Poder

Falsos dentistas são presos em Zé Doca

Uma ação da Polícia Civil de Zé Doca prendeu duas pessoas suspeitas de exercer ilegalmente a profissão de dentista na cidade. As ações foram coordenadas pelos delegados José Raimundo Batalha, titular da Delegacia de Cândido Mendes, e Murilo Tavares, de Maracaçumé.

A ação deu cumprimento a três mandados de prisão, busca e apreensão nos locais onde funcionavam os consultórios dentários dos suspeitos.

As ordens judiciais foram embasadas nas denúncias feitas pelo Conselho Regional de Odontologia (CRO) ao Ministério Público. De acordo com o CRO, em Zé Doca, várias pessoas estariam realizando diversos serviços odontológicos, desde higiene bucal até intervenções cirúrgicas, com a colocação de prótese, sem ter formação profissional.

As apreensões foram feitas nos consultórios de Francisco Alves de Sousa, de 58 anos (Rua da Estrela, nº42, Centro). No local, foram apreendidos diversos materiais como dentes extraídos, produtos químicos, além de equipamentos diversos. Segundo o delegado Murilo Tavares, o falso dentista exercia a função desde a década de 1970.

A segunda apreensão foi no consultório de José Filho Ribeiro da Silva, na (Avenida Coronel Stanly Fortes Batista, s/n, Centro). Só a mulher dele estava no local.

O terceiro falso dentista foi José Arcanjo Filho, 54 anos, com o consultório funcionando na Avenida Cel. Stanly Fortes Batista, Nº 2132.

Francisco Alves de Sousa e José Arcanjo Filho foram conduzidos à delegacia, onde assinaram um Termo Circunstancial de Ocorrência (TCO), e liberados em seguida. José Filho Ribeiro da Silva deve ser intimado na próxima segunda-feira (30).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários