Crime

Lavrador é condenado por estupro de criança

O lavrador Francisco Éder Costa de Moraes, de 26 anos, foi condenado a 13 anos e seis meses de reclusão, em regime fechado, na penitenciária Jorge Vieira, em Timon, em Tribunal de Júri. Ele era acusado de estupro de vulnerável – contra a menor M.J.S.S., com 10 anos de idade à época. A pena teve como agravante a situação de crime continuado.

Dois anos após o ocorrido, M.J.S.S. foi assassinada na semana passada, dia 3 de novembro, após aparente assalto na casa dos pais, quando foi morta com um tiro no rosto. A polícia está investigando o caso

De acordo com a denúncia do primeiro crime, o acusado era vizinho da vítima e se aproveitou dessa condição para assediá-la. Em março de 2009, enquanto a menina regava plantas a levou para casa contra sua vontade. Em seguida, a sufocou com a mão e a estuprou no banheiro.

Francisco Éder continuou a praticar atos de constrangimento contra a menor, estuprando-a por outras vezes nos meses seguintes. Ele foi preso em dezembro de 2009. Nas vezes em que foi ouvida, a menor sempre afirmava que sofria ameaças de morte por parte de Éder. “Ele disse que se contasse pra alguém, ele me mataria e mataria minha mãe”, dizia em depoimentos.

Portal  Cidade Verde


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Sem comentários em “Lavrador é condenado por estupro de criança”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Rodrigues

    Nossos políticos quando querem tr abalar, sao eficientes. Precisamos agora aprimorar esta lei para quem consome drogas, ou maconha, cocaína, crack, ox, êxtase e outras merdas não influenciam na condução de um veiculo??

  2. Coy Austino

    Fantastic line up. We are going to be linking to this fantastic post on our web site. Sustain the nice producing.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários