Poder

TSE: ministro nega recurso que tornaria Collor inelegível

Da Folha
O ministro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) Arnaldo Versiani rejeitou pedido para que o senador Fernando Collor (PTB-AL) fosse impedido de disputar eleições, por causa de irregularidades ocorridas na campanha de 2010.

O MPE (Ministério Público Eleitoral) acusou Collor de usar indevidamente o jornal “Gazeta de Alagoas”, que pertence ao senador, para fraudar uma pesquisa eleitoral.

O ministro Versiani manteve multa de R$ 53,2 mil aplicada ao jornal pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral) alagoano e ratificou decisão anterior que apontou fraude numa pesquisa de intenção de voto realizada pelo Gape, instituto da “Gazeta”. O jornal divulgou os dados em 24 de agosto de 2010.

Em 2010, Collor disputou o governo de Alagoas, sem sucesso. O vice de sua chapa, Galba Novais Júnior, também foi acusado pelo MPE.

Fernando Collor foi afastado da Presidência da República em 1992 por suspeita de corrupção, ficou impedido de disputar eleições por oito anos e voltou ao cenário político nacional em 2007, quando se elegeu senador. Seu mandato termina em 2015.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Judiciário

TSE: ministro pede vista e adia decisão sobre criação do PSD

Plenário do TSE, durante sessão (Carlos Humberto/TSE)

Plenário do TSE, durante sessão (Carlos Humberto/TSE)

O titular do blog acompanhou atendo a todo o julgamento pela TV Justiça, onde o ministro Marcelo Ribeiro, fez o pedido de vista do processo, que tramita no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A decisão sobre o registro do Partido Social Democrática (PSD) foi adiada e poderá dificultar que a agremiação dispute as próximas eleições de 2012. Oficialmente, o partido terá que ser criado um ano antes das eleições.

Marcelo Ribeiro afirmou que irá devolver o processo até a próxima terça-feira, 27, para uma nova votação do Pleno.

“Eu gostaria de pedir vista, pois qualquer decisão que for tomada poderá arranhar ou a letra fria da lei ou o sistema feito pela resolução”, afirmou o ministro.

Durante a votação apenas a ministra e relatora Nancy Andrighi votou a favor, já o ministro Teori Zavascki, se manifestou diferente.

A situação do partido de Gilberto Kassab, ainda depende do posicionamento dos outros seis ministros.

Agora é só aguardar o resultado do imbróglio que consumirá o Tribunal Superior Eleitoral.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Fraudes em assinaturas do PSD são denunciadas ao TSE: veja o vídeo

Gilberto Kassab

Gilberto Kassab

O partido Democrata (DEM) anexou ao processo que impede a criação do PSD que tramita no Tribunal Superior (TSE), um vídeo com depoimentos de eleitores que assinaram a lista que apoia a criação do Partido Social Democrata (PSD), que está sendo articulado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

Segundo O Estadão, o vídeo mostra claramente pessoas declarando que assinaram a lista em troca de cestas básicas.

Um dos depoimentos é da aposentada Floripe de Souza Póvoa, que mora em São Salvador do Tocantins.

“Diversas pessoas no município receberam a cesta básica após assinar um documento, foi passadoos aos moradores como se fosse um cadastro do governo do Estado”. Assista ao vídeo que mostra supostas fraudes em assinaturas do PSD de Kassab:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.