Crime

”Pensei que não era ela”, diz pai de jovem atropelada

Por volta das 2h30 da madrugada desse domingo (18), o cozinheiro Arlindo Macedo Santos foi surpreendido com uma notícia trágica. Por telefone, ele foi informado que a filha de apenas doze anos de idade estava morta. A jovem havia sido atropelada por um automóvel Ômega de cor preta na praia do Olho d’Água (foto). O condutor do veículo, ainda não identificado, fugiu do local.

Ao chegar à praia, Arlindo Macedo Santos não acreditava naquela cena. Ainda possuía alguma esperança de poder encontrar a filha viva. Em vão. Ao levantar a capa que cobria o corpo da vítima, a confirmação: era realmente Larissa Pamelma Alves dos Santos ali estirada na areia da praia.

“Eu pensei que não era ela porque tava debaixo de um papel alumínio e o corpo tava pequeno. Eu disse: ‘não é minha filha’. Aí eu fui lá. O rosto dela tava perfeito, mas do pescoço para baixo tava tudo arrebentado. Eu tentei erguer ela, mas não consegui. As pernas delas caíram em cima de mim. O corpo da minha filha estava todo esmagado. Não tinha como escapar. Eu fiquei desesperado quando cheguei lá e vi o corpo da minha filha esmagado igual quando um carro bate e passa por cima de um cachorro várias vezes. Desse jeito tava o corpo da minha filha”, disse o pai, em entrevista ao repórter Marcial Lima, da Rádio Mirante AM.

Arlindo Macedo Santos sabe que a jovem Larissa não mais voltará, mas o pai deseja justiça. E, para isso, ele pede a ajuda de quem presenciou o atropelamento na madrugada do último domingo.

“Quero justiça. É isso o que vou querer. Com certeza alguém viu [o atropelamento] porque o bar estava superlotado e o som bem alto e tinha muita gente fora do bar. Alguma pessoa daquelas viu, tenho certeza. Quero descobrir quem é esse motorista que fez isso com minha filha, essa brutalidade com uma criança de doze anos e que tinha um futuro pela frente”, afirmou.

A irmã de Larissa, Cleane Cordeiro Alves dos Santos também foi atropelada pelo condutor do Ômega de cor preta. Ela contou que o automóvel estava em alta velocidade. “Só deu pra ver que era preto [o carro]. Ele tava em velocidade muito alta na beira da praia”, contou.

Segundo testemunhas que estavam no local na hora do acidente, o carro que atropelou as garotas estava participando de um “racha” na faixa de areia.

Do Imirante


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Vereador de Olinda Nova é condenado por tráfico de drogas

O vereador de Olinda Nova do Maranhão (a 256km de São Luís) Josivaldo Freitas, vulgo “Nego Baé”, e Dorivan Froz Diniz, vulgo “Doro”, foram condenados pela Justiça, no dia 30 de novembro, por tráfico de drogas.

Vereador de Nova Olinda

Vereador de Nova Olinda Josivaldo Freitas, o Nego Baé

Josivaldo Freitas foi condenado a 14 anos e sete meses de detenção na Penitenciária Agrícola de Pedrinhas por tráfico, associação para tráfico e transporte de drogas entre Estados da Federação. Dorivan Froz Diniz foi sentenciado a oito anos e seis meses de prisão por tráfico e associação para tráfico, também na Penitenciária Agrícola de Pedrinhas. Dorivan poderá recorrer em liberdade. Formulou as denúncias o promotor de Justiça Luís Eduardo Souza e Silva, da Comarca de Itapecuru-Mirim, em setembro de 2011. Proferiu as sentenças o juiz Marco Aurélio Barrêto Marques. Olinda Nova do Maranhão é termo judiciário da referida comarca.

FLAGRANTE – Na noite do dia 17 de agosto, Josivaldo Freitas e Dorivan Froz Diniz foram flagrados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), transportando, aproximadamente, 2kg de cocaína, no interior de um Corsa Classic, placa NNE – 1166. A abordagem ocorreu no Posto São Francisco da PRF, localizado no Km 90, da BR-135.

No momento da interceptação, os denunciados ficaram muito nervosos, despertando a desconfiança dos policiais.

Josivaldo Freitas confessou ser o proprietário da droga apreendida. Ele comprou o produto, em São Luís, no bairro do São Cristóvão, na mão de uma pessoa de Belém, conhecida como Léo. Josivaldo adquiriu a droga pelo valor de R$ 12 mil.

Dorivan Froz Diniz foi contratado por Josivaldo para fazer o transporte do produto. (As informações são do MP).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Quadrilha acusada de clonar cartões no Maranhão é presa no AM

Equipamentos de clonagem foram apreendidos

Equipamentos de clonagem foram apreendidos

Quatro homens suspeitos de fazerem parte de uma quadrilha interestadual que atua em quatro estados do país – Amazonas, Pará, Maranhão e São Paulo – com captura ilegal de dados bancários e clonagem de cartões foram presos neste sábado (10), pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), no Amazonas.

Com eles, foram apreendidos vários dispositivos eletrônicos adaptados, como ‘chupa-cabra’, filmadoras conectadas a discos rígidos, leitor de cartão magnético, celulares, um laptop com centenas de números de contas bancárias , além de 22 cartões de banco.

Segundo o delegado do 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Cícero Túlio, os quatro suspeitos, sendo três maranhenses e um amazonense, foram interceptados na rodovia BR-174 (Manaus – Boa Vista), no momento que deixavam o município de Presidente Figueiredo e seguiam para Manaus, trazendo os equipamentos em um táxi, que foi apreendido.

“Havia um ‘chupa-cabra’ instalado em uma agência bancária em Presidente Figueiredo. Eles foram lá para pegá-lo de volta. Uma pessoa viu os homens mexendo nos caixas eletrônicos e acionou a Polícia Rodoviária Federal, que os pegou no meio da estrada”, contou o delegado.

De acordo com ele, os suspeitos confessaram que havia outros ‘chupa-cabras’ instalados em agências bancárias no bairro Alvorada, na Zona Centro-Oeste de Manaus.

Do G1


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Procurador de Justiça é agredido a pedrada na Ponta do Farol

Procurador de Justiça

Procurador de Justiça

O procurador de Justiça Raimundo Nonato de Carvalho Filho, do Ministério Público do Maranhão, foi agredido com uma pedrada, nesta quinta-feira (8), nas imediações do restaurante Cabana do Sol, na Ponta do Farol.

De acordo com informações do repórter Jorge Aragão, no programa Ponto Final, na Mirante AM, o procurador saiu em companhia das netas para almoçar no Cabana do Sol. Ao deixar o restaurante, bateu o carro, uma L200 Triton, na traseira de uma Hilux.

Raimundo Nonato desceu para avalir o prejuízo e percebeu que a colisão não era tão grave. E ao retornar para o carro – uma de suas netas chorava bastante – quando foi alcançado pelo dono da Hilux.

Com uma pedra na mão, ele atingiu o procurador com uma pedrada na cabeça, que caiu sangrando bastante. A vítima chegou a ficar inconsciente por alguns minutos. O agressor fugiu do local.

O procurador Raimundo Nonato foi levado por testemunhas que assistiram à cena e o socorreram, levando-o para um posto do Corpo de Bombeiros em frente ao restaurante. Até o momento, não se tem informações da placa da Hilux e a identidade do dono do automóvel.

Do Imirante


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Auditora Fiscal é filmada embriagada após atropelar pedestre em São Luís

Uma mulher totalmente embriagada de nome desconhecido que se identificou pela profissão de Auditora Fiscal do Maranhão, protagonizou uma verdadeira arruaça no trânsito de São Luís após colidir em vários carros e atropelar uma jovem na tarde de ontem, 06, na Avenida dos holandeses, próximo ao Banco do Bradesco.

A mulher de aproximadamente, 48 anos, pintou e bordou no trânsito da capital depois de dirigir em total estado de embriagues em um carro de cor preta modelo Tucson da Hyundai como se observa no vídeo abaixo.

O fato ocorreu quando a auditora bateu em um veículo de uma senhora que trafegava nas mediações. De imediato, a filha da mesma desceu para anotar as placas do veiculo conduzido pela auditora, foi quando ela arrancou o carro atropelando a moça com total intransigência e requinte de crueldade.

Ao tentar fugir do local do acidente, a auditora acabou colidindo novamente há uns 200 metros a frente na traseira de um carro modelo “Eco Sport” gerando outra confusão.

Motoristas e pessoas que trafegavam pela Avenida dos Holandeses perceberam que ela estava totalmente embriagada e cercaram para coibir outra possível fuga.

A auditora além-alcoolizada acabou agredindo verbalmente varias pessoas com palavras de baixo calão. E mais: dizendo a todo o momento sua profissão de “Auditora Fiscal”, o porquê eu não sei. Veja abaixo a auditora embriagada:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Bandidos assaltam Agência dos Correios de Lago Verde

O bando levou todo o dinheiro do cofre. O prejuízo está sendo contabilizado pela gerência.

A agência dos Correios de Lago Verde é assaltada. Em contato por telefone, nesta manhã (5) com o programa Ponto Final, na rádio Mirante AM, o repórter Antõnio Filho não soube informar o horário e quantas pessoas participavam do bando. Disse apenas que os criminosos fugiram pelo telhado levando todo o dinheiro do cofre.

Neste momento, o gerente e funcionários da agência estão contabilizando o prejuízo. O caso foi registrado na delegacia de Lago Verde, mas até o momento os assaltantes não foram localizados.

Na semana passada, o caixa eletrònico do Bradesco, em Lago Verde, também foi assaltada.

Do Imirante


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Vice-prefeito de São Pedro dos Crentes é preso por estupro

Vice-prefeito de São Pedro dos Crentes, Lázaro Miranda, foi preso acusado de estupro.

Lázaro Domingos Miranda

Lázaro Domingos Miranda

O vice-prefeito da cidade de São Pedro dos Crentes, Lázaro Miranda, foi preso na manhã desta quarta-feira (30) acusado de estupro.

 De acordo com informações da Rádio Mirante AM, Lázaro Miranda estava com uma prisão temporária de trinta dias decretada. O político é acusado de estupro.

O delegado da Regional de Imperatriz, Assis Ramos, foi quem cumpriu o mandado de prisão contra o vice-prefeito de São José dos Crentes nesta quarta-feira.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Segurança do empresário Glaúcio é baleado na porta de sua empresa

Seguranças do empresário conhecido por Gláucio arrumaram uma confusão na tarde desta quinta-feira, 17, na porta de sua empresa no bairro da Ponta D’Areia.

A briga motivada entre dois seguranças, um particular conhecido por Laércio e o outro segurança da empresa GAP, de propriedade de Gláucio.

Ao chegar na porta da GAP, Laercio tentou agredir o vigilante que é seu desafeto. E pior: o segurança em defesa sacou a arma e disparou sem pena 7 tiros contra Laércio, acertando apenas 1 na região do abdômen do segurança.

Neste momento a vítima se encontra em estado grave no Hospital Djalma Marques (Socorrão I)

Alguns funcionários da empresa estão prestando depoimento na delegacia do Bairro do São Francisco.

Daqui a pouco mais informações…


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Professora dá parte de João Castelo por agressão

Do Imirante

Professora Lindalva Batista

Professora Lindalva Batista

A presidente do Sindicato dos Profissionais do Magistério do Ensino Público Municipal de São Luis (Sindeducação), a professora Lindalva Batista, registrou um boletim de ocorrência da Delegacia Especial da Mulher contra o prefeito de São Luís, João Castelo. De acordo com a professora, em entrevista na rádio Mirante AM, ao tentar conversar com o prefeito, ele puxou seu terno e a chamou de ”maluca”.

O caso ocorreu no fim da manhã desta quinta-feira (17), na Prefeitura de São Luís, durante a posse dos conselheiros municipais de Educação.

”Quando eu fui falar com ele, ele veio de maneira muito agressiva, me chamou de maluca. Eu sabia que ele era acostumado a bater em estudantes, mas não sabia que ele batia também em professores! Então ele não me bateu porque ele disse que eu era mulher. Esse foi meu entendimento. É a segunda vez que ele me trata assim”, contou a professora Lindalva Batista.

Segundo a versão da professora municipal, ela foi tentar falar com o prefeito João Castelo sobre alguns problemas que estão ocorrendo na Educação Municipal, relacionados às condições de trabalho dos professores.

Segundo Lindaval Batista, a prefeitura ingressou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade contra a aprovação do Estatuto do Professor. ”Ele diz na ação que o estatuto foi eleitoreiro, que não foi aprovado de maneira correta, um absurdo!”, disse Lindalva.

Durante a discussão com o prefeito João Castelo, ele teria chamado um secretário para tentar resolver o problema. ”Disse a ele que era importante falar com ele. Como ele não recebe ninguém, aproveitamos esses momentos para tentar conversar com ele”, completou a professora. Lindalva contou, ainda, que três vereadores presenciaram a cena: Batista, Ivaldo Rodrigues e José Joaquim. ”Eles não fizeram nada, apenas me pediram calma”.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Vereador de Chapadinha é novamente acusado em caso de pedofilia

Vereador Emerson Aguiar é citado em caso de pedofilia

Vereador Emerson Aguiar é citado em caso de pedofilia

Em um recém-relatório comprometedor enviado ao blog, confirma que houve realmente um encontro do vereador do município de Chapadinha Emerson Aguiar (PV), com duas menores, na porta do Centro de Ensino Raimundo Araújo. Encontro esse negado pelo vereador.

Emernson Aguiar foi denunciado pela direção a escola ao Conselho Tutelar de Chapadinha, por aliciamento de menores para a prática ilegal da pedofilia após encontro com as jovens matriculadas na 1ª serie do turno vespertino.

No relatório obtido pelo blog, a direção esclarece que no dia, 30, de setembro a professora Maria Rosirene Cunha Martins, recebeu na sala de Inspeção Escolar do referido Centro de Ensino, uma mulher que segundo consta, seria assessora parlamentar do vereador, Meire Aragão, a qual identificou-se como madrinha das menores.

A professora chegou a liberar as duas jovens, e pior:a direção da escola, afirma ter olhado as alunas juntamente com a suposta madrinha entrando em um carro dirigido pelo parlamentar.

No mesmo documento, a versão de Emerson Aguiar é desmentida pela direção escolar alegando que a mãe das alunas não chegou a autorizar a saída das menores para a suposta assessora, que no mesmo dia, as menores foram encontradas em uma calçada nas proximidades do Farol da Educação onde a adolescente apresentava fortes sinais de embriagues e que o suposto encontro, teria ocorrido no dia (30) de setembro.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.