Poder

Amarante poderá ter uma nova eleição

O município de Amarante continua sem prefeita. A atual gestora reeleita está com o registro negado

Adriana Ribeiro, prefeita de Amarante

Adriana Ribeiro, prefeita de Amarante

No município de Amarante pode ocorrer uma nova eleição, de acordo com a Justiça Eleitoral. Adriana Ribeiro a atual prefeita do município alcançou mais de 50% dos votos, mas está com a candidatura sub-júdice, por suspeita de crime eleitoral.

Em Amarante mais de 20 mil eleitores foram às urnas, mas ninguém sabe quem ganhou a eleição para prefeito, sendo que a candidata Adriana Ribeiro (PV) conseguiu 9.678 votos, não considerados ainda válidos pela Justiça Eleitoral.

A candidatura da atual prefeita teve o registro negado por ter dado reajuste salarial aos servidores da educação durante o período eleitoral, já que é proibido por lei. Adriana Ribeiro recorreu ao TRE, mas o processo ainda não foi julgado.

Já Joyce Marinho candidata (PSD), que substituiu o candidato Marconi Duailibe, que foi enquadrado na lei da Ficha Limpa, obteve 8.972 votos, que representam 44, 58 % mas como não conseguiu metade dos votos válidos não pode ser afirmada eleita.

Segundo a Justiça Eleitoral de Amarante do Maranhão, a situação vai permanecer indefinida até o julgamento da situação da candidata Adriana Ribeiro. Caso a candidata Adriana Ribeiro não obter manter o registro da candidatura no TRE ou no TSE, haverá uma nova eleição em Amarante.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Amarante poderá ter uma nova eleição”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. marcus

    seu secretario de saude de vigilancia sanitaria poliana nao quer deixar os optometritas trabalharem na cidade assim fazendo um monopolio na cidade…. a secretaria alega que o optometrista nao pode atender por que nao é medico… sim mais ele nao é mesmo… ele so identifica doencas e encaminha ao oftalmologista….o optometrista trabalha com a luz ou seja nao passa colirio e nem invade a area do medico que é fazer cirurgia e sim faz o atendimento primario da visao ou seja, se a pessoa estiver com problemas em enxergar e o optometrista identificar que nao é doenca alguma catarata por exemplo ele passarar um oculos para a correcao da visao…. entao avalie esse caso pq tem lei que protege o optometrista….na lei… decreto de 1932 reconhece o optometrista asim ele podendo passar o grau ou seja corrigindo a visao com oculos….. e eu ouvi dizer que essa poliana tem alguma coisa com o pessoal da otica para a venda de oculos e consultas vista pagas pela prefeitura… por isso nao quer deixar o optometrista trabalhar na cidade… para fazer essa reserva de mercado….quem le isso passe a diante para que para que injustica nao seja feita….. pessoas que se aproveita de prefeitura e pode para fazer esse tipo de lavagem de dinheiro…. sendo que consultas vista estao sendo pagas pela preituras e oculos sendo casados ou seja venda casada.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários