Crime

Advogada tenta induzir menor a assumir autoria de crime e acaba presa

1459732_604443376288038_1624262689_a
Trata-se da advogada Sileda Lopes Araújo (foto), moradora do Conjunto Cohafuma, segundo informações, ela induziu um menor de 17 anos a se apresentar como autor da morte de Benedito Quintino Santos Neto, morador do bairro do Coroadinho, ocorrida na sexta-feira passada na avenida dos Franceses, em frente ao Detran.

Ao se apresentar, o menor não resistiu e resolveu contar toda a verdade. Ele não foi o autor do crime e nem conhecia a vítima.

A advogada foi presa no mesmo instante pelo delegado Marcos Antônio Fonseca, que descobriu horas depois que um dos assassinos é constituinte da causídica. Duas pessoas estão sendo procuradas pela polícia como principais autores do homicídio.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.