Maranhão

Pais não querem que aluna transexual use banheiro feminino, diz diretor

Stheffany Pereira, 23, é transexual desde os 15 anos (Foto: Acervo Pessoal)

Stheffany Pereira, 23, é transexual desde os 15
anos (Foto: Acervo Pessoal)

O diretor do Liceu Maranhense Deurivan Sampaio disse nesta sexta-feira (26), que os pais dos alunos foram unânimes em apoiar a decisão da escola de impedir que a transexual Stheffany Pereira, de 23 anos, utilize o banheiro feminino da unidade. O assunto foi debatido em reunião realizada nessa quinta-feira (25) após a aluna discutir com um monitor depois que foi advertida ao entrar no toalete acompanhada de amigas.

“Não houve nenhuma divergência. Todos concordaram com a decisão que tomamos e ainda se colocaram à disposição para, se fosse preciso, fazer campanha ou abaixo-assinado”, afirmou o diretor.

A decisão final sobre o uso do banheiro ou não, no entanto, cabe à Secretaria Estadual de Educação (Seduc). “Já passamos o caso para a secretaria e, neste mês de julho, vamos avaliar tudo para tomarmos a melhor decisão. Foi sugerido ao aluno que pode dividir o banheiro da secretária da escola enquanto a situação não é resolvida”, declarou o diretor.

Aperto
Ao G1, Stheffany disse que está saindo da escola para fazer uso de um banheiro desde a discussão. Segundo ela, mesmo com o apoio das amigas para entrar no toalete, o constrangimento é maior. A estudante não quis informar qual local está usando para fazer as necessidades quando precisa ir ao banheiro. (Do G1 MA).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.