Crime

Novo grupamento especial da PM intensifica combate ao crime na capital

#Operação da polícia Militar no bairro da Ilhinha
A Operação Restauração desencadeada pela Polícia Militar é uma das formas que a PM vem usando para colocar criminosos atrás das grades e trazer o sossego a população. Nas ações estão sendo empregados grandes contingentes policiais e muitos equipamentos bélicos. Só para se ter uma ideia na última ação, realizada na sexta-feira, na Vila Maranhão e Vila Cotia foram 76 homens do Batalhão de Choque, 12 do Esquadrão de Polícia Montada e vários do Serviço de Inteligência da Polícia Militar.

Esta é a segunda operação realizada pelo Comando de Policiamento Especial (CPE), a primeira foi na Vila Embratel, no dia 29 de novembro, que resultou na apreensão de oito armas de fogo, encontradas em uma casa abandonada. Segundo informações do Comandante Geral da Polícia Militar, Zanoni Porto, o combate à criminalidade está sendo feito de forma sistemática e firme, por meio de ações operacionais constantes com um efetivo comprometido em assegurar todas as garantias de segurança à sociedade. Para isso, conforme o comandante, a Polícia Militar conta com 15 batalhões, 13 companhias independentes, 1.500 viaturas, dois helicópteros, dois aviões, 40 conjuntos no Esquadrão de Cavalaria, um Batalhão de Choque e uma Companhia de Polícia Rodoviária. “Com todos estes policiais tecnicamente preparados e com recursos técnicos de última geração, estamos prontos para trabalhar no combate à criminalidade”, disse o comandante.

Na operação de sexta-feira, três procurados da Justiça foram presos e um acabou morto em confronto com policiais. Christopher Miachel Cardoso Senna, o “Camarão”, ao notar aproximação dos policiais empunhou um revólver Taurus calibre 38, saiu da casa onde estava e abriu fogo contra os militares. Houve a reação dos policiais e no confronto, Camarão acabou sendo baleado. Foi socorrido pelos próprios policiais e levado ao Hospital Clementino Moura (Socorrão II) mas não resistiu. A arma foi apreendida com quatro munições intactas e duas deflagradas.

Além das armas de fogo que eram portadas pelos acusados, os homens do Comando de Policiamento Especializado apreenderam também motocicletas, veículos e aparelhos celulares.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Tudo sobre:

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários