Poder

Medo e revolta rondam os moradores de Pirapemas

presos

Aonde vamos parar com tanta violência e crueldade? Esse questionamento vem à tona quando refletimos sobre o fato lamentável registrado na noite da última terça-feira (19), em Pirapemas.

Na ocasião, quatro homens sanguinários quase põem fim a vida de seis pessoas inocentes, no Povoado Tiquaras. Os criminosos foram com a intenção de roubar a casa, mas como não encontraram nada de valor decidiram trancar as vítimas em um depósito e atearam fogo no local. Um dos bandidos ainda foi atingido com as chamas.

Foram atingidas pelo fogo três pessoas da mesma família. Uma das vítimas – Raimundo da Conceição Frazão, de 55 anos – teve 90% do corpo queimado, sendo transferido para unidade de saúde em Goiânia, onde se submete a tratamento. Duas outras vítimas, que tiveram queimaduras de segundo grau – estão internadas no Hospital Clementino Moura, o Socorrão II, em São Luís.

Na manhã desta quarta-feira (20), a Polícia Militar prendeu dois suspeitos: Antônio da Silva Cruz, de 27 anos, morador de Pirapemas; e Adriano Rocha Nunes, de 23, morador de Santa Rita. Os outros dois envolvidos ainda foram presos.

A Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) enviou reforços para a cidade para somar na solução do caso e impedir invasão à delegacia onde se encontram os suspeitos. “Estamos reunindo todos os esforços para solucionar esse caso e reforçamos o policiamento para a cidade, inclusive com apoio do Grupo Tático Aéreo. Os envolvidos não ficarão impunes pela crueldade cometida com estas famílias”, enfatizou o titular da SPCI, Dircival Rodrigues.

O ato de maldade cometido contra essa família revolta e preocupa a população de Pirapemas, que está com medo da violência e perplexos com o fato.

2016-07-20-photo-00000013


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Bandido é baleado durante tentativa de fuga em Nova Olinda

Pit Bull foi atingido com um tiro na perna por tentar golpear policiais durante ação

Pit Bull foi atingido com um tiro na perna por tentar golpear policiais durante ação

Na noite de ontem (14), por volta das 23h20 da noite, a polícia interceptou um assaltante em Nova Olinda do Maranhão, acusado de tentativa de roubo e porte de arma branca.

Jones Lopes da Conceição, vulgo Pit Bull, de 20 anos foi denunciado por moradores por estar em posse de um facão próximo a uma lanchonete, na Igreja Matriz do município. Ao ver os policiais ele tentou fugir em sentido a casa paroquial e foi cercado.

Pit Bull recebeu voz de prisão e soldados pediram para que ele largasse o facão. Durante a recusa o assaltante tentou golpear a guarnição, sendo atingido com um tiro na perna direita, por uma pistola 40.

Os policiais prestaram socorro à vítima solicitando a ambulância e acompanhando-o até o hospital municipal, para que fossem tomados os cuidados necessários.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.