Poder

Jovem é preso após manter ex-namorada como refém dentro de universidade em Balsas

Uma estudante foi feita refém pelo ex-namorado dentro da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), campus de Balsas. Paulo Ricardo Lima, de 18 anos, estava armado com um revólver e não se conformava com o término do relacionamento.

Por volta das 21h30, ele entrou no prédio, foi até a sala do curso de Matemática e rendeu a ex-namorada, Laís da Conceição Mota, 18 de anos. Ele exigiu que todos os alunos deixassem o prédio.

A polícia chegou em seguida, cercou todo o local e iniciou as negociações com o suspeito. Paulo Ricardo ameaçava matar Laís e cometer suicídio em seguida.

Segundo o major Gilberto Brito, subcomandante da Polícia Militar do Maranhão (PMMA), em Balsas, três polícias entraram na sala e, em um momento de distração de Paulo Ricardo, o dominaram. Eles tomaram a arma dele e libertaram Laís por volta das 23h30.

O suspeito foi levado ao quartel da PMMA e depois à delegacia regional de Balsas, onde prestou depoimento. Até o início desta manhã, a Uema ainda não havia se manifestado sobre o caso.

Assista ao vídeo abaixo:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Trio é preso após sequestrar motorista em São Luís

Uma mulher foi vítima de um sequestro na manhã desta quinta-feira (25), na região do Apeadouro. Três suspeitos entraram no veículo deixando a vítima no banco de trás.

A Polícia Militar foi acionada e iniciou uma perseguição. Os suspeitos só pararam o veículo porque o pneu furou quando já estavam na avenida dos Franceses, perto do Estádio Castelão.

O trio foi preso, e a vítima libertada. Os suspeitos foram identicados como Magno Bruno Dantas, Breno Adriano Sá e Vanderson Sousa Araújo.

Todos foram encaminhados à Delegacia de Roubos e Furtos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Policiais militares do Mato Grosso são presos após manter família refém no Maranhão

Do G1,MA

page

Da esquerda para direita: dois policiais militares de Mato Grosso e dois homens, cuja identidades não foram divulgadas.

Dois policiais militares da Rotam do Batalhão de Rondas Ostensivas Tático Móvel da Polícia Militar (PM) de Mato Grosso foram presos no município de Santa Luzia, a 294 km de São Luís.

Eles são suspeitos de fazerem uma família refém para cobrar uma dívida. O caso ocorreu no povoado Faíza, localizado na zona rural da cidade.

e74fdb3d1296ad58999b9eee9a58e3aa

Segundo a polícia, eles teriam chegado a manter uma família, refém, amarrada, sob a mira de armas para forçar o pagamento da tal dívida. O soldado Edoriel Tales Taques Albuquerque e o cabo Wellington Bispo Nunes agiram junto com outros dois homens, que também foram presos, de acordo com a polícia.

O comando da PM de Mato Grosso foi informado da prisão dos policiais e disse que os dois haviam pedido folga no início da semana.

Com o grupo, a polícia apreendeu armas as armas usadas para intimidar as vítimas, além de rádios de comunicação.

6d6d9262c26635a93551372daadea8f2


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Maranhense é presa ao sequestrar bebê de 1 mês no Distrito Federal

1486543382-397439474
­
Uma mulher foi presa nesta terça­-feira (7) por raptar um bebê de 1 mês em Samambaia, no Distrito Federal (DF). Francisca Ribeiro, de 32 anos, foi detida tentando embarcar em ônibus pirata para o Maranhão, sua terra natal.

De acordo com a sua irmã, Maria de Jesus, ela iria usar a criança para tentar reatar o relacionamento com o ex­marido. Francisca estava no Distrito Federal ­ vinda de São José dos Patos, interior do Maranhão ­ há cerca de 20 dias, hospedada na casa da irmã, que mora no DF há 17 anos.

Ela havia embarcado com pouca bagagem e pediu abrigo alegando que havia rompido com o marido e precisava espairecer. Durante os dias em que ficou na cidade, fez amizade com a vizinha da irmã, a operadora de caixa Alessandra Ferreira, de 34 anos. Durante o período, ganhou a confiança da mulher, ajudando cuidar da sua filha recém­-nascida.

Dias depois, Alessandra precisou sair para registrar a filha e não tinha com quem deixar a criança, já que o pai da bebê está preso. Ela, então, , por volta das 9h, resolveu deixar a menina com a vizinha. Duas horas depois, quando voltou para a casa, não encontrou Francisca, a recém-­nascida e observou que a mala e as roupas também haviam sumido.

Em desespero, a mãe conversou com a irmã da sequestradora e resolveram procurá­-la no terminal rodoviário mais próximo, em Taguatinga. Foram, então, a mãe, o filho mais velho, de 18 anos, a nora, de 16, e Maria em busca de Francisca e da criança.

A família encontrou a mulher em um ponto de ônibus clandestino próximo ao terminal. Ela estava com uma única mala e um cobertor que servia para camuflar o bebê. A polícia foi acionada e Francisca não reagiu à abordagem. Na delegacia, ela admitiu o rapto e foi autuada por subtração de incapaz, cuja pena varia de dois a seis anos de prisão.

Como o crime é inafiançável, ela ficará presa enquanto aguarda uma audiência de custódia. Segundo a irmã da raptora, no celular de Francisca foram encontradas mensagens trocadas com o ex­-marido em que ela afirmava que havia viajado grávida e que, em Brasília, deu à luz a um filho dele. A intenção era de conseguir reatar o casamento.

Do Estado do Maranhão


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Sequestro em Pedreiras termina com três mortes

Antônio atirou em Nilde e depois se matou

Antônio atirou em Nilde e depois se matou

Mantida como refém pelo ex-namorado, Maria Nilde Silva Sousa foi morta com um tiro no ouvido na madrugada desta quinta-feira (13). Antônio Carlos da Conceição, de 27 anos, ainda atirou em um mototaxista, Carlos Humberto Rocha Maranhão, que também morreu ao tentar impedir o sequestro da vítima. Mais duas pessoas foram atingidas por Antônio, uma delas foi transferida para Peritoró em estado grave.

Antes das execuções, o sequestrador fez várias exigências à polícia para poder se entregar, mas transtornado cometeu os crimes e ainda atentou contra a própria vida. Ele chegou a ser levado vivo para o hospital, mas não resistiu.

O ex-namorado não se conformou com o fim do relacionamento e por isso manteve Maria Nilde em cárcere privado uma primeira vez, no dia 03 de julho. Ele havia sido solto no último dia 04 de agosto. Infelizmente o caso terminou em tragédia.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Homem faz pela segunda vez ex-namorada refém em Pedreiras

Antônio Carlos da Conceição, que até então estava preso e deixou a cadeia não se sabe como, faz como refém em Pedreiras, na madrugada desta quinta-feira (13), sua ex-namorada Maria Nilde Silva de Sousa, de 32 anos.

De acordo com relatos, Antônio teria assassinado sem motivos um mototaxista conhecido como Maranhão. Ele também teria efetuados disparos na principal testemunha do processo de sequestro do qual é réu.

Essa é a segunda vez que Maria Nilde Silva de Sousa é sequestrada pelo ex-namorado. No dia 03 do mês passado, Maria foi mantida como refém por 20 horas em uma casa alugada pelo motivo do fim do relacionamento.

Neste momento, a policias militares e civis tentam negociar cautelosamente para que Antônio Carlos da Conceição se entregue.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.