Poder

Grupo empresarial que extraia madeira ilegal foi multado em R$ 30 milhões

A extração ilegal acontecia na reserva biológica do Gurupi, localizado no município de Carutapera, oeste do Maranhão.

De lá a madeira era levada para o Pará com guias de transportes e outros documentos que falsificavam a origem para áreas que o grupo possuía autorização de corte e manuseio.

Em uma única fiscalização foi comprovado o desmatamento de uma área equivalente a 2.600 campos de futebol . O grupo empresaria l foi multado em mais de R$ 30 milhões de reais.
Sem título

O esquema vinha sendo investigado desde 2011 por Policiais Federais do Maranhão, Pará, São Paulo e Distrito Federal.

A operação foi deflagrada com o cumprimento de 29 mandados de busca e apreensão em quatro cidades Paraense são elas Paragominas, Dom Eliseu, Tomé-Açu e Pacajá

As investigações da Polícia Federal levantaram indícios de que a madeira extraída ilegalmente da Reserva ecológica do Gurupi estava sendo exportada para o Estados Unidos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Grupo empresarial que extraia madeira ilegal foi multado em R$ 30 milhões”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. nilo

    mas qual e o nome do grupo?

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários