Cidade

Prefeitura de São Luís desapropria terreno e empresa se apossa irregularmente

Segundo o decreto publicado no Diário Oficial do Município no dia, 15, de agosto de 2002, na gestão do ex-prefeito de São Luís, Tadeu Palácio (sem partido), um terreno localizado próximo da Avenida dos Portugueses com 33.608,37 m² foi desapropriado para construção de um Complexo Educacional (veja abaixo o decreto), só que as obras nunca foram concluídas.

Diário Oficial

Diário Oficial

O projeto foi elaborado pela equipe técnica da prefeitura, onde foi levado para a população daquela área. Ao chegarem no terreno que fica na Área Itaqui-Bacanga ao lado do posto Bacanga, afirmaram aos moradores que além da construção do Complexo Educacional, também seriam feitas uma quadra poliesportiva, campo de futebol e área de lazer para a comunidade carente.

Já se passaram (11) anos e as obras nunca foram concluídas, gerando um desgaste imensurável aos moradores que vem lutando diariamente pela melhoria do sistema educacional deste Bairro.

No dia, 08, de agosto de 2010, foi entregue um ofício de um morador do Itaqui-Bacanga para a ex-secretária de Educação de São Luís, Sueli Rosina Tonial, pedindo que a atual gestão de João Castelo (PSDB) se manifeste sobre a desapropriação (veja o ofício abaixo) feita na época em que Tadeu Palácio era prefeito da capital.

Ofício de George, morador do Itaqui-Bacanga

Ofício de George, morador do Itaqui-Bacanga

Após destinar o ofício para a secretaria de Educação, onde não teve êxito. No dia, 07, de outubro do ano passado, o Presidente da Associação Comunitário dos Morados também enviou um oficio (veja abaixo) ao promotor de justiça da Promotoria de Defesa da Educação de São Luís, Paulo José Silvestre Avelar.

Documento foi destinado ao promotor Paulo José Silvestre Avelar

Documento foi destinado ao promotor Paulo José Silvestre Avelar

Porém, a situação é precária, hoje o local serve de ponto de encontros, para comercialização da venda de drogas e esconderijos para assaltantes.

O pior, simplesmente a empresa ‘Nacional Gás’ invadiu ilicitamente, uma parte do terreno que, segundo consta no Diário Oficial, pertence a prefeitura de São Luís, mas o empresário não quis nem saber, se apossou do terreno e construiu a sede de sua empresa; veja as imagens abaixo:

Empresa Nacional Gás construiu a sede em terreno da prefeitura

Empresa Nacional Gás construiu a sede em terreno da prefeitura

Terreno da prefeitura é invadido por empresa privada

Terreno da prefeitura é invadido por empresa privada

Nacional Gás terá que demolir a construção da empresa em local irregular

Nacional Gás terá que demolir a construção da empresa em local irregular


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Pesquisa promove aliança entre João Castelo e Tadeu Palácio

Blog do Cesar Belo

São grandes as possibilidades de uma aliança entre Tadeu Palácio e João Castelo. A atitude  acusa o rebenque sofrido com os números da recente pesquisa para Prefeitura de São Luís. A “Operação Dinoyslândia” começaria com a volta de Canindé para a SMTT.

Agora a pouco o ex-homem forte e caixa-forte dos transportes confirmou sua filiação no PSDB. Canindé entregou agora a tarde a carta de demissão da Agência Reguladora de Serviços para a governadora do Estado. O gesto repete Palácio, que busca sombra dentro de Castelo.

Tadeu Palácio

Tadeu Palácio

Na despedida Barros afirma que não gosta só de receber, mas de contribuir, de exercer um trabalho, em um espaço político.  Olha que eu já vi disposição, mas como essa só “Pai Francisco”. Por falar em espaço parece certa a volta de Palácio a condição de Vice.

Canindé é o que se pode chamar de “três em um”, pois em menos de três meses já foi Secretário de Transportes em Paço do Lumiar(por 24 horas), Diretor da Agência Reguladora de Serviços no Governo do Estado e agora supostamente de volta à SMTT.

Palácio dentro do Castelo, Castelo dentro do Palácio. Será que um cabe dentro do outro? Eu duvidêodô.

Não provoque é cor de rosa-choquei.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Qual é a senha para se reeleger prefeito de São Luís?

Blog do Caio Hostilio

Sabe-se que um governo é de quatro anos, mas em São Luís se resume há apenas um ano, ou seja, aos meses que antecede as eleições. Sempre foi assim, com Jackson Lago, Conceição Andrade, Jackson Lago, Tadeu Palácio e agora Castelo.

Simplesmente a prefeitura fica três anos sem oferecer nada que melhore o bem-estar e a qualidade de vida dos ludovicenses, mas quando chega o último ano é visto máquinas espalhadas por todos os cantos e recantos da cidade… É asfaltamento dia e noite, capina, limpeza, pintura de meios-fios… O Povo adora!!!

A população já se acostumou a ter prefeito somente no último ano e fica a esperar por três anos para que as obrigações do poder público possam acontecer.

Entra ano, sai ano e a reclamação é a mesma nos três primeiros anos: ruas sem asfalto e calçamento, passeios sem capina, lotes abandonados, buraqueira nas Avenidas… Tudo que não presta, mas quando chega o último ano, a população muda da água pro vinho e passa a dizer: “Poxa, esse prefeito está trabalhando”… Essa é a senha para qualquer um reelegerem São Luís. Quandoserá que isso vai mudar?

Nos três anos perdidos a história é a mesma: o executivo reconhece os problemas apresentados, mas pede um pouco mais de paciência à população.

Como podemos ver, o Prefeito João Castelo aprendeu rapidinho a senha e não fala mais das promessas não cumpridas… O negócio é asfaltar, capinar e pintar meio-fio… Os ludovicenses adoram!!!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Tadeu Palácio rompe com Roseana Sarney e pede desfiliação do PMDB

Tadeu Palácio

Tadeu Palácio

O ex-secretário de Turismo do governo Roseana Sarney, Tadeu Palácio (PMDB) rompeu nesta manhã com a governadora Roseana Sarney e pediu a desfiliação do PMDB.

A decisão foi tomada, após o comunicado oficial que o candidato do governo na disputa para prefeitura de São Luís em 2012, será o secretário de Infraestrutura Max Barros (DEM).

ROMPIMENTO – O ex-secretário ficou indignado, alegando que “houve um acordo firmado com Roseana Sarney e o Presidente do PMDB Remi Ribeira em apoia-lo para prefeito de São Luís nas eleições de 2012”.

Na manhã de hoje (22), a carta de desfiliação de Tadeu Palácio foi enviada ao Diretório Municipal do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). Abaixo a carta em que Palácio pede a desfiliação do PMDB:

 

Documento estraido do blog do Gilberto Leda

Documento extraído do blog do Gilberto Leda


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.