Maranhão

Recadastramento biométrico em São Luís não será prorrogado, diz TRE

20131120100830512107e

A enorme fila registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Beira Mar, na manhã de ontem, tem se repetido com a proximidade do encerramento do prazo para o recadastramento biométrico obrigatório. Até o momento, 63% dos eleitores no Maranhão já procuraram os postos autorizados para ficar em dias com a Justiça Eleitoral. São nove postos distribuídos na capital, além dos cinco postos espalhados nos municípios do interior. O prazo encerra dia 19 de dezembro, não haverá prorrogação, garante o Tribunal Regional Eleitoral (TRE). “Quem não recadastrar terá o título de eleitor cancelado”, alerta a supervisora de atendimento do TRE-MA, Silvana Pereira.

Por dia, a média é de 1.500 atendimentos, segundo o TRE, que podem ser feitos das 8h às 18h, diretamente nos postos autorizados ou agendando pelo site do Tribunal e também no próprio local. Os pontos de recadastramento são os Vivas da Praia Grande, João Paulo e Jaracaty; nos shoppings São Luís, Rio Anil e da Ilha; no CSU da Cohab; e Praça Maria Aragão, onde é preciso marcar o dia de atendimento. Já no posto da Associação de Moradores da Vila Janaína e na sede do TRE, na Beira Mar, são atendidos pessoas que agendaram ou que se dirijam diretamente ao local, além das prioridades – idosos, gestantes, mulheres com criança de colo. Os demais postos são em Barra do Corda, Fernando Falcão, Jenipapo dos Vieiras, São José de Ribamar e Timbiras.

Os eleitores têm optado pelo agendamento para diminuir o tempo de espera. A dona de casa Elizabeth Oliveira, 35 anos, teve a ajuda da cunhada para agendar e achou bem mais tranquilo o processo. “É melhor porque resolve online e chegando aqui já fica na sala aguardando, sem precisar enfrentar uma enorme fila”, disse ela. Já a doméstica Maria de Jesus Sousa, 54 anos, que veio da Vila Luizão nas primeiras horas da manhã para acertar a situação com a justiça eleitoral, estava feliz por ter recebido o título em dias. “Tem que regularizar, porque se a gente precisa fazer qualquer coisa e pedem o Título e a pessoa não tem, é um problema”, disse ela, que considerou o atendimento “rápido e bem organizado”.

O número de agendamentos ultrapassa os 70% do total de atendimentos – cerca de 1.100 por dia. A supervisão atribui a escolha à praticidade para realização e garantia de atendimento mais rápido. Sem agendar o tempo de espera pode ultrapassar três horas, já agendando, o eleitor pode ser atendido em até uma hora. No Tribunal são 22 atendentes treinados para o recadastramento. O TRE estuda a possibilidade de realizar plantões no fim de semana, a fim de atender toda a demanda até o prazo estipulado. “Mas, não há nada definido neste sentido. A orientação é que as pessoas compareçam no prazo”, alerta a supervisora, Silvana Pereira. Sem o Título de Eleitor, a pessoa é impedida, entre outros, de tomar posse em cargo público e tirar passaporte.

Como fazer

Para agendar, o eleitor pode acessar o site do TRE e será gerado um protocolo com o dia e local de atendimento; no local o usuário apresenta o protocolo e recebe uma senha para realizar o recadastro. Indo diretamente ao local, basta pegar a senha e aguarda na fila para entrar no posto. Um processo um pouco mais demorado e cansativo, segundo avalia a supervisora Silvana Pereira. Os documentos exigidos são carteira de identidade e comprovante de residência originais para o recadastro.

Caso o usuário vá fazer transferência de título ou primeiro cadastramento deve ter em mãos, além dos originais, as fotocópias. Para transferências é exigido o comprovante de residência de três meses antes do processo, a fim de comprovar permanência domiciliar, conforme exige a Lei Eleitoral, sob pena de ter o Título indeferido. Para alistamento levar originais e cópias e quitação militar (para homens nascidos até 31.12.1995). Informações pelo 0800.098.5000 / 2107.8605 (recepção TRE) ou pelo site: www.tre-ma.jus.br.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Recadastramento biométrico em São Luís não será prorrogado, diz TRE”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. LUCAS EMANUEL

    QUANDO É QUE VÃO VIM EM CODÓ, PQ AQUI FOI DESCOBERTO A MAIOR FRAUDE ELEITORAL JA EXISTIDA EM TODO BRASIL, PELO BINE FIGUEIREDO E O FILHO CAMILO FIGUEIREDO OS DOIS PROMOTORES VIRAM TUDO E NÃO FIZERAM NADA, ATE AJUIZA DA EPOCA ESTAVA COM OS FRAUDADORES PODE ISO.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários