Poder

Deputado anuncia projeto para compensar famílias da Vila Nova dos Martírios

Parlamentar esclareceu que a questão caminha para um desfecho digno e humano.

O deputado Antônio Pereira (DEM) anunciou nesta quinta-feira (31), depois de participar de reunião da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Assembleia Legislativa com executivos da Mineradora Vale, que a Empresa Susano Celulose vai apresentar um projeto de compensação social e econômico, para resolver os problemas enfrentados por cerca de 100 famílias e lavradores, expulsos de suas terras nos povoados “Cuverlândia” e “Deus Proteja”, localizados no município de Vila Nova dos Martírios.

O democrata adiantou que ficou acertado que a Vale vai intermediar a execução do projeto de compensação, que será  apresentado em no máximo 60 dias, na próxima reunião da Comissão de Direitos Humanos  da Assembleia Legislativa com executivos da Vale e da Suzano. Antes da execução do projeto, será feito um minucioso levantamento da área em questão, para saber a quantidade de pessoas que serão incluídas socialmente e economicamente no projeto de agricultura familiar da Suzano.

Antônio Pereira esclareceu que a questão dos lavradores de Vila Nova dos Martírios caminha para um desfecho digno e humano. Segundo ele, com a inclusão social, as famílias finalmente poderão trabalhar  para garantir o sustento de suas famílias. “Os lavradores estão enfrentando sérios problemas, porque foram expulsos de usa terras, onde praticavam a agricultura de subsistência. O município de Vila Nova dos Martírios também enfrenta um problema social sem precedentes”, afirmou.

O advogado da Vale, Rômulo Nelson elogiou a proposta do deputado Antonio Pereira que, na avaliação do executivo atende os anseios da comunidade que o parlamentar representa na Assembleia . ‘Vamos levar a proposta à Suzano, que é a proprietária e ocupa a área em questão com seus projetos desde 2008.  Queremos deixar bem claro que não somos contra os lavradores. A intenção da Vale é intermediar a solução da questão com a Suzano e resolvê-la da melhor forma possível”, disse.

Também participaram da reunião o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia, deputado BIra do Pindaré (PT),  o deputado  Eduardo Braide (PMN),  a deputada Vianey Bringel (PMDB) e os executivos da Vale,  Vanessa Tavares e Carlos Jorge Marcelo. Ambos elogiaram a proposta do deputado Antônio Pereira. Os executivos da Suzano não puderam comparecer á reunião, por causa de problemas no Aeroporto de Imperatriz, que desde ontem cancelou os vôos por problemas técnicos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários