Crime

Estelionatários são presos em Santa Inês

Em Santa Inês, 3 pessoas foram presas com diversos cartões bancários de benefícios previdenciários falsos.

Segundo a polícia, Fávio Fernandes Frota, Francisco Jesus Monteiro e Leidiane Pereira estavam em uma quitinete quando foram detidos.

Com eles foram encontrados 30 cartões bancários, entre eles da previdência social e do bolsa família, além de diversas identidades aparentemente falsas e a quantia de R$ 1.300,00.

Eles foram autuados em flagrante pelos crimes de associação criminosa e estelionato previdenciário.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Polícia prende grupo em flagrante tentando roubar piscina de fibra em Timon

Doze pessoas foram presas em flagrante em um sítio no povoado Glória, zona rural de Timon, no domingo (22). O grupo foi preso em uma operação do 11º Batalhão da Polícia Militar do Maranhão enquanto tentava roubar uma piscina. A ação ocorreu por volta das 16h30.

De acordo com o coronel Horman Schneider, comandante do 11º BPM, a prisão é resultado de um trabalho minucioso de investigação.

“Nós soubemos que esse bando vinha atuando há cerca de dois meses e colocamos o serviço de inteligência para monitorá-los. Nós efetuamos a prisão em um sítio no povoado Glória, onde os suspeitos tentavam roubar uma piscina de fibra. Quando chegamos, a piscina já estava em cima de um caminhão”, relatou.

O coronel Schneider afirmou, ainda, que o grupo já havia roubado outra piscina anteriormente, fato que chamou a atenção do serviço de inteligência da Polícia Militar. Com o bando, foram encontrados ainda celulares, uma motocicleta, uma caminhonete, ferramentas de escavação e corte, dentre outros itens.

Os suspeitos foram encaminhados para a Central de Flagrantes, onde foram autuados e alegaram que estavam retirando a piscina para fazer manutenção. Contudo, em depoimento, um dos presos confessou que a piscina seria levada para uma casa no povoado Gameleiras.

A PM constatou que quatro dos doze suspeitos eram adolescentes, que foram apreendidos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Polícia afirma que bebê sofreu abuso sexual; pais estão presos

O inquérito da Polícia Civil concluiu que a bebê Heloísa, de apenas 51 dias, sofreu abuso sexual e tortura antes de morrer. Os pais sãos os principais suspeitos do crime hediondo. Eles foram presos no dia 2 de julho em Dom Pedro.

Uma testemunha relatou que viu o pai colocando um cotonete no órgão sexual da menina que chorava, de acordo com as investigações do delegado substituto da regional de Presidente Dutra, João Marcelino.

A mãe da bebê, Natália Carneiro de Oliveira, de 18 anos, responderá por homicídio qualificado e tortura e ficará o presídio de Timon. O pai, por sua vez, por ser menor de idade, foi apreendido e transferido para um Centro de Juventude em São Luís.

Entenda

Segundo informações policiais, o pai levou a criança para o hospital na noite de 2 de julho. Na unidade, foram observadas marcas de agressões na bebê. Sem acreditar na versão dos pais, o médico acionou a polícia. Os dois foram conduzidos à delegacia.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Polícia prende um dos acusados de mandar decapitar presos em Pinheiro

Na quarta-feira (18), João Batista Silva Mendes, conhecido como “Escobar”, foi apresentado na Secretaria de Segurança Pública. Ele é um dos responsável por ordenar a decapitação de presos durante a rebelião na Delegacia de Pinheiro em 2011.

Segundo informações policiais, ele foi preso na zona rural da cidade de Guimarães. De acordo com o delegado Armando Pacheco, titular da Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), “Escobar” é altamente perigoso.

“Há algum tempo o Escobar foi liberado, de forma até equivocada, pelo sistema penitenciário, tendo em vista que ele possuía um outro mandado de prisão em aberto pela comarca de Guimarães. Para se ter uma ideia do perigo que ele representa para aquela região, ele foi uma das pessoas que ordenou aquelas decapitações ainda em fevereiro de 2011, na rebelião que houve em Pinheiro. Ele era um dos líderes que estava em Pedrinhas ordenando essas mortes”, explicou o delegado Armando Pacheco, em entrevista coletiva na sede da SSP, em São Luís.

Ainda segundo o superintendente da SPCI, Escobar tem uma longa cha criminal, pois já foi integrante de uma facção criminosa, tem várias passagens por tráfico de drogas no interior do Estado e em São Luís, além disso, ele foi mandante de algumas mortes no interior do Estado e financia roubos a instituições financeiras e postos de combustível.

Na companhia de Escobar, a polícia encontrou Leandro Cordeiro da Silva, contra o qual havia um mandado de prisão por roubo no Distrito Federal. Eles estavam na casa de Josenildo Moreira Ferreira, o qual também foi preso por estar em posse de drogas.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Casal é preso por envolvimento no “Golpe do WhatsApp”

A Polícia Civil do Maranhão prendeu na tarde desta quarta-feira (18), na zona rural da cidade de São Vicente de Férrer, Erick Raphael dos Reis Teixeira e Ivanilde Nogueira Amaral. Os dois estavam foragidos e são suspeitos de fazer parte de uma quadrilha especializada em clonar linhas de telefone móveis através do aplicativo Whatsapp e que fez autoridades dos Poderes Legislativo e Executivo como vítimas.

De acordo com a polícia, o bando clonava as linhas telefônicas, se passavam pelas autoridades e pediam dinheiro aos contatos salvos no chip. Eles alegavam que tinham seu limite de transferência bancário excedido e solicitavam que a pessoa da lista de contatos fizesse uma transferência complementar para uma conta dada pelo falsário.

Em alguns casos os golpistas encaminhavam boletos a serem pagos pelas vítimas, que acreditavam estar fazendo um favor. Os suspeitos clonaram os aparelhos da governadora do estado do Paraná, Maria Aparecida Borghetti, além de vários deputados federais, estaduais e Ministros de Estado.

Em março deste ano, os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Carlos Marun (Secretaria de Governo) e o ex-ministro Osmar Terra (Desenvolvimento Social), todos do MDB, tiveram os telefones fraudados e pediram investigação policial sobre o caso.

Segundo os relatos dos ministros, mensagens foram enviadas aos contatos deles por meio do aplicativo WhatsApp com pedidos de depósitos bancários. A organização criminosa também aliciava laranjas para abrir contas e receber as transferências bancárias da lista de contatos das vítimas.

Outras prisões

A operação desta quarta (18) foi em continuidade da Operação Fraud, deflagrada na terça (17), e que prendeu em São Luís quatro suspeitos de integrar a quadrilha que aplicava golpes pelo aplicativo Whatsapp.

Dentre eles estava Leonel Silva Pires Júnior, que seria o chefe da organização. Segundo a polícia, ele teria utilizado a sua empresa para conseguir chips e trocar. Leonel cancelava o chip real e resgatava no chip normal.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Homem é preso suspeito de estuprar menino de 4 anos em Turiaçu

Na noite de terça-feira (18), um homem identificado como Ítalo Pereira, conhecido como Dudu, de 20 anos, foi preso, em Turiaçu, suspeito de estuprar um menino de quatro anos.

Segundo informações, a prisão de Ítalo se deu após o pai da criança encontrar o homem sozinho com o seu filho em um matagal.

Ao ser questionada, a criança confirmou que tinha sido vítima de violência sexual pelo suspeito. Em seguida, a Polícia Militar foi acionada e prendeu em flagrante delito o criminoso.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Líder de quadrilha que aplicava golpes em deputados via WhatsApp é preso em São Luís

Nesta terça-feira (17), Leonel Silva Pires Júnior foi preso, no Condomínio Ilhas Gregas, em São Luís, após ser apontado como um dos líderes da organização criminosa que aplicou golpes via WhatsApp em ministros do governo Temer e em deputados estaduais do Maranhão.

Além de Leonel, foram detidos Ana Lúcia Miranda Rocha, Erick Raphael Reis Teixeira, Eloah Christina Araújo Machado, Ivanilde Nogueira Amaral, Marksuel Pereira de Sousa, Rudson Januário Serra e Thatielle Cristina Cordeiro Silva.

As prisões ocorreram após as Polícias Federal e Civil desencadearem uma operação contra uma quadrilha especializada em aplicar golpes por meio do aplicativo de troca de mensagens WhatsApp. O grupo clonava os números telefônicos para a realização de transferências financeiras.

No Maranhão, entre as vítimas estão os deputados estaduais Valéria Macedo, Adriano Sarney, Vinícius Louro e Josimar de Maranhãozinho. Outra vítima teria sido a governadora do Paraná, Maria Aparecida Borghetti.

Em março deste ano, os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Carlos Marun (Secretaria de Governo) e o ex-ministro Osmar Terra (Desenvolvimento Social), todos do MDB, tiveram os telefones fraudados e pediram investigação policial sobre o caso.

Batizada de “Swindle” (fraude em inglês), a operação tinha como objetivo o cumprimento de cinco mandados de busca de apreensão e dois de prisão preventiva, nos estados do Maranhão e Mato Grosso do Sul, expedidos pela Justiça Federal em Brasília.

De acordo com a Polícia Federal, o grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas “emprestadas” para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, nos quais os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por elas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Mulher é morta a pauladas pelo ex-marido em Miranda do Norte

Um crime bárbaro chocou os moradores do povoado Pindoval, em Miranda do Norte, na manhã de quarta-feira (31).

Segundo informações policiais, um homem identificado como José Domingos Lopes, 26 anos, assassinou a ex-mulher a pauladas na cabeça

O suspeito, segundo investigações, não aceitava o término do relacionamento. Após o crime, Zé Domingos fugiu, mas foi capturado e preso.

A vítima tinha dois filhos com o acusado que foi encaminhado à Unidade Prisional de Ressocialização de Itapecuru-Mirim. Ele já tinha passagem pela polícia por vários crimes, inclusive por roubo.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Empresário é preso por furto de energia elétrica no Maiobão

Um empresário foi preso na manhã desta quarta-feira (31) pela Superintendência Especial de Investigações Criminais por furto de energia elétrica. Wanderson Gomes Cutrim foi pego na Operação Pau no Gato, em Paço do Lumiar.

Cutrim é dono de um frigorífico no bairro do Maiobão, ele foi preso em flagrante por ‘gato’ e levado para a sede da SEIC, no bairro de Fátima.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Mulher mata sargento da PM por ciúmes em Açailândia

Um crime bárbaro chocou a cidade de Açailândia na madrugada desta quarta-feira (31). Uma mulher, identificada como Gabriela Ferreira da Costa, matou a tiros o próprio marido, o sargento da Polícia Militar, identificado apenas por Araújo.

O crime foi praticado em meio a uma discussão do casal, motivada por ciúmes, por volta das 4h da madrugada. A mulher, em posse da arma do marido, após assassinato, teria rendido um vigilante para leva-la à Praça da Bíblia, dizendo que havia matado um policial de nome Araújo.

A Polícia Militar fez várias diligências na casa do sargento e na cidade para encontrar a suspeita. Ela foi presa por volta das 6h, ainda com o revólver. Ela foi levada para o Plantão Central da Polícia Civil e confessou o crime.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.