Poder

Políticos do Maranhão e Brasília com medo da delação

Lauro Jardim, O Globo

Figurões da política brasiliense sondam dia sim, outro também, se o advogado Willer Tomaz (à esquerda, na foto), preso após ser delatado pelos donos da JBS, está fazendo ele próprio uma colaboração premiada.

Segundo os irmãos Batista, Tomaz foi quem cooptou o procurador da República Ângelo Goular Villela (à direita, na foto), da operação Greenfield, em que a empresa é investigada.

É que não era apenas para a JBS que Tomaz prestava esse tipo de serviço.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.