Poder

Aluísio Mendes não conhece calamidade em cadeias no interior do estado

Juíza comparou cela com canil

“Não existe outra definição a não ser canil. Seres humanos são tratados como cães ali. A cela é tão escura que nem possibilita ver quem está dentro. Há muita sujeira.”

A descrição é da juíza Samira Barros Heluy, responsável por determinar, no dia 10, a interdição das quatro celas que formam a carceragem da delegacia de Miranda do Norte (a 140 km de São Luís).

A magistrada relata que as celas são totalmente escuras, com calor excessivo. Segundo ela, havia lixo acumulado e forte odor de fezes e urina, que atraía muitos urubus.

Cadeia interditada em Mirante do Norte

Cadeia interditada em Mirante do Norte

Os presos passavam o dia sentados ou deitados diretamente no chão, já que não existem colchões ou redes.

Havia quatro presos no momento da vistoria. De acordo com a juíza, não havia água potável para eles. A água usada para beber e para higiene pessoal era armazenada em um caixa destampada.

“A água é muito escura. Não é possível que um ser humano beba aquilo”, disse a magistrada à Folha. “É um local totalmente escuro, insalubre e sem condições de manter seres humanos.”

A juíza comunicou a interdição ao governo do Maranhão e ao CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

Procurado ontem e anteontem, o secretário estadual de Segurança Pública, Aluísio Mendes, não se manifestou sobre a condição da cadeia.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Aluísio Mendes não conhece calamidade em cadeias no interior do estado”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. yzlkzcivp

    xaC6Ip ojwambntrdgs, [url=http://cuoxbbdmggiq.com/]cuoxbbdmggiq[/url], [link=http://puetiggqvidy.com/]puetiggqvidy[/link], http://xkpzezswdmvz.com/

  2. PRAZERES

    AMIGO NETO FERREIRA, O ÚNICO PRÉDIO DA DELEGACIA QUE AGREGA OS DISTRITOS DA POLÍCIA CIVIL AQUI EM BARRA DO CORDA, SE NÃO TIVER UMA INTERVENÇÃO URGENTE, TALVES SEJA TARDE QUANDO ACONTECER, POIS O PRÉDIO ESTAR EM RUÍNAS E EM PÉSSIMAS CONDIÇÕES DE FUNCIONAMENTO PONDO EM RISCOS VIDAS DE DETENTENTOS, AGENTES E DELEGADOS QUE ALI TENTAM TRABALHAR EM PROOL DA NOSSA SEGURANÇA. A BARRA JÁ HÁ TEMPO NECESSITA COM URGÊNCIA DE UM PRÉDIO MODERNO PARA SUPRIR AS NECESSIDADES DE TODOS!

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários