Geral

Irregularidades: comissão decide anular concurso em Matões do Norte

A Comissão Especial de Organização e Realização do Concurso Público de Matões do Norte decidiu pela anulação do certame diante das acusações de irregularidades identificadas pelos candidatos. A principal reclamação é de que as provas não tinham autenticidade e foram quase 100 por cento plagiadas.

Por meio de um documento publicado pela Secretaria Municipal de Administração e Finanças (SEMAF), os organizadores afirmam que foram surpreendidos com a clara indicação de que houve cópia direta de questões de provas, tanto de língua portuguesa, quanto de conhecimentos específicos. De acordo com o comunicado, a instituição reconhece que grande parte das questões foram retiradas de concursos realizados país afora.

A secretaria também explica que foram convidados professores universitários para a elaboração das provas, e que a organização só teve a missão de conferir o gabarito, para saber se o mesmo estava comtemplado dentro dos conteúdos programáticos previstos no edital.

“A Comissão Especial de Organização e Realização do Concurso Público de Matões do Norte decide acatar os recursos interpostos que pedem a nulidade das provas e anular todas as provas aplicadas nos dias 19 e 20 de abril”, diz um trecho do comunicado.

O concurso oferecia vagas para níveis fundamental, médio e superior. Houve relatos de que alguns candidatos acertaram todas as questões, gerando suspeitas de que estariam sendo beneficiados. No entanto, outros candidatos que se sentiram lesados procuraram o Ministério Público para denunciar as irregularidades. “Queremos que os responsáveis sejam penalizados por improbabilidade administrativa ou crime de plágio (crime de direito autoral)”, disse um deles.

image


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários