Poder

Salário mínimo acumula aumento real de 65,96% em dez anos

A política de valorização do salário mínimo levou a um aumento real de 65,96% em dez anos, beneficiando diretamente cerca de 48 milhões de pessoas que têm sua renda vinculada ao valor do piso nacional.

Como parte dessa política, o aumento deixou de ser no Dia do Trabalhador, 1º de maio, para passar a vigorar já no primeiro dia do ano. O novo salário mínimo de R$ 622 vai injetar R$ 47 bilhões na economia brasileira, de acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

O deputado Domingos Dutra (PT-MA) comemorou o dado e destacou o conjunto de políticas implementadas pelos governos Lula e Dilma para reforçar ainda mais os ganhos dos trabalhadores. “O salário mínimo definido na Constituição Federal é uma utopia, já que, por maior que seja esse valor, não atenderá plenamente as necessidades dos trabalhadores.

No entanto, nos últimos nove anos de governo do PT, houve um esforço gigantesco para garantir os aumentos reais do salário mínimo”, avaliou.

Para o deputado Sérgio Barradas Carneiro (PT-BA), é através de medidas como essa que o PT se diferencia dos demais partidos na forma de governar.“A política de valorização do salário mínimo é um exemplo prático do que é um partido comprometido com o povo brasileiro.

O aumento do mínimo tem um impacto muito positivo na economia do Brasil inteiro e é o nosso principal instrumento de distribuição de renda”, disse Carneiro.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários