Crime

Prefeito de Pedro do Rosário é preso e encaminhado para PF

O prefeito de Pedro do Rosário, cidade maranhense localizada a 340 km de São Luís, foi preso por porte ilegal de arma durante uma operação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no ferryboat da Ponta da Areia, em São Luís. Com o prefeito José Irlan Sousa Serra foi encontrado um revólver calibre 38, com seis munições.

Durante a abordagem, o motorista do prefeito, Raimundo Nonato Teixeira Neto, se negou a entregar a arma e foi dada voz de prisão para todos os ocupantes do veículo. O prefeito também tentou resistir a prisão, mas foi detido com José Kelvécio Rodrigues Alves, Evandro Luís Matos Pereira, Lidiane Neres Soares, Rubenita de Moura Lobato Bezerra e Raimundo Nonato Teixeira Neto.

“Quando eles pediram pra eu encostar o carro, pediu o documento e dei pra ele. Como o documento não estava no meu nome, é de um colega meu. Eles abriram mala do carro, quando eles começaram a mexer nos documentos, o prefeito reclamou e eles empurraram o prefeito. Eles revistaram o carro, encontraram a arma, que não estava no nome do prefeito. Eles agrediram o prefeito e humilharam a primeira-dama Lidiane Neres. Eles prenderam todo mundo”, disse o motorista Raimundo Nonato em entrevista à rádio Mirante AM. “A arma é do Evandro, que acompanhava a gente. Ele assumiu e está prestando depoimento agora”, completou.

Todos eles foram levados para a sede da Polícia Federal, no bairro da Cohama, em São Luís.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários