Judiciário

Flávio Dino critica aprovação da PEC da Bengala

A aprovação da PEC 457/2005, conhecida como ‘PEC da Bengala’, que aumenta o limite da aposentadoria compulsória de 70 para 75 anos, foi criticada pelo governador Flávio Dino, durante a solenidade de posse da nova Diretoria Executiva e Conselho Fiscal da Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA), na noite desta sexta-feira. A PEC foi aprovada na última quarta-feira (4), em primeiro turno, pela Câmara Federal.

O governador Flávio Dino considera que aumentar em cinco anos a aposentadoria compulsória de magistrados imobiliza a carreira e impede a oxigenação jurisprudencial dos tribunais. Além disso, destaca que a aprovação da PEC é contrária à lógica republicana, pois representa um obstáculo à modernização no ambiente do Judiciário.

De acordo com o governador, apenas motivações políticas levaram à aprovação da PEC 457/2005. “Nada justifica que alguém, por mais genial e brilhante que seja, exerça uma função eterna nos tribunais superiores. Isso é intolerável”, afirmou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Flávio Dino critica aprovação da PEC da Bengala”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Nilo

    Certíssimo o Flávio Dino. Aos 70 anos de idade as pessoas tem que se aposentarem e desocupar a moita para os mais novos.

  2. antonio neto

    Sr Governador, ou sr enquadra sua “BASE ALIADA” aqui do estado , ou nada feito!!

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários