Poder

Deputado Marcos Play é alvo de investigação da Polícia Federal

Portal o Dia

Deputado Marcos Caldas

Deputado Marcos Caldas

A partir das investigações da morte da estudante Fernanda Lages, a Polícia Federal começa a colher indícios de outros crimes, que podem ser o pano de fundo do suposto assassinato. A existência de uma rede de prostituição por trás da morte da estudante já ganha contornos reais. A PF chegou a pelo menos dois deputados estaduais do Maranhão que supostamente conhecem a estudante Nayra Veloso, a Nayrinha, presa no último dia 15, e que teriam ligação com um esquema de garotas de programa de luxo em Teresina.

Segundo informações, um dos deputados que estão na mira da PF seria o vice-presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Marcos Caldas (PRB), o Marcos Play. Ele assumirá, no próximo dia 07, o governo daquele Estado, por dez dias, em função de uma viagem da governadora Roseana Sarney (PMDB) aos Estados Unidos.

A PF está investigando, ainda, a ligação do escritório de advocacia “Francisco Ramos e Ronaldo Ribeiro”, de São Luís (MA), responsável pela defesa de Nayrinha, com esses deputados e a suposta rede de prostituição.

Paula, Fernanda e Nayrinha (Foto: Mágnum Rógeres/PortalODIA.com)

Paula, Fernanda e Nayrinha (Foto: Mágnum Rógeres/PortalODIA.com)

Ronaldo Ribeiro, dono do escritório, é advogado e amigo pessoal do deputado Marcos Caldas. Ronaldo diz que os dois vinham a Teresina com frequência. “Além de ser advogado dele, o Marcos Caldas é meu irmão, meu amigo pessoal. A gente já esteve várias vezes em Teresina juntos. Ele é do município de Brejo, que é muito próximo de Teresina, e eu tenho negócios aí, parcerias com outros escritórios de advocacia”, afirmou.

De acordo com Ronaldo, a última vez que os dois estiveram na capital de Piauí faz 3 ou 4 meses. O advogado disse que ele e o deputado ficavam hospedados sempre num luxuoso hotel da cidade e costumavam frequentar boates na capital. “Temos muitos amigos em Teresina, os meninos donos das boates. A gente sempre gostou de ir a Teresina. Não vamos negar, não. Tenho mais amigos em Teresina do que em São Luís”, disse.

Ronaldo reafirma que conheceu Fernanda Lages e que é amigo de Nayrinha e de outras garotas que faziam parte do círculo de amizade da vítima. “Eu conheci a Fernanda através da Nayra, que eu já conhecia há cerca de 2 anos; já a Fernanda, há pouco tempo. Eu tive, na realidade, uns dois contatos com a Fernanda, só, em Teresina mesmo. Mas não tinha muito contato de amizade com ela, não; com a Nayra, sim. A Nayra, depois da nossa amizade, até já veio a São Luís, a nosso convite. A gente tinha uma amizade bacana. Ela é uma pessoa gente fina”, contou.

Quando informado do rumo que as investigações da PF estão tomando, Ronaldo reage: “Eu acho que a Polícia Federal devia estar se preocupando era em dar resposta à sociedade e não fazer uma ilegalidade de prender uma menina dessa (Nayra) ou perder o tempo deles investigando o meu escritório ou propriamente o deputado Marcos Caldas”.

De acordo com informações obtidas por ODIA, Marcos Caldas teria estado em Teresina no dia da morte de Fernanda. Ele teria se hospedado nesse mesmo hotel onde costumava ficar e recebido, nesse dia, garotas de programa. Essas mulheres seriam amigas de Nayrinha.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Deputado Marcos Play é alvo de investigação da Polícia Federal”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Rodrigo Ramar

    EU FICO ME PERGUNTANDO… O CARA É CONDENADO O MPF-MA DIVULGA A CONDENAÇÃO DIZENDO QUE O CARA TEM Q DEVOLVER A GRANA E QUE PERDERÁ O CARGO QUE OCUPA, E SABE O QUE ACONTECE DE VERDADE???… NADA, NADICA DE NADA, O CARA FICAR SORRINDO DO MPF-MA EU JÁ LI UMAS DEZENAS DE CONDENAÇÕES INÚTEIS COMO ESSA E OS POLÍTICOS SEMPRE DÃO UM JEITO EM FICAR IMPUNES ATÉ QUANDO SERÁ ASSIM??????????????

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários