Poder

Sobrinho da prefeita de Timon usa site da Câmara em propaganda antecipada

Tales Waquim comete crime eleitoral

Tales Waquim comete crime eleitoral

O pré-candidato a prefeito de Timon, Thales Waquim atual Presidente da Câmara de Vereadores e sobrinho da prefeita Socorro Waquim (PMDB) está usando de forma ilegalmente o site Oficial da Câmara de Vereadores para se promover visando as eleições de 2012 do município.

Caracterizado abuso e crime eleitoral, o jovem ao se divulgar de maneira ilícita, queima sua própria candidatura. Com isso, Thales Waquim deverá responder na justiça eleitoral por crime de propaganda eleitoral em veículo de comunicação público.

Observa-se o site da Câmara Municipal de Vereadores de Timon (veja aqui) a propaganda antecipada do sobrinho de Socorro Waquim, participando reuniões políticas e partidárias, em que oficializa a pré-candidato a prefeito de Timon com apoio dos partidos PV e PSL.

Segundo a justiça eleitoral, a publicidade não frisa como irregular a pré-candidatura e sim a forma imoral de descabida em se aproveitar do site público para vincular matérias de cunho pessoas político com fins eleitorais.

A finalidade do site da Câmara tem por obrigação divulgar a logística das ações projetos daquele poder. No entanto, quando utilizado em benefício pessoal e eleitoral se caracteriza como crime eleitoral. Isso é um prato cheio para a Procuradora Regional Eleitoral Carolina da Hora.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Socorro Waquim engana vice-prefeito e lançará sobrinho

Socorro e Edivar assinando ficha de filiação do PMDB

Socorro e Edivar assinando ficha de filiação do PMDB

A desastrosa administração da prefeita Socorro Waquim (PMDB) tem dificultado seu avanço no campo político. Enquanto algumas cidades vizinhas já existem uma definição do candidato a sucessão do chefe do executivo local, em Timon se arrasta há dias.

Fizeram todos os tipos de manobras, até que conseguiu concentrar os três pré-candidatos a prefeito de Timon no PMDB, o secretário municipal de Meio Ambiente, Irmão William, o presidente da Câmara de Vereador, Tales Waquim (sobrinho do deputado Sétimo Waquim), e o atual vice-prefeito e secretário municipal de Ação Social, Edivar Ribeiro (ex-PRP).

Em Timon é comum se ouvi, que o indicado será Tales Waquim, pelo simples fato do elo familiar, o inverso dificilmente algum timonense ouse em acreditar que o nome do vice-prefeito Edivar será indicado.

Edivar Ribeiro, o excluído

Thales Waquim

Thales Waquim, sobrinho da prefeita

Nos últimos dias vazou a informação que o vice-prefeito Edivar Ribeiro teria sabido da nomeação de Josenilde Gedeon, esposa do vereador Kenedy Gedeon (PRP), na diretoria Administrativa do Hospital Regional Alarico Nunes Pacheco, no lugar do suplente de vereador Neto da Educação indicado pelo casal Waquim, e não teria avisado a prefeita Socorro do fato, isso teria sido a gota d’água que faltava.

Esse fato acabou com a pequena chance que Edivar teria, e não faltou gente pra dizer a Socorro Waquim, “tá vendo, antes de ser prefeito ele faz isso”. Outro fato que ocorreu na cidade de Graça Aranha, foi que o deputado Sétimo Waquim disse a um deputado estadual do PMDB nas festividades do aniversário da cidade. “Conseguir colocar o vice-prefeito (Edivar Ribeiro) no PMDB, agora ta fácil”, afirmou Sétimo. Não se tem outra conclusão de que o vice-prefeito está sob as “rédeas” do casal Waquim, e que se quiser romper não poderá ser candidato.

O fato vem se consumando nos últimos dias, os partidos tidos como controlado pela prefeita, como é o caso do PSL, presidido pelo secretário de Finanças, Carlão declarou apoio oficial ao sobrinho da prefeita, vereador Tales Waquim, e o próximo a declarar apoio será o PV, que tem a frente o subsecretário de Urbanismo, Chaguinha.

Nos próximos dias mais partidos irão declarar apoio ao vereador Tales Waquim, a agenda da declaração de apoio já está feita, só que não sabe é Edivar Ribeiro.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Timon: secretário de Saúde poderá ser exonerado

Blog do Ademar Sousa

Secretário de Saúde de Timon

Secretário de Saúde de Timon

Em decorrência da necessidade urgente de ajustes e transparência no equilibro da máquina administrativa do governo da prefeita de Timon, Socorro Waquim (PMDB), deverá ser colocada em prática uma minireforma do ponto de vista administrativo, tendo que sacrificar alguns aliados inertes que não estariam desempenhando a contento suas funções até mesmo no primeiro escalão da administração direta. Mas, no entendimento de analistas de primeira hora, as mudanças serão necessárias para agregar supostos rebeldes que continuam insatisfeitos nos bastidores com a concentração de poder e a manutenção das pré-candidaturas de apenas três nomes indicados pelo PMDB, forçando na marra a desistência dos outros pré-candidatos por outros partidos da base aliada.

Por outro lado, há quem diga em “off” que a minireforma administrativa em curso servirá como um plano estratégico de Socorro Waquim, visando às eleições de 2012, visto que o grupo governista inchou bastante com as adesões de históricos adversários que migraram de forma oportunista, vindos da oposição liderada pelo ex-prefeito e ex-deputado estadual Chico Leitoa(PDT), assim como pelo deputado estadual Luciano Leitoa (PSB).

De acordo com uma fonte de reconhecida seriedade, a mudança possivelmente será iniciada com a substituição do secretário Municipal de Saúde, Neto Neiva, que daria lugar a uma mulher, cujo nome vem sendo mantido a sete chaves, sendo que, a indicação caberá ao presidente da Câmara Municipal de Timon, vereador Thales Waquim (PMDB), como forma de recompensa caso não seja o escolhido através da pesquisa de intenção de votos para ser o pré-candidato a prefeito de Timon. Nesse sentido, as mudanças vão atingir também outros órgãos do governo municipal.

Nas rodas de conversas sobre política partidária, ganhou grande proporção a informação de que o secretário Neto Neiva vem articulando a pré-candidatura da sua esposa Silvana Neiva pela legenda do PMDB. Segundo ainda a mesma fonte, a ideia do lançamento amadureceu em recente viagem do clã Rêgo ao Rio de Janeiro, no período do Rock In Rio, o maior festival de rock do mundo de todos os tempos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.