Poder

Arte de João Ewerton inova alegorias da Flor do Samba

João Ewerton trabalhando na produção das alegorias da Flor do Samba

João Ewerton trabalhando na produção das alegorias da Flor do Samba

O artista plástico João Ewerton entrega na manhã deste sábado, 18, às 10h, as criativas alegorias que a Escola de Samba Flor do Samba conduzirá o enredo “São Luís: A Flor do Maranhão”, no desfile oficial deste ano. Responsável pela concepção artística, produção e tecnologia dos cinco carros alegóricos da Escola, Ewerton anuncia que, em defesa do meio-ambiente, abriu mão do uso de isopor nas alegorias.

Em parceria com o diretor de carnaval, Domingos Lopes, João Ewerton vem trabalhando diuturnamente para a Flor do Samba fazer um carnaval criativo e diferenciado na passarela. O samba-enredo deste ano é assinado por Gilvan Mocidade, Zé Lopes, Tunai e Oró do Pandeiro e será interpretado por Luis Carlos Vovô durante o desfile que acontecerá nas primeiras horas desta segunda-feira, 20.

 “As alegorias da Flor do Samba pontuarão momentos da história e da formação étnica de São Luís e do Maranhão”, explica Ewerton. “Trabalhamos uma visão onírica, reestruturando a história da cidade com um feeling poético da Ilha, a partir da visão de Gonçalves Dias, passando pela questão da Athenas Maranhense, das etnias africana, indígena e européia e dos povos que constroem essa nossa cidade”, disse Ewerton.

 “As alegorias valorizam ainda o tambor, que é à base dos ritmos africanos e indígenas, presentes em nosso dia a dia nas batidas do tambor de crioula, cacuriá e bumba-meu-boi”, observa Ewerton. O artista antecipa ainda que as alegorias terão efeitos luminosos. “A luz dará um brilho especial na projeção das alegorias e adereços da Flor do Samba. Ao todo, 42 pessoas trabalham no Barracão da Flor do Samba.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários