Poder

Vereadores reúnem e discutem o afastamento de Lisboa da prefeitura de Bacabal

Blog do Louremar

Prefeito de Bacabal Raimundo Lisboa

Prefeito de Bacabal Raimundo Lisboa

Depois da decisão que suspendeu os direitos políticos do prefeito de Bacabal, Raimundo Lisboa, um grupo de vereadores entrou em ação.

Marcaram uma reunião secreta, em local não divulgado, para discutir sobre a possibilidade de afastar o prefeito.

O pedido de afastamento foi um dos itens pedidos no processo. O Ministério Público entendeu que seria pertinente afastar o Prefeito de suas funções. No julgamento da Ação Civil, o juiz entendeu que não era necessário.

Os vereadores estão com a papelada . Há vereador governista no grupo que se reuniu. Uma fonte do Blog afirmou que dentro das próximas horas o grupo poderá crescer com a adesão de outros parlamentares.

O principal argumento é de que o Prefeito comprovadamente cometeu um crime e está impossibilitado de adminsitrar o município. Um vereador comentou “o prefeito não está nem aí pra nada. Quem administra o município é o advogado Rogério. Por isso chegou nesse ponto aí”

O Blog já adiantou essa história em outubro no post “Quem é que administra Bacabal”.

Taugi Lago assumir é um risco

O problema discutido na reunião dos vereadores foi o nome de quem deve assumir no afastamento de Lisboa. Taugi Lago é a vice-prefeita. Mas se assumir poderá mudar o rumo da sucessão municipal.

Hoje Taugi não tem potencial eleitoral. Tem um grupo que faz barulho e divulga seu nome. Um grupo que tem esperança de que o senador João Alberto a indique para concorrer à sucessão de Lisboa.

Esperança é diferente de certeza. Depois da aproximação de João Alberto com pecuarista Zé Alberto Veloso e diante do silêncio do Senador sobre a aliança Lisboa/Zé Vieira, o grupo não tem certeza absoluta de que o “carcará” possa indicar Taugi.

Caso ela assuma a prefeitura, poderá pavimentar com tranqüilidade o caminho para a campanha eleitoral. Os vereadores discutem se vale a pena correr esse risco.

Manoel da Concórdia seria beneficiado

O vereador Manoel da Concórdia, presidente da Câmara, seria beneficiado com o afastamento de Lisboa. Ele seria a pessoa a quem Taugi Lago teria que ouvir atentamente Bem relacionado com os colegas, Manoel é um nome bem visto. Um vereador afirmou que seria melhor tê-lo como interlocutor dos problemas do legislativo do que aquilo que acontece hoje, quando os vereadores tem que se reportar ao advogado Rogério Alves que, por sua vez, mantém o prefeito Lisboa “blindado” até em relação aos vereadores.

Resta aguardar os acontecimentos. No mundo da política tudo é possível.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários