Política

Prefeito e agência são denunciados na Polícia Federal

Dono da agência e o prefeito de Timon, Luciano Leitoa.

Dono da agência e o prefeito de Timon, Luciano Leitoa.

A Superintendência Regional do Departamento de Polícia Federal do Maranhão e Ministério Público Federal receberam documentos que podem implicar a vida do prefeito Luciano Leitoa (PSB) e empresa Texto e Arte Propaganda Ltda, a Sofia Comunicação, que faturou milhões dos cofres públicos da cidade de Timon.

De acordo com a representação protocolada, há fortes indícios de superfaturamento no uso da verba do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A agência pertence ao publicitário Zeca Pinheiro, ex-secretário de Comunicação do governo Jackson Lago.

A Sofia Comunicação ganhou contrato e aditivos que acumulam R$ 15 milhões da Prefeitura de Timon. E parte do transferido na conta da empresa – totaliza R$ 2 milhões – foi dinheiro do Governo Federal.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Contrato e aditivos fazem agência acumular R$ 15 milhões da Prefeitura de Timon

Prefeito de Timon, Luciano Leitoa e Zeca Pinheiro, dono da Sofia Comunicação

Prefeito de Timon, Luciano Leitoa e Zeca Pinheiro, dono da Sofia Comunicação

Enquanto o prefeito Luciano Leitoa (PSB) corta a carne dos servidores com a redução salarial, anunciada no site da prefeitura, a Prefeitura de Timon celebrou contrato e continua fazendo aditivos escandalosos com a empresa Texto e Arte Propaganda Ltda, a Sofia Comunicação.

A Sofia Comunicação, agencia de propriedade de Zeca Pinheiro, ex-secretário de Comunicação do governo Jackson Lago, abocanhou R$ 5.000.000,00 milhões em 2013 da prefeitura, para prestação de serviços de publicidade e propaganda, pelo prazo de 12 meses.

Ainda não satisfeito, Leitoa fez o primeiro aditivo em junho de 2014, com mais R$ 5.000.000,00 milhões, para agraciar novamente a empresa de publicidade.

Espanto mesmo foi quando em meio à crise que assola a cidade de Timon, a prefeitura comunicou o segundo aditivo com a empresa, por mais um ano, no valor de R$ 5.000.000,00 milhões. No contrato de serviço, a Sofia Comunicação atenderia as Secretarias de Comunicação, Educação, Saúde e Desenvolvimento Social.

No dicionário, a palavra crise é definida como um momento perigoso ou difícil de uma evolução ou de um processo. Está em crise é estar na moda e, muitos gestores pelo Brasil a fora tem utilizado o termo para “tentar” justificar suas atitudes absurdas.

O prefeito de Timon então justificou que diante desse quadro, e para preservar o equilíbrio das contas do Município e a manutenção dos empregos, foi obrigado a reduzir, a partir deste mês, em 30 porcento as gratificações dos servidores municipais que ganham acima de mil reais.

Pelo visto, é bem mais fácil retaliar um pai de família que reincidir o segundo aditivo do qual faz Zeca Pinheiro acumular as cifras de R$ 15.000.000,00 milhões.

Primeiro contrato (2013)

Primeiro contrato (2013)

Primeiro aditivo (2014)

Primeiro aditivo (2014)

Segundo aditivo (2015)

Segundo aditivo (2015)

Contrato com a Sofia Comunicação

Contrato com a Sofia Comunicação


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.