Cidade

Invasores ocupam centro de treinamento do Sampaio no Turu

Cerca de 300 invasores montaram casas de madeiras e cobertas com plásticos no terreno

Cerca de 300 pessoas estão na área que pertence ao Sampaio

Cerca de 300 pessoas estão na área que pertence ao Sampaio

Parte da área de 20 hectares da sede do Sampaio Corrêa foi invadida a pouco mais de um mês na Vila Luizão. Hoje, os invasores já tomam conta dos campos onde o time de futebol treinava. A disputa pelo terreno terminou em morte, quando o jovem de 19 anos, Fagner Barros, foi atingido por um tiro na testa pela arma de policial.

O autor do disparo, cabo Marcelo Monteiro dos Santos foi preso e autuado em flagrante, mas foi solto após o juiz conceder relaxamento de prisão e determinar sua libertação na última terça-feira, dia 18.

O time abandonou os treinos no local e tem buscado formas alternativas para não perder a disposição dos jogadores. Ainda não há uma solução para o problema, mas o presidente do clube, Sérgio Frota declarou que busca uma solução junto ao secretário Articulação Política do Governo, Márcio Jerry.

Cerca de 300 pessoas permanecem no local e segundo Sérgio Frota, alguns armados já chegaram a ameaçar representantes do time.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários