Política

Moradores do Itaqui-Bacanga e da Zona Rural criticam ataques contra Wellington

wwwwwww

Moradores da área Itaqui-Bacanga e da zona rural de São Luís criticaram veementemente os ataques desferidos pela imprensa aliada do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) contra o candidato a prefeito da coligação “Por Amor a São Luís”, Wellington 11 (PP).

Wellington esteve reunido com moradores das duas localidades na noite do último domingo, oportunidade na qual recebeu demonstrações de carinho e apoio dos eleitores. Ele apresentou seus compromissos nos mais diversos setores para retirar São Luís da situação de caos vista hoje.

Desde que se consolidou como segundo colocado nas pesquisas de intenção de voto, estando praticamente empatado com Edivaldo Jr, segundo a última pesquisa Ibope, Wellington vem sendo alvo de notícias mentirosas e difamatórias publicadas em veículos locais e até nacionais. Tais notícias, ao que tudo indica, são patrocinadas pelo consórcio envolvendo o atual prefeito e o Palácio dos Leões, que amargam o sentimento de revolta em função da candidatura de Wellington contar com o apoio verdadeiro da população.

“O atual prefeito abandonou a área Itaqui-Bacanga. Sabe que aqui, nessa região, ninguém acredita nele. Por esse motivo, eles mentem, tentam difamar o candidato do PP. Mas não irão conseguir, porque o povo acredita e está com Wellington 11”, afirmou Robert Lemos (PSD), candidato a vereador e que promoveu uma reunião na Vila Embratel, da qual participaram mais de 300 pessoas.

Na zona rural, o encontro, promovido pelo candidato a vereador, Sá Marques, aconteceu na Vila Maranhão. Centenas de pessoas participaram e disseram estar confiantes na vitória de Wellington.

“O deputado Wellington tem história de vida, é um político sem amarras e gosta de estar com o povo. Ele sabe gerir e está propondo compromissos concretos que irão mudar a realidade de São Luís. Aqueles que tentam difamar a trajetória de Wellington estão com medo. Querem o mal de nossa cidade em benefício próprio”, disse o comerciante Marcos Paiva.

Os moradores da Vila Maranhão criticaram Edivaldo Jr. , principalmente em relação ao sucateamento do setor da saúde. “Não temos atendimento médico, falta ambulância e medicamentos. Além disso, assaltos viraram uma rotina. O atual prefeito abandonou nossa comunidade e espero que todos os moradores lembrem disso na hora de votar”, disse a dona-de-casa Alcione Vieira.

Wellington se comprometeu em atender as reivindicações dos moradores implantando na região uma Unidade de Pronto Atendimento; melhorando o sistema de abastecimento de iluminação pública e reforçando a ação da guarda municipal nos bairros da zona rural.

O candidato progressista agradeceu as palavras de confiança. De acordo com ele, ao tentar macular sua imagem de homem público, seus adversários mostram, tão somente, que estão desesperados.

“Estamos fazendo uma campanha propositiva, apontando compromissos concretos para melhorar a capital e colocá-la no caminho certo do progresso. E é desta forma que iremos nos manter e obter a vitória, juntamente com o povo, no dia 02 de outubro”.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Wellington apresenta Projeto de Lei em defesa dos deficientes

O vice-presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e das Minorias da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Wellington do Curso (PPS), apresentou, mais uma vez, proposições em defesa das pessoas com deficiência. Dessa vez, o parlamentar apresentou Projeto de Lei que torna obrigatória a disponibilização de mobiliário adequado para alunos com deficiência física ou mobilidade reduzida em estabelecimentos de ensino.

Wellington solicitou, ainda, que a Assembleia Legislativa disponibilizasse, no site oficial, as leis estaduais em áudio, a exemplo do que já acontece na Câmara e Senado Federal. Além disso, o deputado solicitou audiência pública para discutir sobre o acesso das pessoas com deficiência ao transporte público de São Luís, a fim de ouvir a população e, então, articular ações que atenuem a problemática.

“Vivemos em uma sociedade individualista e um dos maiores males ainda é o egoísmo. As pessoas costumam ter uma visão egocêntrica e só concedem atenção a algo quando fazem uso, o que faz com que a sociedade seja mecanicista e afaste o olhar sensível que deve ser direcionado ao próximo. Por não comungarmos de tal pensamento, mais uma vez, apresentamos proposições em defesa das pessoas com deficiência. Almejamos assim a concretude dos direitos fundamentais, sejam eles a educação, saúde e, até mesmo, informação. É preciso que ultrapassemos as barreiras que ainda impedem que vivamos em uma sociedade justa e inclusiva, a fim de que possamos, então, pautar as políticas públicas naquilo que deve ser fundamento em nosso Estado: a igualdade”, declarou.

Entenda as proposições:

PROJETO DE LEI:
De acordo com o PL, os estabelecimentos de ensino da rede pública estadual ficam obrigados a disponibilizar mobiliário adequado para alunos com deficiência física ou mobilidade reduzida. Tal mobiliário deverá se adequar aos padrões e normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e do Instituto Nacional de Metrologia (INMETRO), devendo tal mobiliário ser padronizado, prescrito por profissional habilitado e ergonomicamente adequado às características individuais do aluno, permitindo uma adequação da postura sentada, que favoreça a estabilidade corporal, a distribuição equilibrada da pressão na superfície da pele, o conforto e o suporte postural necessário ao desempenho das atividades em sala de aula. Tem-se, por finalidade, garantir o pleno acesso à educação, fornecendo as condições necessárias para a aprendizagem.

Audiência Pública para discutir sobre o acesso das pessoas com deficiência ao transporte público
A solicitação foi feita através de requerimento, almejando a realização de Audiência, que debaterá o cumprimento da Legislação Federal Nº 5.296 DE 2 DE DEZEMBRO DE 2004, enfatizando o acesso das pessoas com deficiência ao transporte público de São Luís. A Audiência será organizada pela Comissão de Direitos Humanos da Assembleia e contará com a presença do Conselho das Pessoas com Deficiência, do Ministério Público, da Prefeitura de São luís, dentre outros. O objetivo é ouvir a população e articular ações que atenuem o constante desrespeito e lesão à dignidade dos cidadãos.

Legislação em Áudio
A proposição foi encaminhada ao presidente da Assembleia Legislativa, solicitando-lhe que disponibilizasse as leis estaduais em áudio, no site da Assembleia. Tal solicitação já é realidade na Câmara e Senado, além de evidenciar o real sentido da inclusão e acesso à informação que todo cidadão possui.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Deputado denuncia ilegalidade nas taxas cobradas pela UEMA

Parlamentar comentou sobre o caso na Tribuna da Assembleia.

Parlamentar comentou sobre o caso na Tribuna da Assembleia.

O vice-presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, deputado Wellington do Curso (PPS), utilizou a tribuna, na manhã de hoje (03), para solicitar esclarecimentos à Reitoria da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) sobre a cobrança de taxas de matrícula e rematrícula anunciada no Edital nº09/2015, da Pró-Reitoria de Graduação da UEMA. O Edital prevê que a Matrícula e Rematrícula serão efetuadas com o pagamento de taxa, sendo o valor mínimo equivalente a R$ 50,00 para Acadêmicos de IES e Graduados.

Na ocasião, o deputado Wellington solicitou a revogação das taxas, tendo em vista o princípio constitucional da gratuidade do ensino público, previsto no art. 206, inciso IV, da Constituição Federal, além de posicionamento do Supremo Tribunal Federal que considera inconstitucional a cobrança de taxa de matrícula por universidade pública.

“A Universidade Estadual do Maranhão, por meio da Pró-Reitoria de Graduação, tornou públicas as normas e instruções para a matrícula de calouros e rematrícula dos estudantes veteranos. Como requisito, tem-se o pagamento de taxas, isto é, o aluno, para que possa ser matriculado ou rematriculado na UEMA, deverá pagar uma determinada quantia. Tal cobrança vai de encontro com o art.206 da Constituição Federal, que estabelece o ‘Princípio da gratuidade do ensino público’, concedendo o caráter inconstitucional às taxas que estão sendo cobradas pela UEMA. Ressalta-se aqui não apenas a mera revogação de taxas para matrícula e rematrícula, mas a importância de se garantir o acesso pleno ao ensino público e gratuito, fomentando assim o instrumento mais eficaz na concretização de sonhos e transformação de realidades: a educação!”, declarou o professor e deputado Wellington ao solicitar a revogação da cobrança das taxas cobradas pela UEMA.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Deputado Wellington é recebido pelo governador do Piauí

Na última sexta-feira (27), a convite do Governo do Piauí, o deputado estadual pelo Maranhão Wellington do Curso (PPS/MA) foi recebido pelo atual governador do Piauí, Wellington Dias (PT/PI).

O parlamentar maranhense participou, também, a convite do governador, da comemoração dos 53 anos de emancipação política da cidade Aroazes (cidade natal dos seus avós), localizada a 230 km de Teresina.

Na oportunidade, visitou, ainda, obras públicas da cidade acompanhado da vice-governadora, de parlamentares piauienses e do prefeito de Aroazes.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Wellington do Curso inicia trajetória de agradecimento pelo Maranhão

Durante todo o final de semana, Wellington do Curso, eleito deputado estadual pelo PPS, esteve visitando as cidades de Bom Jardim, Alto Alegre e Bacabal.

As viagens fazem parte dos agradecimentos que Wellington fez questão de realizar pessoalmente e realizará em todo o Estado pela votação alcançada nas cidades que o elegeram deputado estadual.

Na oportunidade, Wellington reencontrou muitos amigos, alunos, ex-alunos e aprovados em concursos que passaram pelo Curso Wellington, além de ministrar palestra motivacional para alunos do ensino médio em escolas nas quais foi convidado por diretores e professores.

“Estou começando a refazer as viagens de volta a todas as cidades que percorri durante a campanha. Foram três meses conhecendo e acompanhando de perto a realidade de cada maranhense. Volto agora não só para cumprir agenda política, mas acima de tudo para agradecer ao carinho e aos votos conquistados nessas cidades, que somaram aos 22.896 votos conscientes que me elegeram deputado estadual”, declarou Wellington do Curso.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Wellington reúne multidão em caminhada no Centro de São Luís

O candidato a deputado estadual, Wellington do Curso (PPS) realizou, na manhã deste sábado (27), uma caminhada pelo Centro da capital maranhense. O evento contou com a participação de alunos, ex-alunos, professores, amigos e colaboradores de sua campanha, que defende como lema um jeito novo de fazer política.

A população, que se reuniu na Praça João Lisboa e percorreu a principal área comercial do Centro de São Luís, fez questão de demonstrar apoio à candidatura de Wellington do Curso e deixou clara a necessidade de que é preciso mudar e dar uma oportunidade para que Wellington possa expressar, com trabalho, o amor que tem pelo Maranhão.

Desde o começo de sua campanha, Wellington, que tem sido muito bem aceito em todos os lugares pelos quais passou, conta com uma equipe de simpatizantes que participa ativamente de caminhadas, panfletagens e reuniões políticas em apoio à sua luta por uma vaga na Assembleia.

Na oportunidade, o candidato também agradeceu a toda a sua equipe e a todos os que estão participando direta e indiretamente da sua jornada política, rumo ao Legislativo Estadual.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.