Categorias

Lago diz que deputados não brigam pelos professores e leva invertida de Roberto Costa: “desrespeitoso”

Os deputados estaduais Roberto Costa (MDB) e Rodrigo Lago (PCdoB) trocaram farpas durante o debate sobre a polêmica que envolve o pagamento de honorários para advogados com dinheiro dos precatórios dos professores. A discussão foi acalourada e ocorreu na sessão de quarta-feira (15) na Assembleia Legislativa.

Lago subiu a tribuna para questionar o fato do seu requerimento, sobre a criação de Comissão Especial para tratar da defesa professores contra a ação dos advogados do Sinproessemma que desejam abocanhar 15% dos precatórios do profissionais, ter sido rejeitado pela maioria dos deputados da Casa.

“Porque eu queria defender os professores. Eu quero que a Assembleia realize esse debate público, que diga à sociedade, mas também diga às autoridades constituídas, especialmente, ao Supremo Tribunal Federal, ao procurador-geral da República, à União Federal, que está atuando em defesa dos professores. E aí eu me surpreendo uma audiência pública que nós já fizemos tantas e tantas vezes, aqui nesta Casa, é indeferida”, disse.

E completou: “Ao que tudo indica, a Assembleia, e eu tenho que preservar os deputados que se manifestaram em defesa dos professores, mas, majoritariamente, a Assembleia não quer comprar a briga em favor dos professores.”

Roberto Costa não gostou do posicionamento do colega sobre a atuação dos parlamentares no caso em questão e partiu para cima do comunista.

Para o emmedebista, Lago precisa ter respeito pelos deputados e acusou o colega de está tentando se apoderar de um discurso que não ajuda os professores. “Sei que a gente, quando entra em um movimento, em uma mobilização, apesar de não ter olhado Deputado Rodrigo nas mobilizações de professores, como eu disse, eu olhei o Deputado Wellington debaixo de sol com os professores, mas tenta se apoderar de um discurso que não ajuda em nada concretamente os professores.”

Costa disse ainda que Rodrigo fez o discurso apenas porque apresentou o requerimento e que nunca atuou de fato em prol dos professores.

“Ele fez um discurso porque ele fez um requerimento. Todos nós aqui, eu defendo o direito dos professores, todos os deputados que compõem esta Casa, em nenhum momento, se posicionaram de forma contrária. Agora, não é levantando leviandade contra os deputados que vai se firmar como “dono da criança”. Não tem condição! Deputado Rodrigo, me desculpe, o senhor volta a esta tribuna tentando manter o mesmo discurso que já foi desqualificado por esta Casa. Se tivéssemos que fazer um levantamento aqui, nesta Casa, de discursos de requerimentos em defesa do professor, o senhor estaria em último lugar porque o senhor só veio falar de professor agora”, criticou.

E completou: “Mas a forma que o senhor tem atuado aqui em relação a isso está ficando desproporcional, está ficando apelativo, está ficando desesperador em querer se apossar de um discurso que o senhor não tem legitimidade, a sua história não dá essa legitimidade.”

O deputado do PCdoB fez um aparte no discurso do emmdebista e classificou a crítica como “escolinha do professor Roberto Costa”.

“Não é a primeira vez. que tenta lecionar a mim sobre o mandato de parlamentar. Então eu fico muito feliz de saber que existe a escolinha do professor Roberto Costa, posso me inscrever, com certeza, se Vossa Excelência me convidar, novamente, para aprender a ser deputado. Quero dizer também a Vossa Excelência que Vossa Excelência não tem autoridade para deslegitimar o meu mandato”.

E Roberto Costa rebateu: “Deixa eu lhe dizer só um detalhe: Primeira coisa, não tem escolinha do professor Roberto, agora aqui nesta tribuna, nesta Casa, o senhor não vai fazer o circo do Deputado Rodrigo. Porque o que o senhor está tentando, me desculpa, o senhor foi desrespeitoso, desrespeitoso”.

2 thoughts on “Lago diz que deputados não brigam pelos professores e leva invertida de Roberto Costa: “desrespeitoso”

  1. E as denúncias no MP e judiciário contra o Coronel Célio Roberto …
    Engavetaram ..? Ou esqueceram ?

    Até quando a sociedade e os bombeiros vão sofrer ?

    Às vezes nem tudo o que parece ser , é…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *