Poder

Ricardo Guterres representa o Maranhão em reunião na Sudene

Ricardo Guterres.

Ricardo Guterres.

O secretário de Estado de Minas e Energia, Ricardo Guterres, representa o Maranhão, nesta terça-feira (13), em Recife, no Fórum Nacional dos Secretários de Estado para Assuntos de Energia (FNSE) no âmbito dos estados da área de atuação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). Das 8h30min às 14h, na sede da Sudene, gestores estaduais e técnicos de diversas áreas discutirão a proposta de criar uma estratégia de planejamento regional para a área de geração e distribuição de energia. A reunião foi articulada pelo superintendente da Sudene, Luiz Gonzaga Paes Landim, e integrantes da direção do FNSE.

Na reunião, secretários estaduais de área de energia devem defender mais apoio do Governo Federal para a Sudene. Para eles, a superintendência deve ser recolocada, novamente, na coordenação da estratégia de desenvolvimento do Nordeste. Desta maneira, será possível definir o significado da energia para a região e acertar a retomada do antigo sonho de viabilizar o Planejamento Energético Regional.

Ricardo Guterres vai defender necessidade de serem realizados leilões regionais e por fonte, pois, a matriz energética nacional está sendo definida por preço de leilão de geração. Ele advertiu sobre o problema da perda de acumulação nos reservatórios das hidrelétricas, daqui em diante, e a necessidade de concentração de térmicas no Nordeste, como já vem ocorrendo no Maranhão, inclusive com óleo combustível e diesel.

Para Guterres, o planejamento decenal da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) precisa ser revisto e esta será uma das discussões na reunião desta terça-feira. A EPE, vinculada ao Ministério de Minas e Energia, tem por finalidade subsidiar o planejamento do setor energético no Brasil, tais como energia elétrica, petróleo e gás natural e seus derivados, carvão mineral, fontes energéticas renováveis e eficiência energética, dentre outras.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários