Crime

Filho do deputado Magno Bacelar é preso

Magno Bacelar Júnior no momento da prisão

Magno Bacelar Júnior no momento da prisão

 

 

Magno Bacelar Júnior foi preso ontem à noite na porta da casa de shows, Chopanna localizada na Avenida Daniel de La Touche. Visivelmente embriagado, ele estava armando com uma pistola PT.380 e chegou a ameaçar de morte três pessoas, sendo uma delas um ex-prefeito de Aldeias Altas onde ele perdeu as eleições para prefeito em outubro,

O filho do parlamentar foi preso e levado para o Plantão do Cohatrac onde foi lavrado o flagrante pelo delegado plantonista Jorge Luís da Silva Sales. As vitimas identificadas como José Raimundo Silva Caminha Neto e Leandro Santos Pereira também foram até o local para confirmar a denúncia,apesar dos vários disparos ninguém foi atingido.  Ele chegou à delegacia 23:30 e permaneceu ate 06h desta segunda-feira onde foi encaminhado para a SEIC após pagar fiança de R$ 4,976,00.

Magno Júnior foi enquadrado no artigo 14 e 15 da lei 10.826/03 por porte ilegal de arma e no artigo 147 do CTB (exames de aptidão física e mental disciplinados ).

Ele é filho da ex-prefeita de Aldeias Altas, Fernanda Bacelar, e do vice-líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Magno Bacelar.

Relembre.

No carnaval 2012 o filho do deputado se envolveu em uma confusão no município de Chapadinha. Um vídeo divulgado na internet mostra as cenas da agressão, onde aparece o estudante de Odontologia Magno Júnior de 25 anos agredindo uma jovem em plena praça pública.

 

 


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Foragido da Justiça é recapturado em Buriticupu

A Polícia Civil recapturou em Buriticupu, o foragido da Justiça. Gilberto José de Matos, de 29 anos, natural do município de João Lisboa. Ele foi detido na residência de familiares, localizada no bairro Terra Bela, naquele município.

A ação coordenada pelo delegado Carlos Alessandro Assis, titular de Buriticupu, deu cumprimento a um mandado de prisão expedido pelo juiz Helder Carvalho Lisboa, da Comarca de Filadélfia, no estado do Tocantins.

Ao ser detido, ele apresentou um documento de identidade falso com o nome de Gilberto Pereira Matos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Cadeia nele! Vagabundo ameaça mãe e agride irmã a socos

Policiais civis lotados na Delegacia Regional de Rosário prenderam na tarde de ontem (20), João Abraão Silva Lopes, conhecido como “Abraão”, 26 anos.

Segundo informações policiais, Abraão após invadir a residência da sua mãe, quebrou vários moveis e eletrodomésticos e fez ameaças a sua própria genitora e seus familiares que estavam presentes residência. Ao perceber a presença de sua irmã mais velha, Lorena Pereira Silva, Abraão, partiu para cima dela, desferindo vários socos e pontapés contra a vitima.

Lorena Pereira Silva foi até a delegacia comunicar o ocorrido, em seguida a titular da Regional de Rosário, delegada Maria Eunice Ferreira, determinou a prisão do agressor.

João Abraão Silva Lopes foi preso em flagrante delito sendo autuado na Lei Maria da Penha. Ele permanece custodiado na Delegacia Regional daquela cidade á disposição da justiça.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Piauí : MP já sabe quem são culpados da morte de Fernanda Lages

Blog do Efrém Ribeiro

Fernanda Lages

Fernanda Lages

Chegou para os promotores de Justiça do Tribunal do Juri, Ubiraci Rocha e Eliardo Cabral, o laudo com o resultado dos últimos telefonemas dados pela estudante de direito Fernanda Lages, morta em agosto do ano passado em um prédio em construção da Procuradoria da República no Piauí. Com o resultado das ligações foi possível identificar as pessoas para quem a vítima telefonou no dia de sua morte.Os promotores Eliardo Cabral e Ubiraci Rocha vão solicitar à Justiça o indiciamento por homicídios doloso e pedir a prisão de responsáveis pelo crime.

O relatório com as ligações que Fernanda Lages fez nos últimos momentos antes de sua morte, foram revelados em recuperação das ligações telefônicas. A recuperação foi feita pelo fabricante do telefone celular, a Nokia, já que toda a memória e as ligações do telefone tinham sido apagadas.

Provavelmente, entre os denunciados e com pedido de prisão solicitada estão um policial civil e uma pessoa do Maranhão. Os exames no aparelho celular foram feitos pela Polícia Federal, que está na fase de conclusão do inquérito policial do caso da morte de Fernanda Lages.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Estelionatário que forjava ser sobrinho de Sílvio Santos é preso em Imperatriz

A Polícia Civil e o Núcleo de Inteligência de Imperatriz, efetuaram a prisão na terça-feira (26), de Leandro Roberto Carnicer de Moraes, 34 anos, que se passava pelo sobrinho do apresentador Sílvio Santos, usando o nome falso de Yaacov Abravanel.

As investigações acerca dos fatos foram iniciadas há um mês, após uma Audiência Pública na Câmara de Vereadores de Açailândia com representantes de várias entidades de caráter público e da sociedade civil, com representantes de bares, hotéis e motéis. Na ocasião, “Yaacov” participou do evento como representante de um hotel da cidade, na condição de diretor administrativo do estabelecimento. Em declaração, ele disse que era delegado de uma respeitada entidade Interamericana de Direitos Humanos, e que abriria um escritório na cidade.

Segundo informações repassadas pelo delegado Regional de Açailândia, Vital Rodrigues de Carvalho, denúncias chegaram até a delegacia de que um cidadão que, além de dizer-se sobrinho de Sílvio Santos, tinha várias outras ocupações, dentre as quais: rabino, juiz arbitral e pregador. Em posse destas informações, o delegado deu início a uma investigação para apurar os fatos.

O delegado ressaltou que em pesquisas e levantamentos de informações, inclusive nas redes sociais, conseguiu a Ficha de Cadastro Civil do mesmo, com identidade no estado de São Paulo em que constava o nome de Leandro Roberto Carnicer de Moraes, nascido em 16 de junho 1978 naquele estado. As investigações deram conta também que o farsante estaria abrindo clínicas médicas nas cidades de Açailândia e Imperatriz.

O delegado Vital disse ainda, que teve acesso a cartões de identificação profissional distribuídos por ele, onde constava o nome da clínica, Instituto de Psicanálise Clínica Freudiana Dr. Yaacov Abravanel, além dos números de contatos e endereço do estabelecimento, localizado na Rua João Lisboa, 1174, Centro de Imperatriz. Em posse destas informações, o Serviço de Inteligência de Imperatriz foi contactado.

Os policiais, então, seguiram até a clínica, onde efetuaram a prisão do estelionatário, no momento em que ele atendia um paciente. Com ele, foi apreendido uma Carteira de Juiz Arbitral, de formação superior em curso de Psicologia.

Após buscas no veículo e no apartamento do detido, os policiais encontraram ainda, vários outros objetos e documentos suspeitos, como Distintivo de Delegado de Polícia Civil, com corrente para pendurá-lo ao pescoço, uso de Brasão com símbolos Nacionais, rádio de comunicação, iguais aos utilizados pela polícia, inclusive com sirenes; camisa da Polícia Civil de São Paulo; Brasões de Juiz Arbitral e de Polícia Civil, no pára-brisas do veículo; além de uma agenda, que constavam anotações sobre consultas dos pacientes deles.

Leandro foi autuado em flagrante delito, pelo delegado Vital pelos crimes de Falsidade Ideológica, Estelionato, Uso indevido de marcas, logotipo, siglas, identificadores de órgãos ou entidades da Administração Pública e uso clandestino de equipamentos e telecomunicações. Ele está custodiado na Regional de Imperatriz à disposição da justiça.

Segundo informações policias, o autuado estava há cerca de três meses em Açailândia, onde se hospedava em um Hotel, e com frequência ia a Imperatriz, onde funcionava a Clínica dele, e se hospedava em um apartamento no Condomínio Jussara.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Homem agride mãe e prima e é preso em Trizidela do Vale

Policiais militares prenderam, no último sábado (23), Antônio José Mateus, vulgo “Nein”, acusado ter agredido a própria mãe, identificada como Francisca Fernandes Mateus, e a prima, Patrícia da Silva Fernandes.

Antonio José, que é usuário de drogas, ameaçou colocar fogo na casa com o uso de um botijão de gás. A prima e a mãe tentaram impedir e começaram uma discussão. Elas foram até a delegacia e o denunciaram.

Policias Militares se deslocaram até à residência do acusado, localizada na Rua Boa Vista, Bairro Centro, no município de Trizidela do Vale, e efetuaram a prisão.

Antonio José Mateus foi conduzido para a Delegacia Regional de Pedreiras, onde foi autuado em flagrante delito pelo delegado plantonista, Carlos Alberto Matos de Brito. Ele, que tem várias passagens na delegacia pelo crime de furto, permanece custodiado à disposição da Justiça.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Polícia investiga execuções em Lago da Pedra

A Polícia Civil investiga um duplo homicídio ocorrido na quinta-feira (21), na cidade de Lago da Pedra, que vitimou José Cícero dos Santos, o Cícero Daemês, 37 anos e, Francisco Jairo Barbosa Luceno, conhecido como Nego Jairo, 32 anos.

Segundo o delegado de Polícia Civil de Lago da Pedra, Lúcio Rogério, as vítimas estavam na praça da cidade quando chegou um automóvel modelo Classic de cor prata com quatro homens armados com pistolas de calibre 9 mm, e dispararam 33 tiros.

De acordo com a Polícia, 22 tiros atingiram José Cícero e 11 Francisco Jairo, que vieram a óbito no local. Logo após o crime, os executores empreenderam fuga. A polícia acredita que o crime tria sido motivado por vingança. Assista abaixo o vídeo do blog do Louremar:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Raimundo Cutrim poderá ser chamado para depor, diz Aluísio

Do G1 MA

Cutrim é citado como mandante do crime de Décio

Cutrim é citado como mandante do crime de Décio

O secretário de Segurança Pública do Maranhão, Aluísio Mendes, esclareceu, nesta sexta-feira (22) alguns pontos da Operação Detonando. Em entrevista à rádio Mirante AM, o secretário falou sobre a continuidade das investigações, além da suposta participação do deputado estadual Raimundo Cutrim  (PSD) no caso. A informação veio à tona após o vazamento de um dos depoimentos do assassino confesso do jornalista Décio Sá, Jhonatan Silva, nessa quinta-feira (21). Segundo o depoimento, Raimundo Cutrim seria um dos mandantes da morte do jornalista.

“A transparência é total. Nosso trabalho é técnico, não analisamos vinculação política, pessoal e financeira. É isso que a minha gestão tem feito, em função disso o trabalho tem evoluído. Todos aqueles que tiverem culpa serão responsabilizados. Esse trabalho tem sido feito de maneira minuciosa para responsabilizar os verdadeiros envolvidos. A polícia precisa ter calma. É muito importante entender a dinâmica da investigação. Ela se iniciou a partir de um homicídio e no decorrer dela, a equipe se deparou com outra sorte de crimes. Muitas informações chegaram à polícia e, a partir da conclusão do crime de homicídio, se abriu uma nova investigação, não apenas de agiotagem. Esse trabalho vai ser profundo e amplo. As investigações vão levar a outros que atuam nessa prática criminosa”, afirmou.

Sobre a suposta participação do deputado Raimundo Cutrim no crime, o secretário afirmou que outros depoimentos foram tomados e que todas as informações passadas por Jhonatan serão investigadas. “A investigação sobre o assassinato não está encerrada. Quem teve participação ativa no crime ainda não foi preso. Nós tivemos uma reunião com a comissão de delegados e investigadores e resolvemos antecipar apenas uma parte da Operação Detonando porque percebemos que a quadrilha estava tendo atitudes violentas. Nossa preocupação era evitar outras ações violentas, evitar que mais pessoas morressem. Nós temos vários indícios da participação de mais pessoas, mas não vamos ser levianos e irreponsáveis para acusar A, B ou C. Tudo que ele disse está sendo investigado com profundidade. Não vamos dizer que é verdade ou mentira, antes que seja tudo esclarecido”, disse.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Trama da morte de Décio Sá se assemelha á “crimes da máfia”

Décio Sá

Décio Sá

A trama que envolveu o covarde assassinato do jornalista Décio Sá, dias atrás no Maranhão, nada fica a dever aos crimes cometidos pela máfia italiana num passado não muito distante.. No Rio de Janeiro, a juíza Patrícia Acioli, por incomodar com o rigor de suas sentenças maus policiais, também foi excecutada friamente. Como no caso da ousada morte da juíza o episódio do assassinato do digno e destemido  profissional de mídia, também envolve, lamentavelmente, entre vários criminosos, um oficial da Polícia Militar acusado de ceder a sua própria arma, lhe conferida pela sociedade para defendê-la, não para que o covarde crime fosse cometido. Inacreditável a tamanha traição de um policial para com sua iinstituição e com a sociedade, que jurou um dia defender com o sacrifício da própria vida. Vergonhoso. Um ato de traição inaceitável.

Impressiona o conluio criminoso- são cerca de dez os participantes da quadrilha- onde só a certeza da impunidade e a ânsia da obtenção do poder e do dinheiro, a qualquer preço, podem explicar a ousada trama diabólica, com fuga de pistoleiros já premeditada, digno  de enredo de filme de quadrilhas mafiosas. Crimes relacionados à agiotagem, desvio de recursos públicos, extorsões, acusação de assassinato em outro estado da federação, intermediação e contratação de pistoleiros -a vida do jornalista Dédio Sá valeu R$ 100 mil-, enfim um rosário de crimes, alguns denunciados pelo sério e corajoso jornalista e blogueiro Décio Sá, num trabalho elogiável do jornalismo investigativo.

Após a execução do jornalista.

Após a execução do jornalista.

Dá a impressão que o Brasil realmente caminha para ser o novo México, onde mais de 100 jornalistas, por contrariarem interesses do narcoterrorismo, uma praga que assola aquele país, foram assassinados nos últimos anos, alguns excecutados covardemente em via pública como Décio Sá. O Poder Judiciário e o Ministério Público têm, portanto, o dever constitucional de acompanhar passo a passo toda a investigação em curso, diga-se de passagem exemplarmente conduzida pela Secretaria de Segurança Pública do Estado do Maranhão, além do processo criminal consequente, que envolve tal quadrilha mafiosa, um câncer extremamente maligno que ameaça cidadãos ordeiros e a democracia..

A prisão de todos os envolvidos no assassinato do jornalista Décio Sá, alguns ainda foragidos, é portanto ponto de honra para a polícia de todo o Brasil e a investigação e esclarecimento de todos os tipos de delitos cometidos por tal quadrilha um outro objetivo a ser alcançado e do qual não se pode abrir mão. O rigor da lei e da pena, para um crime tipicamente hediondo, na tentativa de calar a Imprensa, onde uma vítima indefesa procurava simplesmente exercer com dignidade a nobre missão, terão que prevalecer. Sem Imprensa e Justiça não há democracia, nem estado de direito. Que os frios e covardes assassinos sejam exemplarmente punidos. É o que a sociedade espera. O exemplo do México não nos serve.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Hilux é encontrada em desmanche na cidade de Timon

Veículo Hilux, que foi roubada no Piauí  e a PMMA conseguiu recuperar

Veículo Hilux, que foi roubada no Piauí e a PMMA conseguiu recuperar

O 11º Batalhão da Polícia Militar descobriu um local de desmanche de veículos em Timon. A ação começou com a apreensão no último domingo (17), do veículo Hilux cor preta, placa NIV-8165 havia sido roubado em Teresina e conduzido até Timon.

A PM foi acionada pela polícia do Piauí e, de imediato, as guarnições de serviço, sob o comando do Capitão Holanda, começaram a diligenciar se deslocando à BR 226 para verificar o roubo do veículo. O Serviço de Inteligência também se empenhou nas buscas e localizou a Hilux em um matagal próximo ao povoado Sangradouro. Houve troca de tiros com o mecânico que iniciava o desmanche do veículo, que conseguiu fugir.

No local do desmanche, a PM encontrou outras carcaças e um chassi de veículo tipo caminhonete. A caminhonete encontrada foi periciada e entregue no 2º Distrito de Polícia Civil de Timon, onde foi repassada ao seu proprietário.

O Major Medeiros, comandante do 11º BPM, informou que o local já era de conhecimento do Serviço de Inteligência e que alguns participantes dos desmanches foram identificadas.  No último dia 13 foi presa em flagrante outra quadrilha de desmanche de veículos. A PM continuará atuando para que esses bandos sejam presos, informou o comandante.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.