Crime

Empresário acusado de desvio na Univima se entrega à polícia

O empresário Francisco Ferreira, dono da FJS Ferreira Comércio e um dos acusados no escândalo de desvio de R$ 34 milhões da Univima, entregou-se ontem quinta-feira (28), às autoridades da Polícia Civil, em São Luís. Ele chegou na delegacia na presença do advogado.

Francisco é o 5º e ultimo preso da megaoperação batizada de ‘Cayenne’ realizada pela Polícia Civil, por meio da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção, na quarta-feira (27).

A Coaf constatou que houve transferências de pagamentos irregulares para FJS Ferreira Comércio, ID Correa Filho Comércio e Valmir Neves Filho Comércio. Juntas eles teriam recebido aproximadamente R$ 34 milhões desviado da Universidade Virtual do Maranhão (Univima).

Os ordenadores de despesa do órgão realizavam pagamentos normais aos credores do órgão, que tinham contratos em vigor e que apresentaram faturas a serem pagas. Depois da emissão das ordens bancárias e de confirmar o pagamento pelo banco, o responsável pelo setor financeiro cancelava o pagamento no sistema Siafem e lançava novo pagamento, dessa vez, para empresas fantasmas, usadas apenas para desviar os recursos públicos. A fraude foi realizada durante três anos, sem que os gestores máximos dos órgãos impedissem a reiteração.

Documento extraído do Blog Gilberto Leda.

Documento extraído do Blog Gilberto Leda.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários