Cidade

Moradores reclamam de obras no Gran Park no bairro Shalom

Segundo reclamante, a empresa interditou com tapumes as ruas em referência para obras em seu condomínio há meses sem dar qualquer satisfação aos moradores.

Na tarde desta quarta-feira (06), um leitor do blog enviou uma reclamação e denúncia a respeito de problemas nas obras no Gran Park.

O mesmo, que alega o problema manter-se persistente, solicita uma intervenção urgente para a solução do problema ocasionado pela FRANERE, construtora responsável pelos serviços, no bairro do Parque Shalom, localizado na rua H20 com V12.

Segundo reclamante, a empresa interditou com tapumes as ruas em referência para obras em seu condomínio há meses sem dar qualquer satisfação aos moradores.

“Ao que parece à Prefeitura de São Luís não faz nada para amenizar a situação, haja vista que não existe sinalização de segurança da própria obra no local. Além de que manilhas estão sobre calçada de residência, existe buraco aberto e acúmulo de lixo e entulho”, relata Ricardo Moreira – morador.

Além de se tratar de uma via de escoamento de tráfego entre as Avenidas Holandeses e Daniel de La Touche, os moradores correm o risco de acidentes e assaltos. Muitos alegam que o transtorno é grande demais e a situação está insustentável.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

6 comentários em “Moradores reclamam de obras no Gran Park no bairro Shalom”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Raimundo Aguiar

    Não entendo o povo se fiscaliza reclama, se não fiscaliza reclama tb, o povinho insatisfeito vão denunciar a construtora oras bolas já que está te prejudicando, sai da sua mordomia e resolve por vc… me poupe tantas obras erradas agora a culpa é da prefeitura.

  2. Artemio

    Não entendi muito bem o que a matéria quis dizer, tá um pouco confuso. Mas acho que seria o caso de denunciar para o CREA, em relação aos assaltos, diga para o morador não se preocupar que a obra não tem nada a ver com isso, poois todo o restante da cidade passa pelo mesmo problema, a insegurança é total em todos os bairros.

  3. Ivanildo Cordeiro

    Tenho certeza q a prefeitura ñ tinha nem conhecimento disso, até pq ela ñ tem nenhuma obrigação de saber. Só q faltava agora era vcs querer exigir q o prefeito fiscalize todas as obras dos milhares de condomínios q estão sendo construidos na nossa cidade. Mesmo assim, sei q o prefeito Edivaldo Jr providenciará a resolução desse problema.

  4. netoferreira

    Caro leitor, assim como você espera a resolução da parte do prefeito, os moradores também aguardarão e ficarão satisfeito com tal atitude.

  5. vanessa duarte

    ja trabalhei em empresa de engenharia e quando a empresa consegue licensa pra executar a obra, todo o trabalho fica por conta da construtora, inclusive a sinalização da obra que já é com a empresa e o crea. minha sugestão é que os moradores procurem a empresa ou o crea.

  6. Ricardo

    Senhores, ocorre que a empresa em voga tem feito trabalhos em redor de seu condomínio quebrando, esburacando e interrompendo ruas (neste caso, a Rua H20 com a V12 no Parque Shalom), causando transtornos aos moradores e transeuntes. A Semosp já foi informada por moradores há meses sobre os problemas, ou seja, não se trata de desconhecimento dos fatos. A empresa já foi contatada por vários canais, como: e-mail, telefone, sac, no local da obra e outros. Enquanto a culpa, acredito não ser da Prefeitura, inclusive a Blitz Urbana já esteve no local na tarde de ontem com moradores, repassando o problema para a Superintendência do Órgão. Repito, esta obra não está sendo realizada pela Prefeitura, muito embora sejam vias públicas! Agora, não dá para entrar com Ação Polular ou recorrer a outros órgãos quando esta situação poderia ser resolvida com o mínimo de boa vontade, digo, da empresa!

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários