Crime

Neurocirurgião é preso por desacato

O crime foi cometido na última quarta-feira (29).

O médico neurocirurgião, Benedito Sabbak Thome Júnior, foi preso, na última quarta-feira (29), pela Polícia Militar, pela acusação de desacato.

Segundo informou a polícia, o médico estava saindo do terminal Hidroviário da Avenida Beira-Mar em direção a Capela de São Pedro, quando desacatou e agrediu os policiais que estavam trabalhando na escolta do evento.

“O conduzido apresentava-se agressivo e aparentemente com sintomas de embriaguez, o mesmo desacatou e partiu para a agressão da guarnição sendo necessário o uso progressivo da força e técnicas de imobilização para conter o ímpeto agressivo do acusado – sendo algemado em conformidade e preenchido todos os requisitos da súmula 11 do STF”, disseram os militares.

Após a prisão, o médico foi encaminhado para o Plantão Central do Parque do Bom Menino para as devidas providências cabíveis.

Benedito Sabbak atua como neurocirurgião em vários hospitais estaduais de São Luís, como o Carlos Macieira e Juvêncio Matos e é um dos mais conceituados médicos da área.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

36 comentários em “Neurocirurgião é preso por desacato”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. rafael

    Cadeia nesse delinquente. Desde quando era diretor do HCM, sempre se achou o reizinho. Chupa essa, seu médico de merda.

  2. Chicão

    Foi só uma cachacinha…

  3. mario

    BOA PESSOA O MEDICO SALVA VIDAS ISSO EU SEI QUE ELE FAZ MUITO BEM

  4. Ana Maria

    Isso e palhacada.Tratar uma pessoa de bem dessa forma “algemar”!!!! Dr.Saback e um cidadao de “bem”. O q mais faz e muito bem e “salvar vidas” e de pessoas desprovidas de dinheiro.Sou testemunha de seu trabalho junto a populacao mais necessidade. E fazer sensacionalismo ou melhor, falta de servico; com tantos bandidos solta matando cidadoes de bens vao prender e agredir um medico como ele.Palhacada!!! E depois, quem ainda nao se embreagou q atire a primeira pedra!

  5. Ana Maria

    Seria digno e justo esse blog retirar essa reportagem.

  6. Carla

    Não desmerecendo o erro em ter dirigido embriagado, mas o conheço de um hospital público, na qual salvou a vida de um grande amigo meu..foi honesto ao ponto de nos dizer que os serviços públicos teria o mesmo funcionamento apesar da familia querer paga-lo p fazer no privado. Achei sensacionalista a materia. Atire a primeira pedra o motorista que consome bebida alcoolica e nunca dirigiu?

  7. Luana

    Muito conceituado mesmo ,salvou a vida da minha mãe ,mais ele é meio doidinho kkkk

  8. Concinha

    É verdade médico excelente

  9. Maiana

    Ele é um excelente médico, além disso é uma pessoa normal que erra pois é perfeito. Agora quem fala mal, é pq não o conhece e nem tem convivência com ele. Ou será inveja??? Não ature pedras em alguém que um dia pode salvar sua vida ou a vida de alguém que vc conhece… o mundo dá muitas voltas….

  10. Maiana

    Corrigindo não é perfeito…

  11. Maiana

    Corrigindo (não é perfeito)… e ( atire)

  12. Sandro

    A impressão q eu tenho é q pelo fato dele ser médico ele não pode ser preso,meu amigo a lei pra todos,cadeia nele…

  13. paulo Roberto

    Dr.Sabbak estava de plantão e se dirigia para o HU(Hospital Dutra)pediu passagem para um guarda da SMTT,ele falou que era médico e o guarda disse que não facilitaria,houve bate boca e foi chamada a guarnição da polícia militar,despreparada para abordagem ,agrediu Dr Sabbake ele reagiu(esse foi o seu erro),mas em momento algum ele estava embriagado, e um médico conceituado,e um grande prestador de serviços na sua área,esae foi a verdade dos fatos,sou funcionário do dDutra e conheço muito bem o que esse médico faz pra ajudar as pessoas que não tem recursos e realmente precisam ser tratados.sensacionalismo,antes de fazer isso deveria ouvir o outro lado,A POLÍCIA E DESPREPARADA PARA ABORDAGEM,primeiro bate ou mata e depois pegunta,palhacada c um homem íntegro,pai de família e trabalhador,bandidos ,traficantes e assaltantes soltos,medico neurocirurgião,competente e amigo dos pobres algemados,alem de terem obstruído uma cirurgia que o Dr Sabbak ia fazer no Dutra,…atrapalhada generalizada.

  14. Adriana

    ele operou meu marido na coluna cervical e nao era pra ter acontecido a cirurgia mais ele fez pelo dinheiro que o estado paga pra ele agora meu marido parou de andar desde quando ele operou

  15. Allanzinho Hass Jr.

    Apanhou foi pouco! Ele sempre foi arrogante e agressivo, foi bater boca com policial e se deu mal. A cara dele já entrega, ou cheirou ou degustou, ele já arrumou bate-boca com um sem número de colegas e pctes, só que com a policía o buraco é mais atrás…

  16. ana claudia

    Policia despreparada. Blog vagabundo pq nem da a possibilidade de outra versao. Conta so o q esses policiais despreparados, que abusam do poder falam. Deveria ser tirada essa nota. Jornalismo bom é imparcial.

  17. Rosane

    Não sei realmente o que aconteceu, mas não se justifica esse sensacionalismo todo. O conheço do Socorrao, que por mérito dele, é um excelente médico. Quantas vezes vi Saback atendendo e salvando vidas em qualquer hora do dia a em qualquer circunstância. Quantos pacientes nossos foram comtemplados com o retorno de suas vidas qundo estavam praticamente desfalecidos? Quantas pessoas vindas do interior do Estado desprovidas de qualquer benefício foram atendidas por ele? Quem trabalha em serviços públicos entende o que estou falando! Sei que se ele errou, tem outras formas de se resolver, ao invés de lanca-lo na mídia como se fosse um bandido qualquer que acabará de tirar a vida do outro. Isso não digo so porque o mesmo e médico, mas para todos os cidadãos do bem que.por algum estresse sao confundidos com bandidos. Sinto muito por nosso amigo!

  18. Rosane

    Digo *acabara, * contemplados

  19. Solange

    Tire esse seu blog RIDÍCULOS do ar!!!

  20. Solange

    RIDÍCULO!!!

  21. Mota Brito

    Acho um absurdo tudo que aconteceu, primeiro ele não cometeu crime algum, estava indo dar uma aula, de plantão a distância, é muito fácil dizer que ele estava embriagado, não estavamos lá,.para justificar as agressões que ele levou? fala sério. o que falta mesmo é preparo para lidar com pessoas. é um cirurgião que salva milhares de vida e muitas vezes salvou as vidas desses policiais operando-os. e este é o troco?, é uma verdadeira falta de consideração.
    ele sempre gostou e optou ajudar os mais carentes.
    é revoltante.

  22. Alexandre Maia Lago

    Qual o interesse desse fato para a comunidade? Nenhum. Apenas para as aves de rapina e os hipócritas de plantão de se dizerem horrorizados, por trás do covarde anonimato. Quem atesta que os fatos se deram assim? Quem tem o monopólio da verdade? Um blog? Dr Sabbak já prestou muitos serviços à sociedade e salvou muitas vidas. Isso não conta? Ademais, o preparo da SMTT, sempre digna de risos, já é conhecida de todos. Por fim, indago sobre a negligência na preservação da imagem de quem se encontra nas instalações do ESTADO. Isso sim, gravíssimo.

  23. Benedito Freitas

    Todos sabemos que a polícia militar é muito despreparada mesmo. Vejam só os últimos acontecimentos no Brasil, a PM primeiro mata, inventa um monte de mentiras e depois é desmascarada. São mal educados, grossos e cheios de poder. Há exceções é claro. Mas eles tratam o cidadão de bem assim mesmo. Um dia eu estava indo correr na litorânea e parou uma viatura da PM e me obrigou a passar na blitz e fazer o bafômetro. Eu fiz, filmei e divulguei no face book. Depois fui correr. Eles sofrem da síndrome do pequeno poder, infelizmente.

  24. Médico preso por desacato diz que foi agredido por policiais « Neto Ferreira – Conteúdo Inteligente

    […] Sabbak Thome Júnior, médico neurocirurgião, que foi preso (reveja) na última quarta-feira (29), emitiu nota ao Blog do Neto Ferreira, negando que tenha desacatado a […]

  25. Amada

    NOTA DE ESCLARECIMENTO

    Venho a público esclarecer o triste episódio que resultou na minha detenção por Policiais Militares deste Estado, pelos quais fui conduzido para o DP do Parque Bom Menino, fato este ocorrido no dia 29/06/16 (quarta-feira). Cumpre esclarecer ao Público em geral que sou médico neurocirurgião há mais de 15 anos, com atuação reconhecida nesta cidade e no interior do Estado. Fato é que no dia 29 Eu estava de PLANTÃO DE SOBREAVISO junto ao Hospital Carlos Macieira e me dirigia à ACADEMIA DE POLICIA CIVIL, para ministrar uma aula no CURSO DE OPERAÇÕES ESPECIAIS – cujo título seria AS BASES ANATÔMO FISIOLÓGICAS DO TIRO DE DESCONEXÃO. Pois bem, por volta das 15:00 horas, quando me encontrava na Av: Beira Mar à altura do terminal da Integração, ali se realizava a Procissão de São Pedro. O trânsito travou em todos os sentidos. Então avistei uma viatura da SMTT que estava ao lado meu carro (FIAT UNO). Desci do meu carro e bati no vidro da viatura para chamar a atenção dos guardas, aí me identifiquei como médico e de plantão e estava a caminho para ministrar uma aula, ao passo solicitei deles que criassem uma passagem pela procissão. O policial retrucou com desdém dizendo “tu não tá vendo que é uma procissão”. Respondi que sim, mas ele poderia criar uma passagem, pois uma cidade de um milhão e duzentos mil habitantes não poderia ficar refém de uma procissão. Foi o suficiente para que o policial de transito retrucasse perguntando “tu estás me desacatando”? Respondi que não, mas que ele deveria fazer seu serviço para o qual ele estava sendo designado no local. Daí, eles desceram do carro e chamaram três policiais militares que estavam próximo. Os PMs já chegaram me perguntando se eu estava alterado, disse que não. E os policiais de trânsito sequer registraram aos Militares que eu havia me identificado, e estes, sequer me ouviram quanto às razões e os motivos pelos quais eu havia me dirigido a eles. O PM chegou mais próximo de mim e me deu um empurrão, numa ação reflexa eu segurei-o pelo colete e caímos no chão. Pronto, daí eles me chutaram no chão e a policial que estava junto me pediu que largasse o colete e obedeci. Daí o Policial Mário me algemou, me colocou no camburão, e me conduziram ao DP do Parque Bom Menino. Lá, assim que desci o policial Mário me deu chute e eu cair por cima do ombro. Diante dessa agressão disse a ele que só ele só fez isso porque estava algemado. Aí ele perguntou: “estás me ameaçando? – respondi que não, mas que ele era um covarde. Pedi que para fazer uma ligação e ele respondeu: só com a chegada do Delegado. Nessa espera fui relatando aos policiais sobre minha profissão, quando disse que era neurocirurgião que já havia salvado a vida de muitos policiais baleados e que estava a caminho da Academia de Policia Civil para dar instrução de sobre tiro, eles saíram da sala e deixaram meu celular em cima da mesa, ai conseguir ligar para o Delegado André Gossain, que já havia me ligado varias vezes – disse a ele que estava algemado na DP do Parque Bom Menino. Esse interregno durou mais de 03 (três) horas algemado esperando o Delegado. Eles haviam chamado outros policiais para trazerem teste do bafômetro e o Delegado chegou junto com estes. Perguntou-me o Delegado se queria fazer o teste de bafômetro; respondi ao delegado dizendo: Dr. Estou de Plantão, estava indo a Academia de Policia Civil dar aula, estou algemado aqui há mais de três horas, levei dois chutes dos policiais, e portanto, não vou fazer esse teste.
    Dr. André chegou e, passaram a me tratar muito bem, me deram água, pois estava cansado, e depois de todos os procedimentos me liberaram após fiança. Colocaram no Boletim de Ocorrência que eu estava bêbado e que havia desacatado a autoridade.
    Para minha surpresa, já em casa, recebi ligações de amigos que viram uma foto minha algemado na delegacia. Pois bem, essa foto foi tirada por um dos policiais, pois não havia na DP, durante todo o período que estive detido, qualquer repórter.
    Esse foi o episódio ocorrido comigo. Tenha muito cuidado, alguns policiais, realmente não estão preparados para lidar com o público. Pois, a estes que fui pedi ajuda, não souberam sequer distinguir uma simples situação que exige atenção especial, imagina em situações normais. Em qualquer lugar civilizado e com policiais minimamente preparados, no momento em que me identifiquei como médico eles deveriam pelo menos ouvir sobre a situação em que solicitava ajuda.
    BENEDITO SABAK THOMÉ JUNIOR
    CRM/MA. N°. 3.439

  26. Amada

    NOTA DE REPÚDIO.

    NÃO A VIOLÊNCIA POLICIAL!

    O Sindicato dos Médicos do Estado do Maranhão – SINDMED-MA lamenta profundamente a agressão desproporcional e covarde da qual foi vítima o médico neurocirurgião, Benedito Sabbak Thomé Júnior, coordenador dos Serviços de Neurocirurgia do Hospital Carlos Macieira e Hospital Universitário P. Dutra, em plena via pública, na tarde da última quarta-feira, dia 29 de junho.

    Não se encontra justificativas racionais para atitude tão desproporcional e truculenta.

    Principalmente, porque a agressão partiu de quem deveria garantir a segurança do cidadão: alguns policiais militares e guardas da Secretaria Municipal de Trânsito!

    Os motivos conhecidos na agressão da última quarta-feira, absolutamente não se justificam.

    Devido o trânsito estar interrompido por uma procissão, o médico solicitou ajuda aos guardas de trânsito para facilitar a sua passagem, haja vista que teria que dar uma aula naquele horário, além de estar de plantão de sobreaviso no Hospital Carlos Macieira.

    A reação daqueles que deveriam garantir a segurança pública e o ordenamento do trânsito foi inusitada: acusaram-no de desacato a autoridade, chamaram a Polícia Militar e sem qualquer conversa foi empurrado, algemado, chutado, jogado dentro do camburão da viatura policial e conduzido de forma arbitrária para a delegacia de polícia onde permaneceu por três horas algemado e sem direito a se comunicar com qualquer pessoa.

    O pesadelo só terminou com a chegada do delegado da polícia civil que de forma civilizada e coerente tomou os depoimentos dos presentes e o liberou após o registro da ocorrência.

    O SINDMED-MA, perplexo diante de um ato tão despropositado como este, vai seguir na defesa do colega médico e tomará todas as medidas cabíveis que estiverem ao seu alcance e dentro dos limites da competência da instituição, para que fatos dessa natureza não entrem na estatística da impunidade.

    Adolfo Paraiso
    Presidente do SINDMED-MA

  27. Marcelo

    Esse é o povo brasileiro, que se diz contra a corrupção, mas defende que o cidadão por ser médico está a cima da lei. Estavá dirigindo embriagado, colocando em risco a própria vida e de outros, estava tão bêbado que nem se lembra (ou finge não lembrar) do que fez. Foi arrogante, agressivo, e tinha tanta certeza que estava embriagado que SE NEGOU A FAZER O TESTE DO BARÔMETRO. Pode até ser um excelente médico, mas se portou como um criminoso, e foi preso como tal. Está tentando jogar a culpa nos únicos profissionais de verdade, profissionais que independente de ser um médico ou um outro cidadão “comum” fizeram valer a lei. Aos que estão só afirmando que ele é um ótimo médico, só um lembrete: ELE FOI PRESO POR DIRIGIR EMBRIAGADO E POR DESACATO, e não por ser um médico ruim!

  28. Marcelo

    Esse é o povo brasileiro, que se diz contra a corrupção, mas defende que o cidadão por ser médico está a cima da lei. Estavá dirigindo embriagado, colocando em risco a própria vida e de outros, estava tão bêbado que nem se lembra (ou finge não lembrar) do que fez. Foi arrogante, agressivo, e tinha tanta certeza que estava embriagado que SE NEGOU A FAZER O TESTE DO BAFÔMETRO. Pode até ser um excelente médico, mas se portou como um criminoso, e foi preso como tal. Está tentando jogar a culpa nos únicos profissionais de verdade, profissionais que independente de ser um médico ou um outro cidadão “comum” fizeram valer a lei. Aos que estão só afirmando que ele é um ótimo médico, só um lembrete: ELE FOI PRESO POR DIRIGIR EMBRIAGADO E POR DESACATO, e não por ser um médico ruim!

  29. Isabel Santos

    Acho lamentável tentar denegrir a imagem desde grande neurocirurgião. Ele não estava embriagado, estava se dirigindo a Academia de Polícia. Seu único erro foi pedir ajuda a Smtt. Acho irresponsável a publicação sem ouvir a verdade dos fatos.

  30. Pedro Sancho

    Trabalhei no hospital q infelizmente esse animal tbm trabalhava. A ignorância em pessoa. A prisão é justificável e ainda muito pouco p ele.

  31. Luiz

    Se não estava embriagado, por que se negou a fazer o teste no BAFÔMETRO? Seria uma prova técnica que ele teria contra os policiais… mas, ele se negou a fazer, por que será? Só os sendo muito “inocente” para acreditar que ele não estava embriagado!

  32. Paulo

    Se estava tão confiante de que não fizera nada de mais, porque não fez o bafômetro? O cara se acha no direito de passar por cima de uma procissão só pq é neurocirurgião? Que direito ele tem de fazer isso? Dê meia volta meu caro. Apanhou foi pouco. kkkk trouxa

  33. Wolney Bonfim

    Esse animal deveria trabalhar em clínica veterinária, pois não sabe lidar com pacientes, e também não sabe o que é ética, deve ter feito um juramento de hipócrita, e não o de Hipócrates que todo verdadeiro médico faz..eu mesmo já fui alvo da ignorância desse palhaço..

  34. Vera

    Esses policiais são despreparados e muitos com problemas psiquiátricos, certa vez estava na litorânea e uma viatura parou, um policial mais velho completamente desequilibrado saiu gritando dizendo que ia me prender por estar praticando sexo no meio da rua, pra minha surpresa esse descompensado estava aos gritos falando comigo, pior de tudo não adianta argumentar, com certeza ele queria dinheiro, liguei para um delegado amigo meu que me conhece e sabe que sou uma pessoa normal e jamais iria fazer esse tipo de coisa, que acalmou o policial. Fui liberada sob mira da sua arma. Infelizmente essa é a nossa realidade. Tenho certeza que o Dr. Benedito tá falando a verdade. Indignada com tudo isso. Ahhhh e pra vcs que já trabalharam com ele, muito cuidado com o que falam, pois sempre ouvi falar muito bem dele, é um homem digno, pai de família, honesto e trabalhador.

  35. Antonio Carlos

    Está cheio de blogs sensacionalistas por aí e este é um! Dr Sabbak, uma excelente pessoa, um médico profissional excepcional!!!

  36. Fernanda

    Me surpreendi com os comentários que encontrei aqui. Acompanhando uma pessoa no socorrao e ele foi muito grosseiro com as palavras,, não só comigo mas com variAs pessoas, achando que estava tratando com pessoas inferiores por se tratar de SOCORRAO. Lamentável comportamento para um “profissional da saúde do estado do Maranhão”. Obs: já publiquei esse mesmo comentário hj em um outro site, é que eu não pude conter o meu repúdio pela postura do mesmo. Pelo comportamento dele, eu posso acreditar que a versão dos policiais é a verdadeira.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários