Poder

Promotor denuncia sobrinho de Socorro Waquim por propaganda eleitoral ‘irregular’

Tales Waquim poderá ter pré-candidatura retaliada

Tales Waquim poderá ter pré-candidatura retaliada

Antônio Borges Nunes Junior promotor eleitoral entrou na justiça com uma ação liminar contra Tales Waquim (PMDB) presidente da Câmara de Vereadores de Timon, que estaria utilizando do site da Câmara para fins pessoais em sua pré-candidatura a prefeitura de Timon.

O promotor esclarece na peça que ao tomar conhecimento através de reclamações e denúncias consistentes em propaganda eleitoral antecipada por parte do sobrinho da prefeita de Timon, vereador Tales Waquim.

A justiça eleitoral é dura e severa em crime de propaganda eleitoral em veículo de comunicação. Sendo assim, mesmo que matérias sejam retiradas do site da Câmara, ainda podem ser encontradas na busca do Google com os termos “PSL de Timon oficializa apoio à pré-candidatura de Tales Waquim”, afirma o promotor.

Em ato de improbidade administrativa descarada, o jovem Waquim terá grandes obstáculos e retaliações futuras, se condenado, terá que pagar multa e poderá complicar cada vez mais a sua pré-candidata a prefeito, onde pretende substituir sua tia Socorro Waquim (PMDB).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

A falência anunciada na gestão de Socorro Waquim em Timon

A Prefeitura de Timon, numa determinação direta da Prefeita Professora Socorro Waquim, utilizou recursos da cota do Fundo de Participação do Município (FPM), do dia, 30, do mês anterior.

Magno Pires

Magno Pires

O pagamento foi efetuado em duas secretarias, referente ao mês de setembro, contrariando sua posição admitida nos meios de comunicação e com Ministério Público de que todo repasse seria utilizado para o pagamento e atualização das folhas, que diferem entre seis e quatro meses e décimo terceiro salários em atraso.

Segundo informações da Secretaria Municipal de Administração, foram pagas somente as folhas dos servidores das Secretarias de Infraestrutura e Desenvolvimento Econômico e Social (Semdes), com investimento de 200 mil reais. O restante do dinheiro da cota do dia 30 último, foi utilizado para o pagamento de empresas que realizam serviços para a prefeitura nas áreas de limpeza, trânsito, serviços de buffets, dentre outros.

Com isso, a onda especulações sobre o que está acontecendo com o dinheiro dos repasses tem sugerido várias insinuações, inclusive entre os próprios secretários que admitem situação de pré-falência nos órgãos que dirigem. Reunidos na sede do PMDB no final da semana passada, pré-candidatos do partido também manifestaram sua preocupação com a situação, tanto que muitos já ensaiam desistir.

Mas as insinuações não param. Lideranças políticas culpam diretamente o secretário Dr. Magno Pires, da Administração, que quando exercia a mesma função no Governo do Piauí, na época do governador Mão Santa, atrasou até cinco meses de salários, e ainda criou uma famigerada folha secreta para beneficiar cabos eleitorais do governo.

Em alguns municípios maranhenses é comum ouvir notícias de pessoas que dizem receber da Prefeitura de Timon. Essas pessoas, em sua maioria são ligadas a cabos eleitorais que votaram no Deputado Federal Sétimo Waquim,  marido da prefeita.

Daí a suspeita de que os recursos que deveriam ser destinados às folhas estariam sendo desviados para o pagamento dessa folha secreta orquestrado pelo Dr. Magno Pires braço direito de Socorro Waquim.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Sobrinho da prefeita de Timon usa site da Câmara em propaganda antecipada

Tales Waquim comete crime eleitoral

Tales Waquim comete crime eleitoral

O pré-candidato a prefeito de Timon, Thales Waquim atual Presidente da Câmara de Vereadores e sobrinho da prefeita Socorro Waquim (PMDB) está usando de forma ilegalmente o site Oficial da Câmara de Vereadores para se promover visando as eleições de 2012 do município.

Caracterizado abuso e crime eleitoral, o jovem ao se divulgar de maneira ilícita, queima sua própria candidatura. Com isso, Thales Waquim deverá responder na justiça eleitoral por crime de propaganda eleitoral em veículo de comunicação público.

Observa-se o site da Câmara Municipal de Vereadores de Timon (veja aqui) a propaganda antecipada do sobrinho de Socorro Waquim, participando reuniões políticas e partidárias, em que oficializa a pré-candidato a prefeito de Timon com apoio dos partidos PV e PSL.

Segundo a justiça eleitoral, a publicidade não frisa como irregular a pré-candidatura e sim a forma imoral de descabida em se aproveitar do site público para vincular matérias de cunho pessoas político com fins eleitorais.

A finalidade do site da Câmara tem por obrigação divulgar a logística das ações projetos daquele poder. No entanto, quando utilizado em benefício pessoal e eleitoral se caracteriza como crime eleitoral. Isso é um prato cheio para a Procuradora Regional Eleitoral Carolina da Hora.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Garçon de Socorro Waquim mantém contrato de obra com a prefeitura de Timon

Uma obra que se arrasta há mais de 15 dias e que reformará as dependências e a parte interna do prédio da Prefeitura de Timon com uma nova pintura, está gerando uma série de suspeitas de irregularidades.

A primeira delas é a da falta de licitação para o serviço. Já na segunda, ainda pior, é o fato de quem está no comando do serviço seja o Garçon Valdir Silva que serve cafezinhos e água para a prefeita Socorro Waquim em seu gabinete, e nas festas em seu sítio é quem comanda todo farto buffet regado ao bom wiske control, o preferido da chefe do executivo timonense.

O comentário na cidade é um só. Será que o Garçon Valdir será pago em contracheques? Sim, pois servidores denunciam privilégios de que outros servidores prestaram serviços para a prefeitura e recebem o pagamento em contracheques.

Valdir é braço direito da Chefe de Gabinete atual pré-candidata a vereadora pelo PMDB, Isabel Barradas -, foi consultada por alguns especialistas no assunto e confirmaram que a obra está orçada em cerca de 15 mil reais, portanto ultrapassa o valor das dispensas de licitação conforme a mesma lei.

O mais estranho em tudo isso, é que ninguém em Timon sabia dessa versatilidade do Garçon Valdir. Ao que parece, somente a cupula da Secretaria de Administração que estava “por dentro” dessa atividade versatil do Garçon Valdir.

Além dessas irregularidades, fica claro que a Prefeitura não está agindo conforme as leis muitos menos com a ética e a moral, deixando duvidas o fato de um garçon realizar obras de reforma, é ilegal, imoral e anti-ético contratar servidor público que desempenha função relevante para realizar trabalho de empreiteiro.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

A que ponto chegou o colapso administrativo de Timon

Em Timon o assunto dominante em todas as rodas é a falta de controle da Folha de Pagamento do Município.

Prefeito de Timon Socorro Waquim ao lado de Magno Pires

Prefeito de Timon Socorro Waquim ao lado de Magno Pires

Assunto esse destacado após alguns órgãos serem contemplados com o pagamento feito pelo Dr. Magno Pires, anunciou-se semana passada o pagamento de 480 mil para a folha, beneficiando servidores de 20 órgãos. Segundo a lista e, na mesma informação diz que o Dr. Magno Pires liberou 300 mil para pagamento de empréstimos consignados, quase o mesmo valor da folha referente a setembro de 2011. O estranho é que segundo informações, da Secretaria de Finanças foram repassados este mês para a Secretaria de Administração cerca de 1 milhão e 500 mil reais, portanto, onde foi parar a diferença exatos 720 mil reais?

Outro fato que tem chamado à atenção são as medidas de contenção de gastos anunciadas pela prefeita Socorro Waquim através de decretos fixados no mural da prefeitura.  São cortes de 33 por cento em toda folha e 50 por cento nas gratificações. Parece que essas medidas adotadas em julho não repercutiram positivamente para colocar o pagamento em dia.

Segundo a fonte, existem várias distorções sobre os pagamentos. Enquanto servidores municipais são tratados com privilégios e benesses outros são massacrados. Enquanto categorias de servidores estão com seis meses de salários atrasados outros praticamente recebem em dia. Outro fato estarrecedor é o pagamento de servidores em dinheiro “cash”. Isso ainda acontece na Secretaria de Limpeza, sem que se saiba de onde sai o dinheiro vivo para pagar esses servidores.

Por conta desse desastre administrativo e financeiro, assaltos e invasões de residências de várias autoridades são frequentes. Até a casa da prefeita Socorro Waquim foi invadida por seis  assaltantes há algumas semanas atrás. Foram vítimas de assaltos também as residências da Chefe de Gabinete Professora Isabel (duas vezes), do Secretário de Finanças Carlos Alberto Oliveira e na última sexta-feira(11) os bandidos assaltaram e deixaram amordaçada a secretária da Mulher Maria de Fátima.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Secretário de Comunicação de Timon suplica por pagamento de atrasados

Secretário de Comunicação de Timon

Secretário de Comunicação de Timon

A Folha de Pagamento da Prefeitura Municipal de Timon virou deboche. Vítimas de piadas, gracinhas e humilhações, os servidores municipais amargam todo de tipo de coisa por conta desse atraso interminável, que só fica em dia quando a prefeita Socorro Waquim vai as TVs de Teresina e diz que “tudo está normal, não existe atraso na prefeitura”.

No episódio mais recente, ocorrido na última sexta-feira (11), o secretário de Comunicação Murilo Noleto fez um bilhete que deixou servidores de sua secretaria estarrecidos com a atitude de desespero e sem nenhum efeito. Segundo o teor do bilhete, Murilo suplica a Tesoureira Josefina para que pague a folha de sua secretaria e usou o termo: “esta é uma súplica”.

Seria cômica a situação se não fosse trágico para milhares de servidores que estão com quase metade do ano sem receber seus salários. Alguns se desfazendo de bens particulares como celulares, tvs, dvds, que são vendidos a todo preço para garantir o pagamento das dívidas e até mesmo para comprar o que comer. Próximo à prefeitura, numa roda de bate papo diária é comum aparecer servidores municipais negociando seus bens e os mesmos são disputados a preço de banana pelos frequentadores do local.

No dia 11 de novembro, obtivemos a informação de que a prefeita Socorro Waquim havia autorizado ao Dr. Magno Pires o pagamento da folha dos servidores da Comunicação, mas não era por conta da “súplica” de Murilo Noleto. Inconformados, servidores municipais, que ainda não receberam seus salários, relataram o fato do famigerado “bilhete” do secretário Murilo Noleto em toda cidade, servindo de chacota.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Socorro Waquim engana vice-prefeito e lançará sobrinho

Socorro e Edivar assinando ficha de filiação do PMDB

Socorro e Edivar assinando ficha de filiação do PMDB

A desastrosa administração da prefeita Socorro Waquim (PMDB) tem dificultado seu avanço no campo político. Enquanto algumas cidades vizinhas já existem uma definição do candidato a sucessão do chefe do executivo local, em Timon se arrasta há dias.

Fizeram todos os tipos de manobras, até que conseguiu concentrar os três pré-candidatos a prefeito de Timon no PMDB, o secretário municipal de Meio Ambiente, Irmão William, o presidente da Câmara de Vereador, Tales Waquim (sobrinho do deputado Sétimo Waquim), e o atual vice-prefeito e secretário municipal de Ação Social, Edivar Ribeiro (ex-PRP).

Em Timon é comum se ouvi, que o indicado será Tales Waquim, pelo simples fato do elo familiar, o inverso dificilmente algum timonense ouse em acreditar que o nome do vice-prefeito Edivar será indicado.

Edivar Ribeiro, o excluído

Thales Waquim

Thales Waquim, sobrinho da prefeita

Nos últimos dias vazou a informação que o vice-prefeito Edivar Ribeiro teria sabido da nomeação de Josenilde Gedeon, esposa do vereador Kenedy Gedeon (PRP), na diretoria Administrativa do Hospital Regional Alarico Nunes Pacheco, no lugar do suplente de vereador Neto da Educação indicado pelo casal Waquim, e não teria avisado a prefeita Socorro do fato, isso teria sido a gota d’água que faltava.

Esse fato acabou com a pequena chance que Edivar teria, e não faltou gente pra dizer a Socorro Waquim, “tá vendo, antes de ser prefeito ele faz isso”. Outro fato que ocorreu na cidade de Graça Aranha, foi que o deputado Sétimo Waquim disse a um deputado estadual do PMDB nas festividades do aniversário da cidade. “Conseguir colocar o vice-prefeito (Edivar Ribeiro) no PMDB, agora ta fácil”, afirmou Sétimo. Não se tem outra conclusão de que o vice-prefeito está sob as “rédeas” do casal Waquim, e que se quiser romper não poderá ser candidato.

O fato vem se consumando nos últimos dias, os partidos tidos como controlado pela prefeita, como é o caso do PSL, presidido pelo secretário de Finanças, Carlão declarou apoio oficial ao sobrinho da prefeita, vereador Tales Waquim, e o próximo a declarar apoio será o PV, que tem a frente o subsecretário de Urbanismo, Chaguinha.

Nos próximos dias mais partidos irão declarar apoio ao vereador Tales Waquim, a agenda da declaração de apoio já está feita, só que não sabe é Edivar Ribeiro.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Recordar é viver: jovem acusa deputado federal Sétimo Waquim de pedofilia; veja o vídeo

Um dos casos mais chocantes de acusação de pedofilia aconteceu em Timon, cidade pacata do Maranhão.

'Fui abusada sexualmente aos 11 anos pelo deputado federal Sétimo Waquim', diz Rose

'Fui abusada sexualmente aos 11 anos pelo deputado federal Sétimo Waquim', diz Rose

O caso da jovem que relatou em vídeo no ano de 2009, que foi aliciada pelo deputado federal Sétimo Waquim (PMDB) desde os 11 anos de idade.

Rose morou chegou na casa da Prefeita de Timon Socorro Waquim, esposa do parlamentar, aos 5 anos e teve uma criação de filha, com o passar dos anos, a jovem declarou que o deputado federal começou a seduzi-la, e aos 11 anos, começou ao aliciamento.

Já aos 12 anos, Sétimo Waquim seduzia a jovem que na época era menor de idade, e começou a leva-la para o motel. Rose disse que antes de terminar o horário da última aula na escola, ela tinha que sair para se encontrar com o federal, segundo afirma a jovem.

Ao chegar no motel, o parlamentar teve a primeira relação sexual com a de menor, segundo relatou em vídeo.

Nos 18 anos, com mais de 5 anos sendo abusada sexualmente, Rose chegou a engravidar e foi obrigada a abortar o filho que carregava do parlamentar.

“Quando eu engravidei eu tive que abortar, ele me fez abortar, disse que eu não poderia ter filho dele que eu nem era louca ter e principalmente dizer a professora Socorro Waquim, atual prefeita de Timon”, disse a jovem emocionada.

Veja abaixo o vídeo que tem mais de 2 anos, do relato do abuso sexual sofrido pelo deputado federal Sétimo Waquim:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Subsecretário de educação de Timon usa estrutura da prefeitura irregularmente

Henrique Jr Ulysses

Henrique Jr e Ulysses Waquim

A padronização e a regulamentação do serviço de mototáxi em qualquer cidade do país fica a cargo sempre do Departamento Municipal de Trânsito, em Timon não, é de responsabilidade do subsecretário de Educação, Henrique Júnior, e do secretário de Esporte, Ulysses Waquim, filho da prefeita Socorro.

Uma matéria veiculada no site da prefeitura com o título, “Mototaxistas de Timon agora estão padronizados”, mostra que a impunidade em Timon ocupa a cabeça de quase todos os ocupantes de cargo público municipal. Consta na cidade que Henrique Júnior é pré-candidato a vereador pelo PMDB com o apoio do filho da prefeita, Ulysses Waquim, que move céus e terra para divulgá-lo, prova maior é a matéria veiculada no portal da prefeitura.

Henrique Jr Ulysses e Mototaxistas na porta de casa

Henrique Jr Ulysses e Mototaxistas na porta de casa

Até agora muitos se questionam, o porquê de Henrique Júnior ter feito uma em sua própria residência, no centro de Timon, como mostra na foto postada no site da prefeitura onde ele aparece com Ulysses Waquim e os mototaxistas, a comemoração. E o que tem haver a padronização e a regulamentação do serviço de mototáxi com a secretária de Educação e a do Esporte. É de conhecimento de todos que Timon possui Departamento Municipal de Trânsito, tendo como diretor Robert Gualter, pelo menos consta no site da prefeitura.

O pior – Na matéria publicada cita que o “elo entre o poder público e os mototaxistas está sendo feito pelo secretário Ulysses e subsecretário Henrique Júnior”, além de fazeram a festa na casa do subsecretário de Educação de Timon, Henrique Júnior, contando com a presença e apoio do secretário de Esporte, Ulysses Waquim, fica constatado que os dois serão o “elo” entre mototaxistas e a prefeitura de Timon, algo estranho? E como é estranho, ou então o diretor do Departamento Municipal de Trânsito, Robert Gualter não desempenha bem sua função?

Com a palavra o Ministério Público em Timon, que cabe investigar e processar os culpados, porque a única cidade no país, quiçá no mundo, que o trânsito é de responsabilidade da Educação e/ou do Esporte é Timon, terra do pode tudo. A prefeita Socorro Waquim, como chefe do executivo municipal, Henrique Júnior e Ulysses Waquim organizadores do evento e o diretor do DMTRANS, Robert Gulter, devem dá explicações e serem chamados pela promotora de Improbidade Administrativa, Selma Martins para serem responbilizado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Secretário de infraestrutura de Timon é chamado de "líder de quadrilha"

Pelo jeito, o governo da prefeita de Timon Socorro Waquim (PMDB) e de seu guru deputado federal Professor Sétimo (PMDB), está chegando ao fim antes do tempo. Quem pregava “atraso nunca mais”, num tempo bem recente, hoje colhe mais de quatro meses de salários atrasados, a mudança que tanto pregou só aconteceu nas vidas daqueles que se deram bem financeiramente, o povo esse só conta derrotas.

Delfino secretário de Infraestrutura de Timon ao lado o radialista JorgeSimplicio

Delfino secretário de Infraestrutura de Timon ao lado o radialista JorgeSimplicio

Dos poderes constituídos, somente o Ministério Público, através da promotora Selma Regina, tem cumprido com o seu papel, dando entrada em novas ações contra a péssima gestão de Socorro Waquim. A Câmara de Vereadores de Timon, essa vive parada no tempo, é palma por cima de palma, até porque é comandada pelo sobrinho da prefeita, vereador Tales Waquim, que será indicado nos próximos dias candidato a prefeito, dando um duro golpe no atual vice-prefeito, Edivar Ribeiro, que inocentemente mudou do PRP para o PMDB, sonhando que seria o indicado, não sabendo ele que está tudo armado.

A população timonense vive hoje de pesadelos, a esperança acabou: salários atrasados, falta d’água, cidade suja e esburacadas, caos na saúde, fora os comentários pela cidade do enriquecimento ilícito de alguns secretários. Nos últimos dias, as informações que o povo vem recebendo de Timon são de escândalos estampado na mídia nacional envolvendo o genro de Socorro Waquim, empresário no ramo de postos de combustíveis, Jefferson Sampaio e sua esposa Angela Waquim nomeados em Tribunais de Justiça do Maranhão e do Piauí, respectivamente (reveja). E por último, Socorro e o ex-secretário de Saúde de Timon, médico Itamar Barbosa foram condenados pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) a pagar multas e fazer devolução de recursos na ordem de mais de R$ 1 milhão em razão da rejeição das contas do exercício de 2006, do Fundo Municipal de Saúde e da Prefeitura Municipal de Timon.

População repudia péssima gestão de Socorro Waquim

Na manhã de hoje (17) o radialista de grande expressão na cidade, Jorge Simplício, da rádio Sociedade 90,7 FM, revoltado com os erros cometidos pela gestão Waquim não se conteve e partiu para o ataque pessoal, afirmando que “a secretaria de Infraestrutura de Timon tem uma quadrilha de ladrões comandada pelo secretário Delfino Guimarães”.

O radialista não aliviou em suas críticas e está disposto a incitar a população para que reaja diante desse caos que se instalou em Timon com a malversação dos recursos públicos, e manifestou sua indignação diante da atual gestão.

“Enquanto o povo pobre de Timon tá com vários meses de salário atrasados, inclusive servidores da infraestrutura, esse secretário tem aumentado o patrimônio, as ruas estão todas esburacadas, e aí o secretário vai é para praia zombar da população, se fosse em outra cidade esse secretário não estaria mais no cargo teria sido expulso a pontapé com chute no traseiro dado pela população, mas, aqui o povo é mole”. Ouça o áudio na íntegra abaixo:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.