Esportes

Não tem jeito para o Vasco da Gama

Foi confirmado mais uma vez, a deplorável participação do Vasco da Gama na Libertadores. Um dos grandes clássico já visto na televisão brasileira, semifinais de campeonato.

Só que enganou-se quem acreditou profundamente que o Vasco conquistaria uma ilustre vitória em cima do Corinthians.

Deu para perceber o entusiasmo das duas torcidas. No entanto, o desespero se deu pelos torcedores da colina, após a única chance perdida no ataque com Diego Souza. Um verdadeiro desperdício!

Gol que selou de vez a vitória do Corinthians em cima do Vasco, chegou a ser considerado como “espanta fantasma”.

O jogo altamente dramático, e tenso para os torcedores chegou ao fim aos 42 minutos do segundo tempo. Ou seja, quem não faz leva!

A incompetência do atacante Diego Souza foi a chave principal para o sucesso do Corinthians.

Na verdade, o importante é que o Vasco não será chamado novamente de vice-campeão. Mas a dor da perda faz parte da sua antiga e atual história.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Esportes

Vasco da Gama é líder do Campeonato Brasileiro

Diego Souza comemora o segundo gol do Vasco sobre o Grêmio (Foto: Alexandre Loureiro/Fotocom.net)

Diego Souza comemora o segundo gol do Vasco sobre o Grêmio (Foto: Alexandre Loureiro/Fotocom.net)

O Vasco da Gama alcançou o topo da tabela, em sua terceira oportunidade, para liderar o campeonato, o “Trem Bala da Colina” não a desperdiçou.

O campeonato brasileiro apesar de ser longo e disputado, a turma da Colina vem demonstrando ao longo dos jogos a sua maturidade profissional e equilíbrio nas últimas partidas.

Na partida de ontem, 17, contra o Grêmio, Vasco foi felizardo ao vencer por 4 a 0 no

Por conta da vitória contra o Grêmio, o Vasco chegou a 45 pontos, e ocupa a liderança do Campeonato Brasileiro. Mais abaixo vem o São Paulo com 44 pontos, o Corinthians, com 43.

Abaixo a tabela de classificação dos times:

 


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.