Poder

Procurador denuncia presidente do Bem Viver por desvio de verbas da Saúde

O presidente da Associação Tocantina para o Desenvolvimento da Saúde-Bem Viver, Valdeney Francisco Saraiva da Silva, foi um dos denunciados pelo Ministério Público Federal (MPF), por meio do Procurador da República no Estado do Maranhão, Régis Richael Primo da Silva, por desvios de recursos do Fundo Estadual de Saúde (FES), administrado pela Secretaria Estadual de Saúde do Maranhão.

A denúncia foi encaminhada ao juiz federal da 1ª Vara da Seção Judiciária do Maranhão e pretende responsabilizar penalmente dirigentes e administradores de empresas contratadas para prestar serviços de assistência à saúde no Maranhão. Os recursos financeiros para custear tais serviços provinham do FES.

De acordo com o MPF, Valdeney Francisco Saraiva da Silva apropriou-se de valores repassados pelo FES e também de dinheiro público, obtido por meio de fraude contábil. O denunciado também desviou dinheiro do FES para as empresas de fachada: Cemec, Cobra, Farma e Life Med. Como dirigente da Bem Viver desviou o montante de R$ 5.495.629,49 do Fundo Estadual.

Ainda de acordo com a denúncia, Valdeney teria recebido o valor de R$ 227.845,57 do Centro Oncológico Brasileiro (Cobra) para ocultar a origem do dinheiro público desviado em proveito da empresa.

Segundo o Ministério Público Federal, Valdeney Francisco Saraiva da Silva praticou os crimes de peculato, lavagem  de dinheiro e organização criminosa. O dirigente da Bem Viver foi um dos alvos da operação Sermão aos Peixes, deflagrada pela Polícia Federal, em novembro de 2015.

2

1


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.