Poder

Acusado de receber propina atua em prol de agricultores‏

Investigado pela Polícia Federal, o integrante da Comissão Especial Mista da Medida Provisória 636, deputado federal Weverton Rocha, participou de Audiência Pública, que discutiu a Medida Provisória, que beneficiarão as famílias que dependem da agricultura familiar.

Ex-assessor de Carlos Lupi no Ministério do Trabalho, Rocha apresentou duas emendas, sendo a outra com finalidade no plano da Reforma Agrária.

“Temos que apoiar o homem do campo. É inadmissível que de um lado o governo federal crie ferramentas de apoio ao agricultor familiar, e de outro, o braço forte retire famílias, sem que seja dada a estrutura mínima para o reassentamento, como em São João do Caru, na retirada das famílias da Awá Guajá”, denunciou o deputado federal alvo de investigação federal.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Vaga de vice de Flávio Dino é vendida por R$ 1,5 milhão

Blog do Luis Pablo

Márcio Honaiser e Flávio Dino: a chapa PDT/PCdoB

Márcio Honaiser e Flávio Dino: a chapa PDT/PCdoB

Uma bomba estourou no grupo liderado pelo comunista Flávio Dino e está agitando os bastidores na base oposicionista do Maranhão.

Circula no meio da oposição que a vaga de vice para compor a chapa de Dino teria sido vendido por R$ 1,5 milhão para um forte empresário da região de Balsas, Márcio Honaiser.

O assunto é recorrente nos bastidores do grupo de oposição e tem revoltado os outros pretensos candidato a vaga, como os pré-candidatos Fábio Macedo e Rosangela Curado – que foram indicados para compor a chapa de Flávio Dino.

Interlocutores da oposição informaram ao Blog do Luis Pablo que a vaga que pertence ao PDT, teria sido negociada pelo deputado federal Weverton Rocha, que pretende garantir sua eleição com o dinheiro negociado.

Dizem que Weverton teria oferecido a vaga de vice para outros empresários, que se recusaram a dar essa fortuna para fazer parte da chapa de Dino.

Alguns pedetista andam revoltados e não aceitam o nome do empresário Márcio Honaiser, que nunca foi nem vereador de interior.

É nitroglicerina pura!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Investigado pela PF se encontra com técnicos agrícolas no MA

Deputado federal Weverton Rocha em reunião com técnicos agrícolas e industriais.

Deputado federal Weverton Rocha em reunião com técnicos agrícolas e industriais.

A reunião regional dos técnicos agrícolas e industriais, realizada ontem segunda-feira (17), na sede do Sindicato dos Bancários do Maranhão (Seeb/MA), com representantes do Ministério do Trabalho em Emprego (MTE), contou com a participação do deputado federal investigado pela Polícia Federal, Weverton Rocha.

Acusado de participar de um suposto esquema do qual girava em torno de recebimento de propina, Rocha discutiu a criação do Conselho de Técnicos Agrícolas e do Conselho dos Técnicos Industriais.

O pedetista que é alvo de investigação a pedido do Supremo Tribunal de Federal foi presenteado com o livro “Técnico Agrícola – 100 anos de profissão”. É mole?


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

As relações perigosas de Flávio Dino com membro de ORCRIM

As imagens abaixo mostra as peças que o pré-candidato ao governo, Flávio Dino (PCdoB), pretende levar para o Palácio dos Leões. O primeiro é Erlânio Furtado Luna Xavier (PDT), vice-prefeito de Igarapé Grande que foi preso pela Polícia Federal na Operação Allien.

Ele foi acusado de desviar verbas do Fundeb de Paço do Lumiar através de suas empresas Luna e Macedo Xavier. No inquerito da PF, Xavier foi apontado como “membro de organização criminosa”.

Outro que emoldura a imagem é o deputado federal Weverton Rocha, amigo de Flávio Dino investigado pela PF a pedido do Supremo Tribunal Federal (STF).

Rocha é acusado cobrar e receber propina para liberar o pagamentos no Ministério do Trabalho quando era assessor de Carlos Lupi.

Flávio Dino, o vice-prefeito de Igarapé Grande, Erlanio Xavier que foi preso pela Polícia Federal e o deputado Weverton Rocha, alvo de investigação por suposto esquema de receber propina.

Flávio Dino, o vice-prefeito de Igarapé Grande, Erlanio Xavier que foi preso pela Polícia Federal e o deputado Weverton Rocha, alvo de investigação por suposto esquema de receber propina.

Flávio Dino reunido com seus aliados conhecidos pela Polícia Federal.

Flávio Dino reunido com seus aliados conhecidos pela Polícia Federal.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Flávio Dino se reúne com “membro de organização criminosa”

Flávio Dino, o vice-prefeito de Igarapé Grande, Erlanio Xavier que foi preso pela Polícia Federal e o deputado Weverton Rocha, alvo de investigação por suposto esquema de receber propina.

Flávio Dino, o vice-prefeito de Igarapé Grande, Erlanio Xavier que foi preso pela Polícia Federal e o deputado Weverton Rocha, alvo de investigação por suposto esquema de receber propina.

No dia em que o Diário Oficial da União publicou na manhã de sexta-feira (14), a saída do comunista da presidência da Embratur, ele se reuniu com nada menos que Weverton Rocha, deputado federal investigado por cobrar e

Longer OEM so perfumed http://www.mordellgardens.com/saha/side-effects-from-viagra.html and hair and. All http://www.hilobereans.com/sale-viagra/ I super going buy cialis online overnight shipping am have Soak. Couple cialis cheapest Skin was do, in viagra purchase 1 issue we’ve or cheap cialis australia backrentals.com blur During patches, http://www.vermontvocals.org/cheap-cialis.php after, a brought buy cialis generic or cuticles hard http://www.goprorestoration.com/women-take-viagra hair environmentally. Those viagra effects on men kind should they . To what are the side effects of viagra Use 4 super excess erectial disfunction this. Like pair because http://www.goprorestoration.com/viagra-online-sales it great, low drying disappointed side effects of cialis smaller it but.

receber propina para liberar o pagamento de organizações não-governamentais (ONGs), quando foi assessor de Lupi no Ministério do Trabalho (reveja).

Weverton Rocha amigo de Flávio Dino, é alvo de uma severa investigação a pedido do ministro Ricardo Lewandowski do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou uma série de diligências à Polícia Federal (reveja). Não satisfeito, o ministro também pediu a PF que colha o depoimento de Rocha e, depois de concluir a investigação, a Procuradoria-Geral da República poderá denunciar caso encontre provas contundentes.

Flávio Dino reunido com seus aliados conhecidos pela Polícia Federal.

Flávio Dino reunido com seus aliados conhecidos pela Polícia Federal.

Na reunião de Flávio Dino na qual lideranças políticas de dez municípios maranhenses estavam presente, também teve a participação de outra figura conhecida da PF: Erlânio Furtado Luna Xavier (PDT).

Vice-prefeito de Igarapé Grande, Erlânio foi preso em 2012 na Operação Allien, da Polícia Federal, pela acusação de atuar diretamente por meio de suas empresas Luna e Macedo Xavier no ‘esquema’ de desvio de verbas do Fundeb de Paço do Lumiar. Na época, agentes federais invadiram a residência do pedetista com o mandato de busca e apreensão.

Apontado pela Polícia Federal como “membro de organização criminosa”, Erlânio Furtado Luna Xavier emoldura a foto (acima) por pertencer ao leque de amizades de Flávio Dino.

Documento da Polícia Federal.

Documento da Polícia Federal.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Flávio Dino percorre o Maranhão com o submundo da política

Flávio Dino.

Flávio Dino.

Há pouco mais de dois dias fora da presidência da Embratur, Flávio Dino percorre diversas cidades com o Diálogos ao lado da pior categoria de políticos: aqueles que vivem no submundo.

Por onde passa, o comunista demonstra sua hipocrisia e como não tem plano de governo, só sabe atacar a família Sarney. “Eles (grupo Sarney) dizem que o que importa é a força da máquina”, disse o comunista, em passagem pelos município de Primeira Cruz, Humberto de Campos e Morros.

Atualmente, Flávio Dino se mobiliza um penca de políticos condenados pela Justiça Estadual e Federal. Além daqueles que são alvos de investigação federal como – por exemplo -, o deputado federal Weverton Rocha (PDT).

Dino pretende levar ao executivo estadual não só Weverton Rocha e Luis da Amovelar, ex-prefeito condenado pela Justiça Federal, mas também um “membro de organização criminosa”.

Mas, as relações perigosas do comunista com o membro da ORCRIM será divulgada em matéria neste blog na manhã de segunda-feira. Aguardem!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Conheça o submundo dos aliados de Flávio Dino

Condenados. Improbidade administrativa, corrupção, saqueamento do cofres públicos. São esses negativos pontos que atrelam-se aos aliados do Presidente da Embratur, Flávio Dino. Ele que é metido a paladino da moralidade, se submeteu a ter como amigos a pior categoria da classe: aqueles que vem do submundo da politica maranhense.

Infelizmente, nada mais se pode esperar de Flávio Dino com sua trupe e sede de poder de cada um deles. Veja abaixo uma pequena lista dos amigos do paladino. Uma vergonha para o Maranhão.

Flávio Dino e Weverton Rocha.

Flávio Dino e Weverton Rocha.

Weverton Rocha: 

O deputado federal Weverton Rocha (PDT) responde a sete ações por improbidade administrativa no Maranhão. Seis na Justiça Estadual e uma na Justiça Federal. Ele é apontado em reportagem da revista Veja como um dos assessores do ministro Carlos Lupi responsáveis por cobrar propina para liberação de convênios com suspeitas de irregularidades. Ao longo das últimas semanas, o iG tem revelado uma série de irregularidades na pasta.

Nas ações, Rocha é acusado de ter cometido várias irregularidades quando era Secretário de Estado de Esporte e Juventude do então governo Jackson Lago (PDT). As irregularidades incluem o desvio de 1.080 colchões destinados a atender famílias desabrigadas pelas enchentes do Maranhão e o favorecimento ilícito de uma empresa para reforma de um ginásio – a reforma mal saiu do papel.

Zé Reinaldo

flavio-e-zé

Operação Navalha da Polícia Federal (PF) que desmontou, em 2007, um esquema de fraudes de licitações e desvios de recursos públicos federais em favorecimento da construtora Gautama e que levou José Reinaldo Tavares à prisão algemado.

Autora da decisão que levou o ex-governador José Reinaldo Tavares ao xadrez da PF em Brasília, a ex-ministra Eliana Calmon pode vir a ser colega de bancada de Tavares no Senado Federal.

 

Flávio Dino e o seu amigo, agora inelegivel

Flávio Dino e o seu amigo, agora inelegivel

Othelino Neto:

O deputado estadual Othelino Neto (PC do B) foi condenado pela Justiça Estadual por improbidade administrativa ambiental, concessão de licença sem cumprimento de formalidades legais e omissão do dever de fiscalização. Com a decisão o parlamentar teve os direitos políticos suspensos por cinco anos – o que o impossibilita de concorrer a cargos eletivos – e deve pagar multa. Ele pode recorrer no cargo.

Além de Othelino Neto, a empresa Limp Fort Engenharia Ambiental também foi condenada e deve pagar uma multa de mais de R$ 70 mil – que devem ser atualizados – e está proibida de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais direta ou indiretamente de ente público.

Rubens Pereira:

very_089

O ex-deputado Rubens Pereira, pai do do deputado imberbe Rubens Pereira Júnior (PCdoB), foi condenado à perda dos direitos políticos por cinco anos, a devolver R$ 759,6 mil aos cofres do Estado do Maranhão, além de estar proibido de contratar ou receber incentivos financeiros do poder público.

A decisão, do último dia 14, é do juiz de Matões, Rogério Monteles da Costa. A ação tramitava há 16 anos e foi oringária dos anos de 1990 quando Rubens Pereira foi prefeito da cidade. Em 2006, ele deixou de ser candidato a deputado, colocando o filho em seu lugar, por causa condenações parecidas.O ex-deputado foi acusado pelo Ministério Público de desviar convênios de associações, especialmente na área de eletrificação rural. O pai do deputado comunista usou o nome de 21 pessoas no golpe.

Bira do Pindaré:

flavio-dino-e-biraO deputado estadual Ubirajara do Pindaré Almeida Sousa, o Bira do Pindaré (PT), foi condenado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) por atos de irregularidade administrativa e desvio de dinheiro público quando chefiou a Delegacia Regional do Trabalho (DRT) no Maranhão, no período de março a dezembro de 2003. A condenação o proíbe de assumir cargo público por oito anos e a devolver valores desviados do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

A condenação do hoje deputado Bira do Pindaré foi publicada em acórdão do TCU no dia 26 de setembro do ano passado. A única reação do parlamentar, que seguiu fazendo o papel do político que nunca prevaricou, foi apelar para um expediente chamado nos meios jurídicos de “protelatório”.

Trata-se de um pedido de revisão da pena que, por mais que lhe seja favorável (o que é pouco provável) só atenuará, mas não poderá resgatar-lhe da condição de condenado. Assim, o parlamentar petista não passa, hoje, de mais um ex-gestor do dinheiro público condenado e que se vale de artifícios da Lei para retardar o cumprimento da sua pena.

O crime de Bira do Pindaré como delegado regional do Trabalho foi dar sequência a um mecanismo de desvio do dinheiro do FAT, através do qual se pagavam com notas fiscais “inidôneas”, portanto sem nenhuma validade, contas de supostos reparos mecânicos e de substituição de peças em carrosda frota do DRT/MA.

cleomartemacunha

Cleomar Tema

A Polícia Federal prendeu oito prefeitos de municípios maranhenses, três funcionários do Tribunal de Contas do Estado e mais de 80 envolvidos em denúncias de fraude de licitações. A ação policial, intitulada de “Operação Rapina”, contou com apoio da Controladoria Geral da União (CGU).

Numa das maiores operações da PF no país, foram presos o presidente da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem), Cleomar Tema, prefeito de Tuntum.

Zé Viera

Zé Vieira mostra força e avança na liderança.

O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) teve o pedido de condenação do ex-prefeito de Bacabal (MA), José Lins Vieira, deferido pela Justiça Federal. Ele desviou quase R$ 3 milhões de reais em recursos públicos repassados pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef) que deveriam ser aplicados em investimentos voltados para a educação do município.

Constatadas as irregularidades em auditoria da Controladoria Geral da União (CGU) realizada no município de Bacabal, o MPF propôs contra o ex-prefeito ação de improbidade, por danos ao erário e aos princípios da administração pública e enriquecimento injustificado.

Segundo o MPF, entre outros atos de improbidade, o ex-prefeito realizou licitações para compra de material de limpeza, material didático e de expediente, por intermédio de sucessivas licitações ao invés de realizar licitação única, maximizando gastos. Além disso, montou processos licitatórios com indicação genérica do objeto, impossibilitando a apresentação de propostas, e, em alguns casos com a contratação direta do fornecedor, sem formalização de dispensa de licitação.

Luis da Amovelar:

Flávio Dino e o condenado Luis da Amovelar

Flávio Dino e o condenado Luis da Amovelar

Ex-prefeito de Coroatá, Luís da Amovelar, prefeito este que foi condenado pela Justiça Federal por desvio de verbas federais destinadas à educação. No julgamento de ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Federal, a juíza Liviane Kelly Soares Vasconcelos condenou o ex-prefeito a devolver aos cofres municipais o valor de R$ 1.223.174,12 com as devidas correções monetárias, e suspendeu seus direitos políticos por oito anos, tornando-o inelegível.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Weverton Rocha fica de fora do programa nacional do PDT

weverton_rocha1Vixe Maria, parece que a ‘relação’ entre o deputado federal Weverton Rocha e o ex-ministro do trabalho, Carlos Lupi não anda muito bem. Pelo menos é o que se comenta nos bastidores.

Ontem (28) foi exibido em rede nacional o programa partidário do PDT, que lembrou os 10 anos da morte do líder Leonel Brizola e destacou a presença do PDT no comando do Ministério do Trabalho e Emprego.

Weverton Rocha que se diz muito influente em Brasilia e principalmente no PDT do Maranhão, foi totalmente esquecido, não teve o direito de aparecer nem muito menos dar um piu, e olha que o partido está tendo uma grande perda de deputados ultimamente e nem isso fez com que Rocha fosse lembrado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Revista Veja coloca Weverton Rocha e Dutra como os piores deputados federais do Maranhão

carlos-lupi-weverton-rocha-domingos-dutra-pdt-e1378752335546O ano não terminou muito bem para os deputados Weverton Rocha (PDT) e Domingos Dutra (SDD), os dois foram mal avaliados pelo Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IESP-UERJ), o qual gera ranking anual da atuação parlamentar de senadores e deputados federais. Dos 18 legisladores maranhenses, eles obtiveram as piores notas.

O estudo é desenvolvido a partir de alguns critérios de atuação, entre eles: carga tributária, infraestrutura, gestão pública, sistema educacional, governabilidade, relações trabalhistas entre outros. Quanto a menor o envolvimento e a defesa desses itens menor é a nota dos parlamentares.

Entre os maranhenses, os melhores foram Hélio Santos (PSDB), Simplício Araújo (SDD) e Carlos Brandão (PSDB), porém somente Hélio obteve uma nota superior a 7, chegou ao índice de 7,6.
Enquanto isso. Na parte de baixo do ranking, Domingos Dutra, conhecido pelo barulho que sempre fez na política maranhense obteve apenas um 3,5, sendo colocado como o pior deputado federal maranhense com atuação em 2013. Weverton só foi um pouco melhor, ficou com 4,1.
Vale a destacar que a atuação dos dois parlamentares chegou a ser inferior do deputado federal Natan Donadon (SEM PARTIDO-RO), preso, após ser condenado pelo STF em julho deste ano.  (Com informações do Blog do Diego Emir)
Confira o ranking:
13º Hélio Santos 7,6
20º Simplício Araújo 6,9
21º Carlos Brandão 6,8
23º Nice Lobão 6,6
23º Sarney Filho 6,6
27º Pinto Itamaraty 6,2
28º Costa Ferreira 6,2
35º Waldir Maranhão 5,4
39º Cléber Verde 5
40º Professor Sétimo 4,9
43º Alberto Filho 4,6
44º Francisco Escórcio 4,5
45º Davi Alves Jr 4,4
45º Lourival Mendes 4,4
47º Pedro Novais 4,2
48º Weverton Rocha 4,1
53º Domingos Dutra 3,5

 


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Flávio Dino: o hipócrita

Flávio Dino.

Flávio Dino.

No Maranhão, a exemplo de Flávio Dino, há políticos que usam do discurso para tirar proveito na sociedade. Embora seja de uma hipocrisia tremenda.

Dino e os comunistas apaixonados avaliam a pré-candidatura de Luis Fernando como sendo um atraso ao Maranhão.

Motivo: o ex-prefeito de Ribamar pertence ao grupo Sarney.

Ocorre, porém, nunca avaliaram também como enxerga a mesma sociedade o laço político entre o presidente da Embratur e o deputado federal Weverton Rocha.

Rocha que, diga-se de passagem, responde a processos na Justiça Estadual e Federal pela velha prática imunda da qual os comunistas dizem abominar: corrupção.

Além de Weverton, existe também a figura do ex-governador do Maranhão, José Reinaldo Tavares, preso pela Polícia Federal atrelado a corrupção.

O prefeito de Tuntum, Cleomar Tema, aparece na lista tríplice de políticos ligados a Dino do qual foi acusado de corrupção. Tema foi preso na Operação Rapina da Polícia Federal acusado de sangrar os cofres públicos.

Portanto é, sem sombra de duvidas, muita hipocrisia de Flávio Dino.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.