto: Divulgação/Tamires Morais)

Após passarem a noite acampados na reitoria da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), os cerca de 40 alunos que ocupam o local contam terem sido surpreendidos, nesta manhã (8), por portões trancados, impossibilitando o livre trânsito de entrada e saída, e corte na energia elétrica e na wi-fi.

Portões de acesso à reitoria foram trancados e estudantes permanecem lá dentro. (Foto: Natasha Marques)

Portões de acesso à reitoria foram trancados e
estudantes permanecem lá dentro. (Foto: Natasha
Marques)

“Estamos em cárcere privado”, diz Thamara Layla, membro da direitoria do DCE (Diretório Central dos Estudantes). O principal incômodo é a falta de banheiros, que os estudantes relatam não existirem no prédio da reitoria.

A manifestação começou ontem à tarde, por volta das 16h30, após uma Assembleia Geral dos Estudantes. Eram pedidas melhorias na universidade, tais quais a entrega da Casa Universitária (para receber estudantes de outras localidades), contratação de mais professores e ampliação do Restaurante Universitário.

O objetivo era entregar a pauta de reivindicações para o reitor Natalino Salgado. Como ele não apareceu, os estudantes decidiram acampar no espaço. (DoG1MA).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários