Crime

Interceptações clandestinas estariam sendo feitas no Maranhão

Uma bomba pode estourar caso o governador Flávio Dino (PCdoB), autorize uma auditoria nos porões da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA).

Existem fortes suspeitas de que o aparelho Guardião, sistema de gravações de ligações telefônicas do serviço de Inteligência da Polícia Militar do Maranhão, estaria sendo utilizado indevidamente para interceptações clandestinas. O que de fato é crime e pode resultar em cadeia.

Já foram encaminhados dois pedidos para o Governo do Estado no intuito de auditar as utilizações das escutas telefônicas. A auditoria é para verificar se o equipamento está sendo manuseado de forma correta e se há grampo clandestino. O equipamento deve guardar na memória todos os telefones que foram interceptados e o acesso aos dados pode revelar se houve ou não o uso indevido.

O sistema Guardião é um software de alta tecnologia que grampeia centenas de linhas simultaneamente e permite monitorar escutas telefônicas. O equipamento é capaz de grampear ao mesmo tempo 300 conversas telefônicas de celulares e 48 telefones fixos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários